Arbitragem: "Deixei de andar com a minha filha de 3 anos na rua" | Relvado

Arbitragem: "Deixei de andar com a minha filha de 3 anos na rua"

A divulgação dos dados pessoais dos árbitros em 2011/2012 pôs os juízes do apito agoniados.
 
Vasco Santos

Vários árbitros de futebol foram ouvidos esta quarta-feira no âmbito do processo Cardinal e afirmaram que se sentiram inseguros, depois de ter sido divulgada uma lista com dados pessoais de 25 árbitros na época respetiva a 2011/2012.

O antigo vice-presidente do Sporting, Paulo Pereira Cristóvão, está a ser julgado por um crime de burla qualificada, de branqueamento de capitais, dois de peculato, mais um de devassa por meio informático, um de acesso ilegítimo e, por fim, um de denúncia caluniosa agravada.

Através de videoconferência, Artur Soares Dias, Jorge Sousa, Vasco Santos e Rui Silva, 4 dos 33 árbitros que surgem no processo por reclamarem uma indemnização pela divulgação de dados pessoais na época 2011/2012, prestaram depoimento em mais uma sessão do julgamento.

Artur Soares Dias, da associação do Porto, assumiu que quando soube da existência da lista sentiu que a sua família podia estar em risco, pois qualquer cidadão que tivesse acesso aos dados podia ter "um momento de loucura e um comportamento socialmente incorreto". O árbitro internacional diz ter visto, na lista, "moradas, números de telemóvel e graus de parentesco". Adiantou ainda que recebeu vários contactos de pessoas que não conhecia e que por isso se tentou precaver: "Por várias vezes fui abordado via telefone por pessoas que não conheço. Tenho colegas que passaram pela mesma situação. Aumentei a minha vigilância, tomei diligências com o banco. Acrescentei câmaras de vigilância em casa".

Artur Soares Dias negou ter recebido algum tratamento especial quando arbitrava jogos do Sporting no Estádio de Alvalade. Quanto à expulsão de Paulo Pereira Cristóvão, que como já demos conta está a ser julgado, Artur Soares Dias justifica a expulsão por ser um elemento estranho ao jogo. Foi a 22 de dezembro de 2011, num encontro da Taça de Portugal entre o Sporting e Marítimo.

Jorge Sousa, considerado o melhor árbitro português em 2014/2015, explicou não conseguir ser «preciso nem rigoroso» sobre quem divulgou os dados, mas que sente «revolta e nojo» sobre a divulgação da lista e que é «uma grande coincidência» o ataque informático que ocorreu ao sítio da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF).

Vasco Santos foi outro dos árbitros que participou na sessão e que confessou que a divulgação dos dados lhe causou "revolta e receios", que o faziam "desconfiar de toda a gente". Como tal, o árbitro de 39 anos, admitiu que teve de "alterar algumas rotinas", uma das quais deixar "de andar com a filha de três anos na rua". Vasco Santos afirmou ainda que na temporada de 2011/2012, num dos encontros que dirigiu em Alvalade, lhe foi oferecida uma camisola do Sporting com o seu nome e idade, bem como uma mascote do clube.

Rui Silva, árbitro de Vila Real, mostrou também receio relativamente à divulgação dos seus dados, uma vez que a sua profissão "mexe com paixões". Sublinhou que já teve "jogos complicados" e confessou que teve medo que estivessem "à porta de casa para fazer mal à família".

São esperados mais oito depoimentos, sete dos quais árbitros de futebol, no âmbito deste julgamento.

I Liga:

Comentários [7]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

o melhor disto tudo

é que nem o sporting nem o fcp tem patrocinador ...é incrivel

O melhor disto tudo, é que se

O melhor disto tudo, é que se ficou a saber que o besfica é uma porta de entrada para narcotráfico internacional... É incrível...

Puto estúpido...

deve ser tão confrangedor perceber o evidente, e vir com uma mera questão de merchandising para tentar desviar as atenções...
Só te enterras, palhaço de merda !!!

"Uma palhaçada sem vergonha

"Uma palhaçada sem vergonha nem surpresa antes do FC Porto x Benfica

Surpreendidos? Não. Ninguém pode estar. Nem agora, nem no final da época. A Liga Aliança está aí para durar. E em vésperas do clássico entre FC Porto e Benfica, vemos mais uma vez como a integridade, coerência e competência do CA da FPF estão comprometidos. Ou o particípio passado do verbo vender no plural.

Depois de na primeira jornada termos tido «Um wonderboy apropriado para Maxi Pereira», agora temos não outro que não o Wonder Man João Capela. Reparem: na 1ª jornada, o CA achou por bem nomear o árbitro que mais cartões mostrou em 2014-15. E agora, em vésperas do FC Porto x Benfica, Vítor Pereira nomeia o árbitro que mais cartões mostra em 2015-16.

O recordista de cartões antes do clássico com o Benfica

A época ainda agora começou... e João Capela já mostrou 33 cartões! Expulsou 4 jogadores e mostrou uma média de 7,25 cartões por jogo. Nunca houve uma média tão alta de cartões. A época passada, o pior foi Fábio Veríssimo, com 6.5.

Não é só isso. Não é segredo para nenhum adepto de futebol que é nos jogos fora de casa que há maiores probabilidades de perder pontos. O CA da FPF sabe disso. E a maior prova é que nos últimos 11 jogos que João Capela apitou do FC Porto, 10 foram disputados fora do Dragão! Agora vamos para o 11º em 12, em Arouca. Ou seja, o CA da FPF prefere nomear João Capela para os jogos onde há mais probabilidades do FC Porto perder pontos. É que convém, imenso, a muita gente, que o FC Porto tropece antes de receber o Benfica, pois não está fácil ir ao Dragão: o FC Porto ganhou TODOS os jogos disputados em sua casa em 2015. E só sofreu dois golos, um deles do poderoso Bayern Munique. De resto, 15 jogos, 15 vitórias.

Continuando no tema Capela. Como devem saber, o Benfica nunca sofreu golos em jogos arbitrados por João Capela. São já 13, 1170 minutos. Para quem não sabe, apenas 10 guarda-redes na história do futebol, um deles Vítor Baía, estiveram tanto tempo sem sofrer golos. João Capela pode nunca vir a ser um bom árbitro, mas por favor, dêem lá um par de luvas ao homem! Troquem lá pelo Paulo Lopes, visto de longe nem se nota diferença! Fica o conselho.

Adiante. Com João Capela, o FC Porto leva 3 derrotas seguidas. Os últimos seis jogos com João Capela foram todos disputados fora do Dragão e o FC Porto só ganhou um, em Setúbal. De resto foram quatro derrotas (incluindo a final da Taça da Liga) e um empate. E para todos os efeitos, o jogo entre Arouca e FC Porto trata-se de um jogo entre líderes do campeonato.

João Capela só «serve» para apitar fora do Dragão.

Se quiserem continuem a entreter-se com o Baía, com o telefonema, com o presidente do Arouca e com o sítio onde vamos jogar. São essas distrações que convêm a muita gente, pois enquanto dedicam tempo de antena a essas coisas, voltam discreta e descaradamente a atacar o FC Porto pela via que fez do Benfica campeão em 2014-15. Uma palhaçada à Capela, na jornada em que vão tentar reabilitar um amor antigo no Benfica x Belenenses. Ou uma Paixão antiga, depois daquele ar de pânico em Paços de Ferreira, ao perceber que tinha que assinalar um penalty contra o Benfica. Mais, temos um epílogo em potência: Bruno Paixão admite erros no Benfica x Belenenses. Nesse jogo que aqui recordamos, transformou uma falta de Simão num penalty para o Benfica e na sequência disso expulsa dois jogadores do Belenenses. Alguém tem desejos de déjà vu. Não só relativamente a Capela e a Paixão, mas também ao filme de 2014-15."

PQP já não há VERGONHA na Liga dos Capelas!

O Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) divulgou, esta quarta-feira, o quadro de nomeações para a quarta jornada da Primeira Liga.

Um dia depois da data habitualmente usada para a divulgação das designações de juízes - terça-feira -, o órgão que tutela a arbitragem nacional anunciou as escolhas.

Logo à partida, a jornada abre com um dérbi lisboeta, entre o bicampeão nacional Benfica e o Belenenses. Na Luz, o encontro será dirigido por Bruno Paixão.

No sábado, o Arouca recebe o FC Porto, no Municipal arouquense. O lisboeta João Capela arbitra a partida.

Por fim, no domingo, o Sporting visita Vila do Conde, para defrontar o Rio Ave. Hugo Miguel (AF Lisboa) estará neste encontro.

Bem, o Paixão na Luz nao convem levar o jogo para prolongamento (como fez em Paços), porque lá se vai a promoção tempo de descontos, alguem da "extrutura" que o avise!

O Vítor Pereira...

ainda vai arranjar forma de pôr o SLB em 1º lugar após o Porto-Benfica do Dragão...

LOLOLOLOLOL Isto só já dá para rir, porque qualquer dia, eu cago-me de vez para esta merda do futebol !

Se a vida de árbitro é assim tão dificil...

dediquem-se por inteiro à vossa actividade profissional !

Puta que vos pariu !!!