Memórias dos relvinhas dos Mundiais | Relvado

Memórias dos relvinhas dos Mundiais

 

A primeira memória do Mundial México 86 não é de acontecimentos no relvado, mas sim em casa! Antigamente, havia umas cadernetas de cromos, sendo que esta do México foi a primeira caderneta que completei e que ainda tenho guardada algures.Em campo, pouco me lembro deste Mundial. Lembro-me da emoção de Portugal ganhar à Inglaterra - que era um colosso!, os gajos que tinham inventado o jogo e nós tão pequeninos - e de fazer uns jogos miseráveis contra Marrocos e a Polónia do Mlynarczik. Fica também na memória, mesmo não sendo totalmente verdade, a Selecção portuguesa como a equipa dos pequeninos carecas e de bigode. E claro a canção do Esteves!Em futebol propriamente jogado, referência ao melhor de sempre - Maradona - e à final entre "os gajos que têm camisola à Porto e os alemães". Como tive familiares a trabalhar na Alemanha, encontrava-me dividido entre torcer pelo Maradona (e os putos todos queriam ser como o Maradona!) e a Alemanha que tinha dois jogadores que admirava: Rummenigge, que fazia muitos golos e parecia quase anão no meio dos gigantes alemães, e Rudi Voller, com a sua bigodaça!CaptXM

Mundial 2010:

Comentários [54]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

off.. 11 de portugal para amanhã

Onze de Portugal frente a Cabo Verde: Eduardo Paulo Ferreira Ricardo Carvalho Bruno Alves Fábio Coentrão Pedro Mendes Miguel Veloso Deco Nani Cristiano Ronaldo Liedson ... Já é oficial. Parece-me um 11 equilibrado e que pode servir de base para o mundial.

Sim Senhor joga um do Braga outro do Porto

e mais um do Benfica e o clube que até pensavam que poderia descer de divisão que acabou em 4º mete 3, é um «"Sanhor" este Queirosiano»!!! Bem me pareceu que o gajo se tinha enganado ontem quando me ligou, depois de finalizar o Inter, a dar-me os parabéns que era o MAIOR e qual a minha opinião para esta escolha, eu respondi que sim e desliguei. Agora me pergunto se o Queirosiano, pensa que falou com o Zé Melrinho o Special Ten...???!!! De Jadscl

Re: Sim Senhor joga um do Braga outro do Porto

É caso para dizer que o sporting tem a famosa "espinha dorsal" da seleçom..

Sou mais da opinião que temos uma Atlas C1 qual

Levezinho por ser a primeira e ele é o cabeça da ponta da espinha, depois teremos quiçá uma T11 ou 12 podendo mesmo ser uma L para o Gordini, quanto ao cara de fome parece Islãmico, a mais adequada será uma da zona do Sacro porque não o "Cócsis", pois é a última da espinha junto da rega da cagadeira!!! Estou a falar de vértebras, deduzo que entendeu : - (C)ervicais mais (T)oráxicas e (L)ombares!!! De Jadscl

Re: off.. 11 de portugal para amanhã

Parece-me um onze muito próximo do que vai disputar os primeiros jogos no Mundial. Creio que a saída de Pedro Mendes para a entrada de Pepe poderá ser mesmo a única alteração desde que este esteja em condições. Poderá haver algumas dúvidas entre Fábio Coentrão e Duda, atendendo a que este fez toda a qualificação e entre Nani e Simão Sabrosa mas Nani é, na minha opinião, um jogador mais decisivo e bem melhor que Simão, sempre pouco eficaz na selcção!

Re: off.. 11 de portugal para amanhã

E não te esqueças do meireles.

Re: off.. 11 de portugal para amanhã

Tens razão! Estava mesmo a esquecer-me do Raúl Meireles que, embora tenha feito uma má época no FC Porto, esteve sempre em grande na equipa das quinas!

Re: off.. 11 de portugal para amanhã

A equipa é mais ou menos aquela, mudam o Coentrão pelo Duda, Veloso pelo Meireles e Simão pelo Nani e Pepe por Pedro Mendes. Ou seja, é a equipa que o Queiroz tem apostado sempre. Não me parece que ele mudará.

Espanha 82!

Para mim o melhor mundial de sempre. Provas? Maradona, Kempes, Zoff, Baresi, Antognoni, Rossi, Conti, Altobelli, Boniek, Cubillas, Milla, Schumacher, Briegel, Breitner, Littbarski, Hrubesch, Müller, Rummenigge, Matthäus, Belloumi, Madjer, Vandenbergh, Ceulemans, Pfaff, van der Elst, Keegan. Robson, Hoddle, Shilton, Platini, Giresse, Tigana, Jennings, Martin o´Neil, Arconada, Camacho, Juanito, Zamora, Luizinho, Cerezo, Junior, Isidoro, Socrates, Zico, Éder, Falcão, Dasayev, Blokhin, Panenka, Souness, Strachan, Dalglish, etc, etc, etc!!!! Nunca um Mundial teve tantos excelentes jogadores como neste Mundial como se confirmou em jogo jogado! Saudações Leoninas

Re: Espanha 82!

e o Naranjito!!!!!

1982

http://www.youtube.com/watch?v=zZxvYy5-ekI Desde ai que nunca mais vi uma selecção jogar a bola.

Re: 1982

Podes crer!

Quem ainda não viu veja esta derrota do Brasil aos

pés de Paolo Rossi, estragou-me o dia, lembro-me como se fosse hoje, éramos a maralha toda da praceta a ver a bola em casa de um de nós, acabou a partida e parecia que tinha morrido alguém de familia, e éramos todos Portugueses, só tinhamos um infiltrado que era o meu amigo Carlitos Inglês que foi puto para Inglaterra e tem dupla nacionalidade, falava um Ingalês/Aportuguesado sem saber utilizar os tempos dos verbos, hoje está numa galeria de arte que faz exposições em todas as capitais da Europa que sabem o que é CULTURA!!! Nunca percebi bem o porquê, seria de não falar bem o Português, era pelos Italianos, a maioria de nós como nunca tinha saido cá da parvónia (Portugal), respeitava tal, no fim fodeu-se (só fumava cigarrilhas, umas caixas de metal que à altura custavam uma pipa de massa) e nós fumávamos tudo até Kentukis quais mata-ratos, fumámos-lhe as cigarrilhas todas, foi para aprender!!! http://www.youtube.com/watch?v=d8vCatzo1AA http://www.youtube.com/watch?v=lkLK25Re1Ok De Jadscl

Re: Quem ainda não viu veja esta derrota do Brasil aos

Esse jogo tem passado vezes sem conta na Sporttv ultimamente!!

Re: Quem ainda não viu veja esta derrota do Brasil aos

Interessante.

Não devemos esquecer roger milla!

Aqui estão os 4 golos que marcou no mundial de 1990: http://www.youtube.com/watch?v=K9d32QKJtag E o anúncio que começa com a sua dança: http://www.youtube.com/watch?v=SmLLym3ZgPc

O jogo com a Inglaterra (Camarões)...

...é um clássico dos Mundiais.

Re: Memórias dos relvinhas dos Mundiais

Lembro-me a partir do México'86. O seu início foi a 31 de Maio, com um Bulgária - Itália, um a um. Recordo como se fosse hoje, pois foi no mesmo dia em que nasceu a minha irmã :) Itália '90 e o 'Toto' Schillacci, loucura por este jogador; EUA'94, duas equipas maravilhosas: Suécia e Bulgária, futebol total. Yekini agarrado às redes, espetacular (aliás, grande equipa da Nigéria nessa altura). Coreia '02, a maior vergonha do futebol português (mais que o episódio Saltillo, ou de mais difícil aceitação, digamos assim, se bem que com denominador comum), em que o rosto desse vexame foi António Oliveira. Alemanha '06, o melhor Portugal de sempre.

Re: Memórias dos relvinhas dos Mundiais

O melhor Portugal de sempre não foi na Alemanha em 2006, mas sim em Inglaterra 66 onde estivemos a um passo de vencer e onde produzimos o melhor futebol que se viu nesse Mundial!

Lembro-me vagamente do Mexico 86..

Foi o mundial do Maradona e do melhor golo de sempre na história dos mundiais protagonizado pelo génio argentino! http://www.youtube.com/watch?v=3z-qm-Sb_4s&feature=related O ITÁLIA 90 lembro-me bastante melhor e desde o inicio torci pela Alemanha e pelo trio do Inter de Milão - Andreas Brehmen, Mathaus e Klinsman. Vibrei com a vitória alemã na final! Nos EUA tinha uma simpatia pela Bulgaria de kostadinov. Para quem não se lembra ele foi o autor do milagroso e fabulos golo no ultimo minuto que afastou a frança da competição!!! http://www.youtube.com/watch?v=i7dxno9_ixg Em 1998 voltei a torcer pelo futuro vencedor da competição a FRANÇA e pelo sucesso do melhor jogador do mundo da altura: Zidane. A final no Stade de France é o único jogo de mundiais que eu fiz questão de gravar. Na memória de todos fica a forma como ZZ arrumou com o brasil: http://www.youtube.com/watch?v=nVavSb4Yt2k Em 2002 foi a desgraça que nós conhecemos e que até nos custa lembrar.. uma vergonha! Na minha memória recordo ter abandonado um casamento para ir pro tasco ver um jogo de portugal, neste caso o Portugal - Polónia. Foi a única coisa que se aproveitou.. Já em 2006 Portugal conseguiu um meritório 4º lugar apesar das exibições não terem sido grande coisa. O "acabado" Figo ainda conseguiu ser dos melhores. Agora em 2010 na ÁFRICA DO SUL.. tudo pode acontecer! FORÇA PORTUGAL!!!!

off.topic: david luiz expulso

Finalmente num jogo a feijões!!! Estava a ver que o central do benfica iria conseguir passar esta época sem levar uma cartolina vermelha..

Re: off.topic: david luiz expulso

Eheheheheh.

Também é o 1.º Mundial que recordo...

...sou da mesma idade que tu, e lembro-me das expectativas e das emoções ao rubro saírem goradas após os jogos com Polónia e Marrocos. A propósito, tinha a caderneta, que não cheguei a completar, e não me esqueço de Pique, a mascote do evento. http://img15.imageshack.us/img15/3607/1986logo.jpg

off-topic - Hermínio Loureiro ao SOL... Vergonhoso

Hermínio Loureiro 'Fizeram-me a vida negra' Em entrevista ao SOL, o antigo presidente da Liga de Clubes conta as pressões que sofreu enquanto esteve à frente do organismo que tutela o futebol profissional O presidente do FC Porto deixou-o de mão estendida no Estádio do Algarve. Vêem-no como aliado do Benfica, mas define-se como sportinguista e 'aliado do futebol'. Hermínio Loureiro, ex-presidente da Liga de Clubes, fala pela primeira vez das pressões no futebol. Valentim ou Pinto da Costa nunca lhe disseram para controlar o que Ricardo Costa (presidente da Comissão Disciplinar da Liga) andava a fazer? A única pessoa que me falou do Ricardo Costa foi o Adelino Caldeira, vice-presidente do FC Porto, a 3 de Setembro de 2008 num almoço no restaurante Lusíadas, em Matosinhos. Ele foi clarinho e apreciei a frontalidade. Disse-me: ‘Meu caro, ou você corre com o Ricardo Costa e tem a vida facilitada ou vamos fazer-lhe a vida negra’. Certo é que não mudei a orientação de total autonomia que dei desde o início à Comissão Disciplinar. Desde esse dia que percebi que me iam fazer a vida negra e fizeram. Por que queria o Porto afastar Ricardo Costa? Tem a ver com as decisões disciplinares do Apito Dourado, como é evidente. Mas, em nenhuma circunstância, o presidente da Liga podia destituir este ou aquele. O Filipe Soares Franco, presidente do Sporting, também várias vezes sugeriu que eu substituísse o Vítor Pereira – que é a pessoa que mais percebe de arbitragem em Portugal. Não sei se o futebol português está preparado para a autonomia que eu decidi. Porque o presidente da Liga é fustigado por todos (por dirigentes, por especialistas de tudo e coisa nenhuma, por comentadores de segunda e terça-feira) sobre matérias sobre as quais não tem a mínima responsabilidade. O que aconteceu depois dessa conversa com o Adelino Caldeira? Essa conversa foi tida num registo de grande urbanidade. Mas a partir desse momento aconteceram coisas absolutamente artificiais como a novela da entrega do troféu de campeão que levou o Porto a escrever uma carta ao secretário de Estado do Desporto a fazer queixa da Liga. O barulho que fizeram! Quando se sabe que esteve marcada a cerimónia – combinada por Óscar Fernandes, funcionário da Liga, que tratou tudo com o FC Porto – e que essa entrega não foi feita porque Pinto da Costa tinha casamento marcado com a senhora Filomena. Obviamente, se o presidente do Porto não estava presente, a Liga não ia fazer essa entrega. E Tiago Craveiro, secretário-geral da Liga, várias vezes falou com Antero Henriques (director do FC Porto) para tentar marcar uma data para a entrega do troféu, mas nunca havia disponibilidade. Criou-se a ideia de que a Liga não queria entregar o troféu ao Porto – isto cabe na cabeça de alguém? Quando entregou a taça, deve ter ouvido a maior assobiadela na sua vida. Depois de toda a intoxicação que foi feita, não esperava outra coisa. Recordo-me de que os funcionários do Porto foram de uma correcção extraordinária. Mas lembro-me também que, quando saí da sala para entregar o troféu, ouvi um diligente funcionário do Porto a dizer: ‘Desliguem a musica! Desliguem a musica!’. Era para se ouvirem melhor os assobios. Nunca vi entregar um troféu sem música. Foi original. Foi claramente uma história montada para criar problemas e desgaste, para fazer com que eu não fosse entregar o troféu. Para depois me acusarem de lá não ter ido. As pessoas conheciam-me mal. Quando foram conhecidas as decisões da Comissão Disciplinar sobre o Apito Dourado alguma vez sentiu a sua segurança ou da sua família em causa? São matérias sobre as quais não gosto de me pronunciar. São coisas do foro pessoal. Apenas quero dizer que nunca tive segurança pessoal. Esta época a Liga voltou a ser acusada pelo Porto de beneficiar o Benfica com a suspensão do Hulk e do Sapunaru. Passou a ser um inimigo do Porto? Não sou inimigo de ninguém. A partir do momento em que o presidente do FC Porto me deixa de mão estendida numa tribuna num jogo no Estádio do Algarve entre o Porto e o Sporting, é evidente que as relações pessoais não podiam ficar da mesma forma. A falta de educação fica com quem não retribui um cumprimento. Mas essa circunstância em nada criou dificuldades no relacionamento institucional entre a Liga e o Porto. Alias, o clube participou activamente e de forma construtiva em todas as reuniões de trabalho. Uma coisa é a relação Hermínio Loureiro/Jorge Nuno Pinto da Costa; outra coisa é a relação Liga/ FC Porto. Em circunstância alguma o Porto podia ser penalizado. Demitiu-se em Março, quando o Conselho de Justiça decidiu reduzir a suspensão aplicada pela Liga a Hulk e a Sapunaru. Não acha que acabou por dar razão a quem o queria ver pelas costas? Assumi as minhas responsabilidades. Não sendo jurista, entendi como uma enormidade a desproporção dos castigos aplicados aos jogadores Hulk e Sapunaru pela Comissão Disciplinar e pelo Conselho de Justiça. Não podemos confundir três jogos com quatro meses. Não estou aqui a dizer quem é que decidiu melhor. Deveria ter havido mais cuidado, porque a desproporção das decisões coloca em causa o trabalho de credibilização do futebol. Era preciso alguém tomar uma atitude. A sua demissão foi um murro na mesa? Foi um grito de revolta. Não era mais lógico demitir-se Ricardo Costa? Não. Se alguém tinha que se demitir, era eu. Nesse dia almocei com Pedro Passos Coelho na Mealhada e ia para Vagos para uma acção de campanha interna para a liderança do PSD. Sabe quem é que me ligou a dar nota da decisão do Conselho de Justiça? Quem? Não imagina. Foi Jorge Nuno Pinto da Costa. Fez questão de ligar-me para dizer qual tinha sido a decisão do Conselho de Justiça. Esta é a parte que posso contar desse telefonema. Depois de o deixar de mão estendida, ligou-lhe para lhe comunicar a sua vitória no Conselho de Justiça. Você ainda não sabia de nada? Não. A decisão deveria ter sido tornada pública naquele preciso momento. Não estou com isto a dizer que o presidente do Porto tivesse tido acesso a inside information. Estava dentro do carro, e recebi um telefonema de um número que não tinha gravado. Atendi e ouvi: ‘Daqui fala Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do FC Porto’. E transmitiu-me a decisão do Conselho de Justiça e depois disse-me um conjunto de coisas que não posso tornar públicas. Porquê? Não são reproduzíveis? Não posso, não devo. Sei o que é publicável e transmissível, e o que não é. A partir desse momento, procurei confirmar a informação, pois havia muita contra-informação a circular – a RTP chegou a noticiar uma coisa à hora de almoço que não se veio a confirmar. Mais tarde, o secretário-geral da Liga de Clubes confirmou-me a decisão. Perante esta situação, ponderei sozinho algumas horas e decidi renunciar ao cargo de presidente da Liga de Clubes. Informei os meus colaboradores e solicitei a todos os titulares de cargos nos órgãos da Liga que se mantivessem em funções para manter a normalidade. http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Desporto/Interior.aspx?content_id=173455 O que é que se pode dizer depois de ler isto? Mais do mesmo. Há vinte e tal anos que é assim. E o mais grave é que todas as pessoas, mesmo as que defendem estes tipos sabem, ou pelo menos não se admiram nada, no seu íntimo, que o que aqui foi dito é ou seja verdade, pois o carácter dos dirigentes em questão é, por todos, conhecido!

off-topic Já ninguém se admira...

Bilhetes pagam vistos no SEF A troco de bilhetes para jogos de futebol e outras ofertas aceleraram procedimentos de legalização de jogadores e familiares apresentados pelo FC Porto". Assim se lê no despacho de arquivamento do DIAP do Porto das suspeitas de corrupção no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). Embora tenho ficado provado que os funcionários do SEF agiram fora do exigido na lei, o DIAP considera que apenas obedeceram a "uma prática institucionalizada a nível nacional, no SEF", no que se refere a atletas estrangeiros. O "comprometimento" entre Hugo, funcionário do FC Porto, e elementos do SEF chegava até à entrega de camisolas, mas o DIAP crê que não houve dolo na autorização dos vistos, sempre pedidos pelos dragões no Consulado de Portugal, em Vigo, Espanha. Mas há outros aspectos no inquérito levado a cabo após denúncia anónima. Leandro do Bonfim, Ibson, Cléberson, Cláudio Pitbull e Anderson jogaram oficialmente pelo FC Porto – então, tinha também equipa B – quando "não estavam habilitados com o adequado título jurídico". Isto porque os brasileiros actuaram pelos dragões quando tinham vistos de curta duração e esperavam pelo vistos de residência. O FC Porto pagou diversas contra-ordenações, a maior quantificada em 10 506 euros. O caso de Anderson, agora atleta do Manchester United, traz outro aspecto curioso. Chegou ao FC Porto (ordenado de 33 mil euros) ainda menor, pelo que se tornou urgente providenciar um emprego de cozinheira (369 euros) para a mãe do brasileiro. "Só acredita quem quer", diz o DIAP, sem dúvidas sobre a falsidade do contrato. http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/sport/fc-porto/bilhetes-pagam-vistos-no-sef

Re: off-topic Já ninguém se admira...

Isto foi tudo por causa da história dos túneis??? Se calhar deve ter sido!!! Têm cá uma lata, esses corruptos do fcp!!! E preparem-se que para o ano vai haver mais, já que este ano, nem com o Braga, conseguiram nada!!! Só não vê, quem não quer ver!!!

Re: off-topic Já ninguém se admira...

Fica uma entrevista curiosa que aparentemente não teve qualquer impacto ao contrário dos "sms´s de benfiquistas".. Coacção? Nãoooo... O presidente do FC Porto deixou-o de mão estendida no Estádio do Algarve. Vêem-no como aliado do Benfica, mas define-se como sportinguista e 'aliado do futebol'. Hermínio Loureiro, ex-presidente da Liga de Clubes, fala pela primeira vez das pressões no futebol. Valentim ou Pinto da Costa nunca lhe disseram para controlar o que Ricardo Costa (presidente da Comissão Disciplinar da Liga) andava a fazer? A única pessoa que me falou do Ricardo Costa foi o Adelino Caldeira, vice-presidente do FC Porto, a 3 de Setembro de 2008 num almoço no restaurante Lusíadas, em Matosinhos. Ele foi clarinho e apreciei a frontalidade. Disse-me: ‘Meu caro, ou você corre com o Ricardo Costa e tem a vida facilitada ou vamos fazer-lhe a vida negra’. Certo é que não mudei a orientação de total autonomia que dei desde o início à Comissão Disciplinar. Desde esse dia que percebi que me iam fazer a vida negra e fizeram. Por que queria o Porto afastar Ricardo Costa? Tem a ver com as decisões disciplinares do Apito Dourado, como é evidente. Mas, em nenhuma circunstância, o presidente da Liga podia destituir este ou aquele. O Filipe Soares Franco, presidente do Sporting, também várias vezes sugeriu que eu substituísse o Vítor Pereira – que é a pessoa que mais percebe de arbitragem em Portugal. Não sei se o futebol português está preparado para a autonomia que eu decidi. Porque o presidente da Liga é fustigado por todos (por dirigentes, por especialistas de tudo e coisa nenhuma, por comentadores de segunda e terça-feira) sobre matérias sobre as quais não tem a mínima responsabilidade. O que aconteceu depois dessa conversa com o Adelino Caldeira? Essa conversa foi tida num registo de grande urbanidade. Mas a partir desse momento aconteceram coisas absolutamente artificiais como a novela da entrega do troféu de campeão que levou o Porto a escrever uma carta ao secretário de Estado do Desporto a fazer queixa da Liga. O barulho que fizeram! Quando se sabe que esteve marcada a cerimónia – combinada por Óscar Fernandes, funcionário da Liga, que tratou tudo com o FC Porto – e que essa entrega não foi feita porque Pinto da Costa tinha casamento marcado com a senhora Filomena. Obviamente, se o presidente do Porto não estava presente, a Liga não ia fazer essa entrega. E Tiago Craveiro, secretário-geral da Liga, várias vezes falou com Antero Henriques (director do FC Porto) para tentar marcar uma data para a entrega do troféu, mas nunca havia disponibilidade. Criou-se a ideia de que a Liga não queria entregar o troféu ao Porto – isto cabe na cabeça de alguém? O resto da entrevista em: http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Desporto/Interior.aspx?content_id=173455 Abraço

Re: off-topic Já ninguém se admira...

Coloquei essa entrevista mesmo agora ainda antes de ler o teu comentário. Nem de propósito... Ehehehehehe. Abraço.

Re: off-topic Já ninguém se admira...

:) A cena do Adelino Caldeira é mesmo de baixo nível... Enfim assim é e assim continuará a ser até ao dia em que alguém de facto tenha coragem de agir.. Abraço

Re: off-topic Já ninguém se admira...

Sem dúvida! São estas personagens que fazem com que o futebol português esteja cada vez mais podre. E nem quero imaginar o que lhe disse o Pinto da Costa quando lhe telefonou. É como dizes. O futebol em Portugal vai continuar assim até aparecer alguém com eles no devido sítio e que ponha estes indivíduos no seu devido lugar. O Hermínio Loureiro pode ter feito um bom trabalho, mas pecava por ser demasiado permissivo. Abraço.