Acuso! | Relvado

Acuso!

 

Acuso!
por helder postiga

Quando o Benfica, nos anos negros do fascismo, ganhava oito campeonatos em dez
disputados (os outros dois iam para o Sporting), os jornais e a televisão do
regime, como devem compreender, não faziam o mesmo alarido que esta semana
alguns órgãos de comunicação social fizeram, porque interessava ver o povo feliz
e se o povo era benfiquista, pois só os benfiquistas eram bons chefes de
família. Quem no seu perfeito juízo iria contestar as vitórias do «glorioso»? Só
se fosse comunista e nesse caso a prisão estaria à espera dele, nem que fosse
por uma semana, como aconteceu numa bela tarde de domingo com um familiar meu
depois de ter chamado «gatuno» ao árbitro em pleno estádio das Antas. Que
ofensa meus senhores, chamar «gatuno» a uma pessoa que estava a roubar o FC
Porto!

Eram tempos em que os portistas ficavam contentes quando perdiam por
poucos, mas que felizmente desapareceram com o 25 de Abril de 1974. Nunca
mais os adeptos portistas seriam vítimas de repressão policial, nunca mais
teríamos a imprensa a favorecer o clube do regime, nunca mais calariam um
presidente do nosso clube, nunca mais... como estavamos enganados!
Infelizmente, passados 30 anos, as esperanças por uma polícia melhor, por uma
imprensa melhor, por uma Liga de futebol melhor, por um desporto melhor, são
cada vez menos e sendo assim só me resta continuar a escrever no
Relvado.com aquilo que penso, sem demagogias de qualquer espécie e sem
ter que mudar de discurso todas as semanas, como alguns costumam fazer. Pelo
menos enquanto não for censurado.

Sendo assim, e aproveitando a pouca democracia a que ainda tenho direito,
ACUSO:
- Luís Filipe Vieira e José Veiga por nos fazerem lembrar que o
salazarismo
ainda está bem vivo na cabeça de alguns e que para os lados da Luz há quem o
recomende ao não querer que adeptos de um clube rival possam entrar no seu
estádio e ao cortar a palavra ao presidente do FC Porto.
- O João Pereira por não dar razão a quem o meteu num patamar que não é o
dele nem nunca será.
- O Nuno Ribeiro (é uma ofensa para o Bi-bota de ouro chamar-lhe Gomes)
por ter chorado como uma virgem ofendida quando reparou que Pinto da Costa, com
os seus quase 70 anos, foi mais rápido do que ele a dirigir-se para a
conferência de imprensa e por ter virado a cara quando o presidente do FC Porto
democraticamente lhe ofereceu o lugar.
- As Casas do Benfica que negaram ter vendido os bilhetes às claques
portistas por medo de retaliações do presidente do seu clube.
- O Zahovic por ter falhado um golo de cabeça perto dos 70 minutos quando
estava sem oposição na área azul e branca.
- O Comandante das forças da PSP presentes na Luz por ter fechado os
adeptos do FC Porto num túnel apertado e sem ventilação, o que causou problemas
respiratórios em alguns adeptos e polícias.
- O director executivo da Liga e grande benfiquista Cunha Leal por ter
metido mais lenha para a fogueira ao dizer que o FC Porto não tinha feito
qualquer requisição por escrito depois de saber que não precisava, já que o
ponto 1 do Artigo 68º do Regulamento de Competições da Liga diz que «Os clubes
visitantes devem requisitar ao clube organizador os bilhetes de ingresso para os
jogos com a antecedência mínima de 12 dias da data do jogo», não estando nada
estipulado nos regulamentos que indique que o pedido tenha de ser feito por
escrito, pelo que um contacto verbal seria igualmente válido. Assim a requisição
feita por telefone no dia 29 de Setembro a Carlos Colaço, responsável pela
organização de jogos do Benfica, está dentro do previsto na lei e isso devia ter
sido dito por Cunha Leal, mas é provável que não lhe tenham dado
autorização.
- A Liga Portuguesa de Futebol Profissional por ter admitido que o
Benfica pudesse «enlatar» mais de 2500 adeptos numa bancada onde cabiam apenas
1008, ao contrário do que a UEFA e a FIFA e o bom senso aconselham.
- O Simão Sabrosa por mostrar que mesmo com a braçadeira de capitão
continua a ser um fraco jogador.
- O LFV e o Veiga por não terem criticado o árbitro Paulo Paraty depois
deste lhes ter oferecido a vitória frente à Académica validando ao Benfica um
golo em fora-de-jogo e o árbitro João Ferreira por ter anulado um golo limpo
marcado por João Tomás e ter roubado a vitória ao Braga.
- Todos aqueles que querem ver o Olegário Benquerença em tribunal por não
se terem lembrado de exigir o mesmo para Paulo Paraty e João Ferreira e já agora
para Duarte Gomes por ter prejudicado o FC Porto em Guimarães e Pedro Proença
por ter roubado (a palavra é forte, eu sei!) a vitória portista em Braga fazendo
a pior arbitragem da época até ao momento.
- As Televisões pela falta de isenção na análise dos lances.
- O Jornal Record por mostrar mais uma vez que está ao serviço do regime
e que existe apenas para combater o campeão da Europa.
- O Moreira por estar adiantado no remate que deu o golo do McCarthy.
- A SportTV por não ter uma única câmara (existiam vinte no
estádio!) que nos possa mostrar com clareza se a bola entrou ou não. Será porque não lhes
interessa provar que a bola não entrou?
- Os adeptos que continuam a acreditar no que a comunicação social fascista
lhes diz apenas porque a sua clubite os obriga a isso.
- O ex-árbitro Jorge Coroado por ainda não ter mostrado qualquer espécie
de azia como o fazia sempre que prejudicava o FC Porto, depois de ter garantido
no «tribunal» de O Jogo que a bola tinha entrado ao contrário dos seus colegas
que optaram e bem pela prudência.
- O Vítor Baía por ter feito a defesa do ano e ter mostrado porque razão
é o melhor da Europa quando foi buscar a bola em cima da linha de baliza, depois
de um erro que infelizmente para os seus adversários não costuma ter. São
reflexos daqueles que fazem a grande diferença entre os fora-de-série e... os
outros. Não é, Ricardo?
- O Fyssas por querer enganar a SAD do FC Porto ao ter feito o passe
milimétrico para o McCarthy fazer o golo nesta altura do ano. Caro Fyssas, todos
sabemos que já fizeste anos em Junho. Não queiras receber prendas duas vezes por
ano!
- O árbitro Olegário Benquerença por ter errado na expulsão de Pepe.
- O Anderlechet por ter goleado o Benfica e o ter afastado da Europa dos
grandes para agora ser uma das quatro equipas que ainda não conseguiram um único
ponto na Liga dos Campeões. As outras são o Celtic, Maccabi Tel Aviv e a Roma de
Del Neri.
- Os jogadores do FC Porto por me parecer que se estão a preparar para
mostrar ao Dias da Cunha e aos energúmenos como se ganham Taças UEFAS.
- A edição do Relvado.com por permitir que alguns nicks usem e-mails
falsos ofensivos à grande instituição que é o FC Porto e ao seu presidente,
esquecendo um passado relativamente recente em que os e-mails falsos ofensivos
eram (bem) proibidos.

Frase da semana:
«As pessoas falam de forma leviana e ficam sempre impunes» - De Luís
Filipe Vieira em reacção às críticas de Pinto da Costa à arbitragem depois
do jogo de Guimarães.
E esta hein?!

____________________________
Outras crónicas:
- Crónica da Semana
- Pretérito perfeito, por PLO
- Arbitragem em
Portugal, por Tó Natário
- Reciclagem da
Arbitragem, por O Xadrez

Primeira Página:

Comentários [19]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

esquecimento!!!

andas muito esquecido das trmoias do pc!!
pk e k abafaram o apito dourado?
estavam a xegar ao pc nao e?
e as viagens ao brasil??
todos nos sabemos como o porto ganha campeonatos...
deve tar te a fazer confusao o slb tar em 1º n e?
temos pena...

Como se deixa de ter razão em 200 linhas

Começou muito bem mas na ânsia de escrever muito espalhou-se ao comprido.

Os ânimos estão muito exaltados. Porque será?

Parece que o SLB está no bom caminho...

Credo...

Não são a favor do aborto?

E depois como é que impedimos abortos destes de virem ao mundo?

É que de vez em quando aparece um anormal qualquer que acredita em tudo o que lhe dizem e pronto lá se criam estas estorinhas...

Pior mesmo é quando o relvado.com edita estas asneiradas!!!

Álvaro

Dias da Cunha não descreveria melhor o tenebroso Sistema...

Um dia destes

Vou escrever uma crónica e vou dar a minha opinião como "deve ser" o FCP do século XXI. Há algumas coisas que concordo com o user Helder Postiga, outras que discordo totalmente.
Não vou abrir o "véu" agora, porque não estou inspirado para escrever.
Fica no entanto uma nota, para todos os users, devemos fazer um esforço para ler o que os outros escrevem, rebater quando não concordamos - mas nunca entrar naquela "onda" de defender a nossa "dama" contra tudo e contra todos. Esse espírito de clã (de grupo) é contra uma maneira racional de pensar.
Vou parar, hoje não estou inspirado (deve ser do vinho ou do scotch a seguir ao almoço) e...
Boa tarde a todos.

P.S.: para quando um encontro, no café, à beira-mar onde quizerem, entre os portistas do Grande Porto que escrevem aqui no relvado? Podia mandar esse recado, se assim se pode chamar, via msn a alguns conhecidos - mas como não há nada a esconder aqui vai o pedido e não o desafio.

Acusas?

1- Eu explico-te o que é Salazarismo. Salazarismo é fazer pressão para que se despeça um funcionário da RTP (José Eduardo), só porque este se atreveu a denunciar certas coisas.
Salazarismo é ir ás cabines dos árbitros e dos adversários pressionar e ameaçar
Salazarismo é o clima de terror que se vive no tunel do estádio do Dragão (olha que eu sei do que falo).
Salazarismo é pressionar para que sejam retirados os inspectores do processo apito dourado.

2- Acho piada essa do benfiquismo do Cunha Leal. E pergunto-te, ainda acreditas que é ele que manda na Liga? O Cunha Leal é só um fantoche naquela instituição, porque aquele senhor que esteve preso e foi libertado continua a mandar do lado de fora. E agora, estranhamente, está mais forte e com mais poder...

3- Meu amigo, sabes o que é uma requisição? Uma requisição é um pedido por escrito, e se não sabes devias ter-te informado antes de escreveres sobre o que não conheces. Que é que um telefonema prova? Como é que eu sei que o FCP telefonou ao Benfica, a até que ponto isto foi uma jogada para desestabilizar? O FCP sabia muito bem que tinha que escrever uma carta, porque escreve todos os anos a requisitar os bilhetes...

4- Em relação ao árbitro Paulo Paraty, acho engraçado, muito engraçado mesmo que um adepto do Porto fale nele. E já agora, o Nuno Gomes nesse lance tem alguma influência na jogada? E mais, porque é que o jogador da Académica não foi expulso aquando do penalty do Simão? No caso do sr. João Ferreira, já disse e volto a repetir, assinalou mal 2 foras de jogo ao Benfica na primeira parte, quando os seus jogadores iam isolados. Mas como eles não remataram á baliza já ninguém fala nisso. Eu tenho o video do jogo em minha casa, se quiseres eu envio te.

4- Em relação ao árbitro Pedro Proença, tens toda a razão de te mostrares indignado, porque é impossivel 1 árbitro não ver aqula mão na bola. Mas roubo, atentado á inteligência, vergonha, é como eu classifico a arbitragem do Olegário Benquerença. Mas a bola não entrou, e o Seitaridis diz que "tocou no Karadas, mas não é penalty". Um verdadeiro non-sense.

5- Acho piada falares na isenção das televisões. É um fenómeno interessante. Na RTP, depois do despedimento do José Eduardo, toda a gente gosta ou finge gostar do Porto. E não disfarça minimamente. Baía é o melhor do Mundo, o FCP tem o melhor plantel de sempre são as frases mais ouvidas. Um verdadeiro mimo. Ahh, e o jornalista Rui Orlando da Sporttv tem muito que se lhe diga.

6- Essas imagens são muito engraçadas. Sugiro-te que leias um artigo de hoje no Record (ou no Jogo, não me recordo), de um especialista de uma conceituada universidade. Diz ele, e bem, que as imagens que circulam na internet são registadas antes de a bola entrar, ou já quando sai da baliza. Até porque um estudo da mesma universidade provou que a bola estava 29 centimetros para lá da linha de golo. Contra factos...

7- Essa do Jorge Coroado é outra engraçada. Parece que se arrependeu do que fez, já depois de acabada a carreira. E o senhor Rosa Santos, é outro que tem muito que se lhe diga, muito mesmo.

8- Olegário Benquerença errou na expulsão do Pepe. Eu já ouvi muita coisa, mas essa é fantástica.

9- Em relação á Taça Uefa, só quero lembrar que há pouco tempo "era a 2ª divisão europeia". De uma coisa podemos estar certos, se houver um Benfica-Porto nesta competição, não há Liga nem Olegário que vos valha.

Re:Acusas?

+1 oportuno. emai nada. n tenho pontos para corrigir esta.

Re:Acusas?

Ahh e esqueci-me de referir. Obrigado ao PSG, que é uma das equipas que luta para não descer de divisão em França...

Fico confuso... (defeito meu)

Confesso que entre a preocupação relativa à convicção e a determinação com que dizes certas coisas nestas crónicas, contrapondo com a vontade de rir que elas me dão, fico deveras confuso.

Re:Fico confuso... (defeito meu) Parte III

Por não perceber, como alguém que usa as expressões fascismo e falta de liberdade de expressão, que acusa os outros de excesso de liberdade, não admite outras opiniões, e só acusa os outros, não vendo que pode cair no discurso incoerente de acusar os outros por situações ocorridas no seu clube não as criticando.

Re:Fico confuso... (defeito meu) Parte II

"Eram tempos em que os portistas ficavam contentes quando perdiam por poucos, mas que felizmente desapareceram com o 25 de Abril de 1974."

Mentira!!!

O FC Porto, conquistou vários titulos nacionais antes do 25 de Abril.

"Nunca mais os adeptos portistas seriam vítimas de repressão policial, nunca mais teríamos a imprensa a favorecer o clube do regime, nunca mais calariam um presidente do nosso clube, nunca mais... como estavamos enganados!"

Ridículo.

Naquela altura todos eram vítimas de repressão policial.

A impressa, fazia o mesmo que faz hoje.
Os seus fundadores e directores eram Benfiquistas, o Benfica era quem ganhava mais, era quem tinha mais adeptos, logo era o jornal que mais os beneficiava.

Parece-me natural e ainda hoje acontece com jornais, televisão e sites desportivos.

Quanto ao resto estão mesmo enganados...

JN Pinto da Costa, é um homem bastante censurado pela impressa e pelas forças policiais (o regime) que o impede e sempre impediu de dizer a sua opinião.
Simplesmente ridículo.

"Infelizmente, passados 30 anos, as esperanças por uma polícia melhor, por uma imprensa melhor,"

TODOS continuamos à espera disso.
E cabe-nos a TODOS, contribuir todos os dias um Portugal melhor.

Até tu, que segundo sei estás no estrangeiro, concerteza que é um dos teus desejos e que não deixas de defender o teu pais de origem, com o mesmo fervor que defendes o Porto.

"por uma Liga de futebol melhor,"

Também. Mas não sei se já reparaste, mas a Liga é ( e tem sido) maioritariamente liderada por dirigentes de clubes do norte, nomeadamente o Porto e o Boavista.

  "por um desporto melhor, são cada vez menos e sendo assim só me resta continuar a escrever no Relvado.com aquilo que penso, sem demagogias de qualquer espécie e sem ter que mudar de discurso todas as semanas, como alguns costumam fazer. Pelo menos enquanto não for censurado."

Penso que o "regime" anda atrás de ti.
Aliás eu não sou uma pessoa que discordo com grande parte do conteúdo das tuas crónicas, mas sim um membro dessa censura.

"Sendo assim, e aproveitando a pouca democracia a que ainda tenho direito, ACUSO:"

-nt-

"- Luís Filipe Vieira e José Veiga por nos fazerem lembrar que o salazarismo ainda está bem vivo na cabeça de alguns e que para os lados da Luz há quem o recomende ao não querer que adeptos de um clube rival possam entrar no seu estádio e ao cortar a palavra ao presidente do FC Porto."

Uma má atitude, que aqui critiquei...

Mas não única...

Re:Fico confuso... (defeito meu) Parte II

estou farto destas fantasias do fascismo patrocinar os triunfos do benfica.

o estado novo existiu entre 1926 (ou perto) e 1974.

o benfica apenas dominou claramente o futebol nos últimos 15 anos deste período.
nos anos 50 foi o sporting. tb terá sido salazar? ou foram os 5 violinos?

acho que ninguém pode honestamente questionar a justiça do bicampeonato do porto 2003 e 4.

o benfica dos anos 60. germano, coluna, torres, simões, zé augusto, eusébio, costa pereira... todos eles estiveram entre os melhores da europa do seu tempo. uma equipa que como o sporting dos 50 e o porto dos últimos 2 anos dificilmente se pode diminuir com histórias extra futebol.

e as vitórias do porto nos primeiros tempos do futebol português formato competição nacional? não foram no amanhecer do fascismo?

não é no norte que a direita consegue a maioria das suas vantagens... com todas as consequências?

lá porque o bagão e o telmo correia são do benfica e salazarentos não me venham com o benfica fascista levado ao colo.

Re:Fico confuso... (defeito meu) Parte II

Não sei porque me o dizes a mim...

Acabei de explicar o meu ponto de vista, em relação a isso.

Sem dizer que não, o estado novo, não deixou de se aproveitar de um grande Benfica.

Re:Fico confuso... (defeito meu) parte I

E para não ser acusado de só mandar papaias, não justificando porque o digo, aqui rebato o que escreveste:

"Quando o Benfica, nos anos negros do fascismo, ganhava oito campeonatos em dez disputados (os outros dois iam para o Sporting)"

É mentira. Nunca foi essa a proporção e o FC Porto, ganhou diversos campeonatos nessa altura.

Mas fica a pergunta:

Porque é que o Porto, não ganhando internamente, não fazia figura nas Competições Europeias?

Respondo:

Porque além dos problemas que citas, alguns deles reais, há uma coisa muito importante.

O FC Porto, não tinha, nem de perto a organização e a capacidade de resposta que tem hoje... DENTRO DE CAMPO.

E até te digo mais.

O verdadeiro clube do regime, com dirigentes ligados a ele, e que tinha inclusivé no clube alusão a datas de acontecimentos do Estado Novo, esse clube era o FC Porto.

", os jornais e a televisão do regime, como devem compreender, não faziam o mesmo alarido que esta semana alguns órgãos de comunicação social fizeram, porque interessava ver o povo feliz e se o povo era benfiquista,"

O Benfica, foi, e bem, aproveitado no seu poder da época, como entertenimento para o povo e para a miséria que então se vivia.

Porque (e como Sportinguista reconhe-o) o Benfica chegou numa altura da sua vida a ser perseguido pelo Antigo Regime, até pela sua cor.

"pois só os benfiquistas eram bons chefes de família. Quem no seu perfeito juízo iria contestar as vitórias do «glorioso»? Só se fosse comunista e nesse caso a prisão estaria à espera dele, nem que fosse por uma semana, como aconteceu numa bela tarde de domingo com um familiar meu depois de ter chamado «gatuno» ao árbitro em pleno estádio das Antas. Que ofensa meus senhores, chamar «gatuno» a uma pessoa que estava a roubar o FC Porto!"

Comunista? Mas até hoje, podemos ver que a tendência de voto no norte é de direita, (tal como regime fascista) sendo a única zona do pais, onde o CDS consegue eleger alguma coisa.
Logo esse argumento não é muito válido.
Mas talvez explique porque é que não há clubes alentejanos na 1ª Divisão, ou porque é que CUF, Amora, Barreirense, (sendo a margem sul um bastião comunista) começaram a amargar nas divisões inferiores.

Quanto ao teu familiar. Nesses tempos, que não são a anarquia social actual, onde todos se permitem chamar tudo a todos, as coisas não era assim.

Nem se podia cuspir na rua, ou usar isqueiro sem licença.
Parece-me que perante estes exemplos, chamar "gatuno" a alguém, era um pouco mais grave.

Hoje em dia não. Chamar nomes, ofender toda a família, ou a seriedade de uma homem, que deixa de ser homem, porque é árbitro, é normal...

Aliás, o Porto, na altura era a única equipa que não era beneficiada pela arbitragem, sendo a única excepção no futebol Português e a única equipa que conquistou algo por mérito.

Até quando o meu pai foi lá jogar para a Taça de Portugal, e o embaraçoso 0-0 a 10 minutos do final, com uma equipa da 2ª divisão, foi transformado num 3-0 com 2 penaltis e um golo uns 5 metros fora de jogo.

Curiosamente nem A Bola, falou nisso.

Explicações sff, Sr pois

Este teu último parágrafo é exactamente o tipo de coisas que "ficam bem para terminar" mas espremido, esem dizer mais nada, é so palha seca.

Até quando o meu pai foi lá jogar para a Taça de Portugal, e o embaraçoso 0-0 a 10 minutos do final, com uma equipa da 2ª divisão, foi transformado num 3-0 com 2 penaltis e um golo uns 5 metros fora de jogo.

Não duvido da tua palavra, não é isso. Mas faço notar que o teu relato é omisso quanto às circunstâncias dos penaltys

Ou seja, soubeste dizer que o golo foi um fora de jogo por 5 metros, mas sobre os penaltys nada...será que foram correctamente assinalados? Haverá ao menos essa possibilidade?

E já agora, foi o teu pai que te contou? Pergunto, porque se o jornal não diz nada e isto é dos teus tempos de «puto» é possível que seja uma das histórias que o teu pai te contou. Certo?

Nesse caso, sem querer atentar de algum modo à credibilidade do senhor, presumo que daqui por uns anos o Petit também esteja a contar aos filhos e aos netos que marcou um golo inquestionável ao Porto em pleno estádio da Luz, que não foi validado

...e eles vão acreditar nisso piamente, tal como tu :)

Relatos de pessoas que viveram intensamente os acontecimentos, seja futebol seja outra coisa qq, são sempre, sempre, sempre exagerados.
Não obstante nessa altura imagino que ocorressem situações escabrosas entre grandes e pequenos. Afinal, muitas vezes, ainda hoje com televisão, observadores, etc...ainda é assim.

* PLO *

Re:Explicações sff, Sr pois

Palha seca, é num comentário fazer realçar um único aspecto.

Por acaso esqueci-me de o referir, mas os penaltis foram no mínimo "forçados".

Razões para não acreditar, não tenho.
- Um dos penaltis, foi "cometido" por ele.
- É adepto fervoroso do Porto. Um dos poucos numa cidade com 15mil habitantes.
- As poucas histórias que me contava eram acerca de golos e resultados históricos.
- Jogou várias vezes com o Porto e com outras grandes equipas e esta é das poucas que está "atravessada".
- Além disso, não comparo o meu pai ao Petit. Sei até que ponto é que confio num e no outro.

E circunstancialmente, crer num relato é mais válido, que dar uma opinião, "tentando desmascará-la", ignorando os factos como o fizeste...

Isto para falar em "palha seca"...

Logo o teu comentário, vale "zero", menos que a palha cujo fardo em anos de seca no Alentejo atinge preços escandalosos, excepto pelo título "esclarecimento" (dispenso o Sr... o Senhor está no céu), que tirando o facto dos penaltis, que esclareci, (lamento mas não tenho imagens) não vejo que outro tipo de esclarecimento pretendias.

Ouve lá ó pois

Era assim que devia ter feito? :)

O esclarecimento pretendido era sobre o jogo em si. Queria que dissesses concretamente como o árbitro beneficiou o Porto, além do tal fora de jogo de 5 metros. No fundo um comentário um pouco mais "alargado" sobre a situação ao invés de simplesmente 2 penaltys e 1 golo irregular, que ninguém poderá confirmar ou disputar.

Agora já sei que os Penaltys foram forçados. Mas tirando isso, deverias ter acrescentado mais alguma coisa para que a ideia do benefício propositado não ficasse no ar como ficou. Chama-se consubstanciar as afirmações.

Mas como te tenho notado bastante "nervoso", à falta de uma palavra um pouco mais branda, será melhor que nos quedemos por aqui. Levaste a mal a "palha seca", mas era uma força de expressão. Não te estava a chamar burro, se foi isso que pensaste. Lembro-te que outro dia gozaste com dois outros relvas e deves ter achado muita piada. Hoje fizeste um comentário sarcástico em relação à crónica do Helder Postiga (o 1º dos teus comentários) e ninguém te foi lá chatear com isso.

Mas também não me afecta por aí além. Nunca nos demos grande coisa, embora goste de ler, no geral,o que escreves. Talvez seja recíproco. Deverei provavelmenete é diminuír as trocas de palavras contigo, para evitar estas situações.

* PLO *

Oiço e respondo, como sempre...

"Agora já sei que os Penaltys foram forçados. Mas tirando isso, deverias ter acrescentado mais alguma coisa para que a ideia do benefício propositado não ficasse no ar como ficou. Chama-se consubstanciar as afirmações."

Então digo agora claramente.
O Porto foi altamente beneficiado a partir da altura em que não foi capaz (até por azar) de normalmente ganhar o jogo.

"Mas como te tenho notado bastante "nervoso""

Mas já te disse que não ando nada nervoso. Até ando bastante divertido.

Aqui então tenho-me fartado de gozar.

Mas nunca deixei "verdades" (convicções, por vezes, à falta de uma verdade absoluta) por dizer.

"à falta de uma palavra um pouco mais branda, será melhor que nos quedemos por aqui."

Ora essa.. que não seja por mim.

"Levaste a mal a "palha seca", mas era uma força de expressão. Não te estava a chamar burro, se foi isso que pensaste."

Por acaso não. "Palha seca" para mim, é uma expressão para "pouco conteúdo", ou "a desproposito e fora de contexto".

De burro, nunca me passou pela cabeça que me chamasses. Não te tomo por tão parvo que me julgasses burro. (Nota: Isto num sentido claro, e sem segundas intenções)

"Lembro-te que outro dia gozaste com dois outros relvas e deves ter achado muita piada."

Por exemplo, esses tomaram-me por burro...
Penso que já devem ter percebido, que posso ser "meio parvo", mas que tenho "metade esperta".

"Hoje fizeste um comentário sarcástico em relação à crónica do Helder Postiga (o 1º dos teus comentários) e ninguém te foi lá chatear com isso."

Por acaso, não pretendi ser sarcástico, mas sim claro, pois acho os conteúdos de grande parte do que escreve ou despropositado, ou incoerente, incompleto, ou ingénuo (ao que por vezes hesito...).

Só não entendo porque me haveriam de ir lá chatear com isso.
Estou sempre aberto a discussão e salvo raras execpções, uso e admito sempre do direito de resposta.

Não me alio, nem aceito aliados. (Esta sim é sarcástica...)
Aliás, detesto carneiradas, ou alcateias.

Defendo-me e ataco sózinho e sem aspirações a "lobo solitário".

Mas nunca, castrado da minha opinião.

Só me calam quando eu quiser.

"Mas também não me afecta por aí além. Nunca nos demos grande coisa,"

é verdade.

"embora goste de ler, no geral,o que escreves. Talvez seja recíproco."

Sinceramente, a partir de uma determinada altura, deixei até de ler o que escreves, fazendo-o muito a espaços. Nem é por nada pessoal, mas por não comungávamos dos mesmos interesses no que concerne à participação no Relvado.

A mesma situação, passava-se e passa-se com outros users, ou tipos de artigo.

Tal como às vezes até passo longos periodos sem comentar, ou sequer participar, ou mesmo entrar para ver.

"Deverei provavelmenete é diminuír as trocas de palavras contigo, para evitar estas situações."

É uma situação que não me deixa nem triste, nem feliz.

Sempre que entender responder a um post, ou artigo, falo-ei, usando (abusando) da capacidade de dizer o que quero, quando quero.
Não ponho a hipótese de censura, nem de limitação, ou de um diferente entendimento da liberdade de expressão.

E como digo o que quero, tenho que ter capacidade para ouvir o que não quero. Mas sempre com o direito de resposta.

Mas como me disseram que sou "habilmente e irónicamente, bruto" e não o faço propositadamente, talvez não deva estranhar que algumas pessoas fiquem mais "tocadas" pela forma como respondo.

Talvez seja demasiado directo.

Se entenderes diminuir a troca de palavras comigo, é um opção tua, obviamente.

Re:Oiço e respondo, como sempre...

Carlos e Paulo: revejam o final de Casablanca...