O caso francês | Relvado

O caso francês

 

Ora, as críticas que surjem acerca da Selecção gaulesa não nasceram ontem, muito antes, bem antes deste Mundial e do último Europeu. As polémicas começaram com a chegada do Domenech, que por mim é um treinador com muito pouco conhecimento táctico e que sempre se envolveu em conflitos com os seus jogadores.No último Mundial, todos se lembram da péssima Fase de Grupos que fez a França, qualificando-se à rasca para os oitavos, mas o que é que aconteceu a partir daí? Muito simples, surgiram os líderes da equipa como Zidane e Vieira e Thuram, reorganizaram o plantel e chegaram mesmo a ter mais voz que o Domenech. O próprio Zidane revelou que nunca teve muito afecto pelo seleccionador. Esse mesmo Zidane propulsionou a França até à final deixando no caminho Espanha, Brasil e Portugal... O seleccionador nisto tudo não teve voz nenhuma nos jogadores, apenas fazia o 11 e as substituições e os jogadores ficavam a ouvir os conselhos dos seus respeitados líderes...Ora, seguindo para o Europeu 2008, o fiasco e as péssimas exibições levaram a equipa até aos quartos, denotando-se a falta de líderes no balneário e de um seleccionador que imponha respeito. A partir daí, tudo fez acreditar que Domenech estaria de saída, o certo é que ficou, tendo a voz do Platini aconselhado o presidente da Federação Francesa, quando tudo previa que a geração 98 ia pegar nas tutelas com Blanc e Deschamps na linha da frente. O certo é que Platini odeia aquela geração que foi campeã do mundo, despreza Zidane e Deschamps por terem triunfado mais do que ele na "Vecchia Signora", levando assim a Selecção ao lugar onde está.Este ano as críticas foram muitas que se acumularam aos precedentes... Existe o caso do hotel onde está alojada a Selecção (das mais luxuosas da competição e expansivas em tempo de crise) muito criticado pelo governo e os franceses. Em termos desportivos previa-se o mau desempenho da Selecção francesa que continuava a ser comandada pelo Domenech, mesmo sabendo-se do desrespeito da maior parte do plantel (Malouda, Ribéry, Evra, etc). Os ditos lideres chegaram a revoltar-se contra a FFF devido à expulsão do Anelka (há quem diga que foi a 1ª vez que se viram os jogadores unidos) por causa das palavras proferidas ao Domenech no intervalo contra o México, mas os adeptos franceses não o entenderam assim, virando as costas aos jogadores por estes se permitirem fazerem uma greve em tempo de crise...Todas estas histórias se foram acumulando desde a chegada do Domenech, que nunca foi a pessoa certa para o cargo, chegando mesmo a haver a implicação do poder político no caso, tendo no final do dia de ontem levado os jogadores ao arrependimento, inclusive chorando com as palavras da ministra do Desporto (que chegou a dizer-lhes que deixaram de ser os ídolos dos franceses, passando mesmo a ser odiados)...Isto tudo parecendo um romance, mas que me leva a entender que foram 4 anos perdidos para a Selecção francesa, levando a uma revolução pós-Campeonato do Mundo com a chegada do Blanc.. Mas depois de que tudo o que aconteceu... Será ele o salvador? Anelka voltará a ser chamado, assim como os "revolucionários" Evra, Gallas, Ribéry, Malouda e Henry? Qual é a vossa opinião acerca de todo este caso?arkit

Mundial 2010:

Comentários [14]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Por viver em França...

garanto-vos que o problema é uma conjugação de IMENSOS problemas: da esfera administrativa de uma federação incapaz, a incompetencia de um selecionador odiado, passando pelo ego de certos jogadores, e tambem um pouco porque a imprensa torna coisas ridiculas em casos de gravidade nacional... Por isso, nem irei alongar-me na novela, ja que esta semana promete muita polémica por parte dos jogadores que prometeram falar em breve daquilo que se passou no mundial dentro da equipa! Por isso, e para finalmente poder fazer um balanço, é esperar por estas declarações. Mas o problema é ENORME.

Ó usuário dos 4 piscas para o chauvinismo Françiú

ainda falta levarem muito, nessa tarraqueta..., desde os Jornais para as Revistas que dão «"Ballon´s" d´Or qual France Football "Revue"», que mais chauvinista não existe, terem mamado com um Domenech atrasadinho-mental de todo, só não sei como o Parreira não lhe afiambrou um selo, naquelas trombas, devem penar e por muitos anos, dado o mal que tem feito ao Futebol Europeu e Mundial alguns dirigentes "Françíus", será que já se esqueçeram do caso Tappie e Marselha na Liga dos Campeões, e este que foi um excelente jogador mas como dirigente Uefeiro é um Porco do mais nojento que existe de seu nome Michel Platini, pode ser que comecem a comer do mesmo mal, desde o Europeu em França que nem os posso ver, ladróes encartados e seguros como alguns cá no condado Portucalense, nem vale a pena dizer o nome todos sabem quem são os vígaros...???!!! De Jadscl

Que te fez o Platini meu caro?

O problema da França é profundo...

...muito profundo...

Já ontem o tinha dito

Não me deu prazer especial ver a forma humilhante como a França caiu mas também não esperava outra coisa porque de facto é como se diz, quando a coisa nasce torta, tarde ou nunca se endireita e esta selecção é um caso flagrante disso. Depois do anúncio da contratação de Blanc como novo treinador da selecção não restava outra coisa a Domenech se não pedir a demissão mas não o fez seguramente porque teria mais a p€rd€r do que a ganhar portanto arriscou ir para um Mundial com a sua posição fragilizada. A sua liderança foi posta em causa primeiro pela federação e de seguida pelos jogadores que perceberam a fragilidade do treinador que estava completamente exposto. Depois, depois seguiu-se o triste espectáculo que pudemos assistir. Há uma imagem do jogo de ontem que descreve este "caso francês", Domenech sozinho no centro do terreno de jogo de mãos atrás das costas a olhar para o vazio. Essa imagem vale mais que mil palavras, vazio de liderança, um treinador sozinho, sem ideias e com pouca vontade de fazer o que fosse para melhorar as coisas. No fundo no fundo aposto que Domenech estará bem satisfeito por isto tudo ter acabado. Uma certeza tenho, esta França mesmo antes de se deixar cair por completo já se está a levantar portanto é de esperar que surja forte na próxima grande competição e desta vez com um treinador ambicioso, jovem, conhecedor e respeitado. Cumprimentos

Liderança..

O problema da selecçao francesa é simples e básico, foi a falta de uma LIDERANÇA forte que levou a um acumular de situações dúbias que explodiu no Campeonato do Mundo. A selecção serviu para um jogo de interesses entre o presidente da Federação, Platini e selecionador logo o destino não podia ser risonho. A gota de água foi anuinciar a saída do treinador no final do Campeonato do Mundo, o pouco poder que o treinador poderia ter desapareceu num segundo. Além disso, o actual selecionador francês é fraco e sempre medroso.. Numa selecção com tantos bons jogadores a escolha de um treinador sem créditos firmados leva a que os super egos dos jogadores esquecessem simplesmente o treinador. Culpados? A federação francesa e se esta vergonha não levar a uma mudança radical na estrutura francesa o mal pode ser contido mas não irá desaparecer..

De bradar aos céus

Não discuto o que é dito no comentário, concordo em absoluto. O que eu acho que é de bradar aos céus é dar-se uma importância destas ao futebol! Países inteiros ficam eufóricos ou deprimidos por causa de bola, morre-se em festejos e em manifestação por causa de bola! Parece que vivemos na idade da pedra... Enquanto não se perceber que os golos do Ronaldo não baixam o desemprego, as fintas do Messi não travam as taxas de juro, as defesas do Casillas não matam a fome continuaremos a viver rodeados de "heróis" que recebem milhões para espetar biqueiros em bolas. Quero lá saber da França, Alemanha, Argentina, etc dos seus jogadores e treinadores.

Re: De bradar aos céus

sim realmente concordo plenamente ctg, e muitos franceses já disseram o mesmo, mas vê-los a darem-se o luxo de fazerem greve ganhando o que ganham por lá estarem e sabendo da crise que se gere no mundo...eles irão ganhar 300 mil euros cada(agora com esta polemica julgo que será consideravelmente mais baixo) com este dinheiro todo seria um excelente contributo para os mais pores ou consequentemente para o futebol amador... cumps

Na minha opinião

há vários factores extra futebol... A frança começa logo por ter uma seleção algo desgastada e em processo de renovação. A relação de Domenech com (o mundo?!) toda a gente parecia estar no extremo e já antes do mundial saber que vai sair da seleção provavelmente não terá ajudado (ainda ontem recusou cumprimentar o Parreira) a melhorar o ambiente. Fala-se , e o autor deve saber melhor do que eu, que jogadores como o Gourkouv (que se diz ser a próxima estrela da companhia) era ostracizado pelo restante grupo nomeadamente ribery... Depois o grupo implodiu - ou explodiu mesmo: - o suposto insulto de Anelka e a sua expulsão. - a entrada de ribery no programa de TV a dizer que estava com anelka - a entrevista de Evra e a discussão do mesmo com o preparador fisico - a rábula dos patrocinadores - o não treinar consequencias: - péssimos jogos - cortes na publicidade - vexação publica Nisto tudo, Domenech acaba por sair menos mal, pois sem duvida que o grupo de jogadores se portou muito mal com a seleção / publico. haverá alguns a terminar a carreira na seleção e muita verdade a vir ao de cima. Mas uma coisa ninguém lhes tira a pouca vergonha e falta de respeito para todo uma população.

Re: Na minha opinião

Gourkuv?! ahahahahah

Re: Na minha opinião

foneticamente não estive muito mal ;)

Re: Na minha opinião

realmente acerca do Gourcuff é algo de muito estranho, ainda antes do jogo com a Africa do sul o proprio Ribery veio a público esclarecer este caso, e diz que nunca teve problemas com ele, antes pelo contrário, viu que ele estava mal e aconselhou-o...agora será verdade... o Certo é que Gourcuff está numa clara fase psicologica muito em baixo, quem o viu no ano passado em baixo e quem o vê este ano... eu proprio afirmava de que seria o proximo Zidane, notava-se dele muitas caracteristicas semelhantes as do antigo nº10. Mas julgo que ele não aguentou tanta pressão de vir a ser comparado com este astro e não se sente a altura do desafio. falta-lhe confiança e quem lhe dê confiança, coisa que o Domenech nunca iria conseguir...agora a ver com o Blanc... cumps

A eliminação da França...

...faz a alegria de muitos portugueses mas não a minha. Não tenho nenhuma ligação especial com os ditos, mas também não nutro um ódiozinho de estimação pelos franceses ou qualquer outro povo que tenha encavado a nossa selecção no passado. Acho, por exemplo, perfeitamente patético detestarmos os gregos simplesmente porque nos venceram a final de um europeu na nossa casa. É redutor para o povo português e revela uma enorme falta de poder de encaixe e saber perder. O verdadeiro medo passava por voltar a defrontá-los numa fase mais adiantada da prova e, mais uma vez, ficar pelo caminho. Quanto aos problemas vividos pela selecção gaulesa na presente prova, começaram na forma como conseguiram a qualificação para o Mundial e culminam no seleccionador, que é claramente o elo mais fraco de uma equipa recheada de estrelas. De qualquer forma não gostei da arbitragem vergonhosa do jogo frente à África do Sul. E já contra o México me pareceu que em caso de dúvida se beneficiava a formação sul-americana. Não é correcto pagar erros com decisões grosseiras no sentido contrário. A expulsão de Gourcuff e o primeiro golo do bafana bafana são exemplo disso mesmo...

Re: A eliminação da França...

sim...a expulsão do Gourcuff foi mesmo ridiculo...então o rapaz agora tem de cortar os braços para saltar? julgo que é algo automatico que quando saltamos para cabecear uma bola levantamos os braços tambem, só se saltarmos como um peixe , de braços esticados ao longo do corpo...poderia ser amarelo, mas vermelho nunca...mas o que me chateou ainda mais é ouvir os comentadores a afirmarem de que foi bem expulso... eu tambem nao posso ter odio naquela selecção, gostei muito de ver jogar a geração 98, agora vir a ter odio só porque fizeram aquilo que tinham que fazer contra nós (2000, 2006), ok que ganharam-nos por penalty (que sempre foram penaltys bem assinalados), mas crucificar por exemplo o Zidane por fazer aquilo que lhe competia já é cair no ridiculo...o que pensarão os ingleses de nós?