Queixa sobre Vouchers do Benfica: "são estratégias para ganhar campeonatos" | Relvado

Queixa sobre Vouchers do Benfica: "são estratégias para ganhar campeonatos"

Vitor Pereira em entrevista aborda temas quentes sem tabús.
 
Vítor Pereira, presidente do CA da FPF

Vitor Pereira concedeu uma grande entrevista ao jornal "Record" onde abordou todos os temas quentes mas sem qualquer tabú. Desde a questãos das ofertas dos vouchers do Benfica, até à ausência de árbitros no próximo europeu de França, o presidente do Conselho de Arbitragem não se escondeu das respostas. Transcrevemos aqui algumas questões e respostas do diário português:

R: Por que só agora quebra o silêncio depois de tantos ataques que foram dirigidos à arbitragem sem que tivesse tido qualquer intervenção pública?

VÍTOR PEREIRA – Entendemos que as nossas intervenções públicas devem ser pontuais e só quando as consideramos indispensáveis. Os árbitros devem ser discretos na sua atuação, desportiva e social, tal o Conselho de Arbitragem.

R: Mas a verdade é que os árbitros têm estado debaixo de fogo desde o início da época.

VP – É verdade e por isso entendemos ser este um momento importante para transmitir algumas sensibilidades. Esta tem sido uma época intensa, com o aumento de candidatos ao título e da competitividade no seu todo. Isso conduz naturalmente a uma maior dificuldade para os árbitros.

R: Este momento coincide também com a apresentação formal de uma queixa do CA no Conselho de Disciplina contra Bruno de Carvalho.

VP – Não foi a única nem a primeira participação. Sempre que do nosso ponto de vista existam declarações que possam compaginar um atropelo ao fair play e ao espírito desportivo ou desrespeito pelos árbitros, o Conselho de Arbitragem remete participações para as entidades competentes, neste caso os órgãos disciplinares.

R: Quando diz que esta não foi a única nem a primeira participação está a referir-se exclusivamente a Bruno de Carvalho ou a outros dirigentes?

VP – A todos os dirigentes. Sempre que há uma declaração que contraria e ultrapassa o limite das normas éticas e pode ir contra o respeito pelos juízes desportivos, procedemos desta maneira.

R: Portanto, já houve queixas contra dirigentes do Benfica e FC Porto?

VP – Dirigentes, treinadores, agentes desportivos. Repito: sempre que há declarações nesse sentido, enviamos a respetiva participação. Sem nenhum tipo de persecução. Fazemo-lo porque achamos que é a forma de defender a verdade desportiva, repor justiça, dar tranquilidade à competição e chamar a atenção para a responsabilidade que todos os intervenientes devem ter para evitar tudo o que tenha a ver com acirrar ânimos, acicatar ambientes e aumentar a pressão. E, de facto, o que se pretende com determinadas declarações é criar pressão. Não tanto para o jogo que passou, mas para os que vêm a seguir. E essa pressão é dirigida a árbitros, árbitros assistentes e passou a haver também sobre observadores, por causa das notas, e aos dirigentes da arbitragem. Mas uma coisa garanto: os árbitros, os observadores e o CA estão absolutamente imunes às pressões e vão continuar a seguir o seu caminho, respeitando as leis do jogo, credibilizando as competições e o futebol. Sempre tranquilos e seguros deste caminho. Esta indústria desportiva deve ser uma escola de valores para o futebol. E um dos contributos mais importantes da competição profissional, para além da ação num espetáculo de elite, é ser exemplar nos comportamentos e prática desportiva.

R: As participações que fez nesse âmbito deram algum resultado?

VP – Umas resultaram, outras não. Temos de aceitar o que os outros órgãos decidem. Cada um tem a sua autonomia e quadro de competências e atuação. Nós fazemos aquilo que podemos fazer.

R: O CA não está desiludido com as consequências que têm tido as suas participações?

VP – A pirâmide da organização do futebol deve criar condições e tomar as medidas para defender a própria competição. Todos os agentes e órgãos devem estar conscientes desta missão. Por consequência, cada um faz o que pode fazer e o melhor possível.

R: O CA já procurou reunir-se com o presidente do Sporting para procurar evitar mais momentos de conflitualidade?

VP – O Conselho tem uma política de porta aberta. Estamos sempre disponíveis para receber os clubes que solicitem reuniões e em sede desses encontros explicar tudo com total transparência. Explicar os critérios, as razões, auscultar sensibilidades. Fazemo-lo com todos os clubes e com agrado. Encaramos esses encontros como reuniões de trabalho entre pessoas que estão envolvidas na mesma atividade e que procuram o mesmo objetivo: o sucesso da competição.

R: No quadro atual não deveria o CA tomar essa iniciativa?

VP – Não temos tido essa prática.

R: Qual foi a última vez que o presidente do Sporting veio à FPF falar com o CA?

VP [após algum silêncio] – A reunião que tivemos com o senhor presidente do Sporting foi pouco tempo depois da sua tomada de posse. Foi o único encontro formal entre o CA e o Sporting.

R: E com o Benfica e FC Porto houve reuniões mais recentes?

VP – Há sempre que os clubes nos solicitam. E tem havido ao longo destes quatro anos com variadíssimos clubes. É um momento importante para o CA perceber a sensibilidade dos clubes, recolher algumas notas e propostas que nos deixam. Aliás, no início da época o CA promove reuniões com treinadores, capitães e diretores desportivos. Temos total respeito por todos os intervenientes e queremos também o mesmo tratamento.

R: Não compreende que os presidentes dos clubes com maior notoriedade prefiram a comunicação social para exporem as suas críticas do que procurar o CA?

VP – Se me pergunta se esse é o veículo correto de comunicação entre um clube e a estrutura da arbitragem, digo-lhe que não é. Acabei de dizer que temos um canal aberto direto. A questão é se de facto o que se pretende não é uma comunicação direta com os responsáveis ou se é criar ruído na opinião pública que possa de algum modo daí tirar dividendos. O que acho é que este quadro de árbitros e de dirigentes está preparado e tem experiência suficiente para não se deixar influenciar pelas pressões que possam ser colocadas.

R: Bruno de Carvalho negou perentoriamente ter dito que os árbitros são corruptos, ao contrário do que foi escrito no relatório do árbitro. Esta contradição não é preocupante?

VP [após pausa] – Vamos esperar pelas decisões e os trâmites processuais do inquérito. Aguardemos, como sempre, tranquilamente para que se faça justiça e que ela seja dissuasora.

R: Os árbitros não são corruptos?

VP - Eu disse isso numa conferência de imprensa quando estava na CA da Liga. Fui então muito criticado. Essa expressão passou um pouco à parte, algures em 2008. Disse-o nessa altura e digo-o hoje com a mesma convicção.

R: É admissível que um árbitro não reporte que receba vouchers de refeições ou ofertas dos clubes?

VP - A questão que se coloca é: é ou não normal os árbitros receberem determinadas ofertas? Se é normal, isso não é reportado. E nunca foi reportado.

R: No seu caso reportava?

VP – Não, nunca reportei. Nem eu nem ninguém. Não se reporta uma coisa dessas. Uma pessoa recebe uma réplica de uma camisola, ou um galhardete, que é recebido à frente dos observadores e delegados, com tranquilidade, e ninguém reporta, porque é normal. O que deve reportar-se? O que não é normal. Como os árbitros entenderam essas ofertas e outras como normais, não reportaram.

R: E como será no futuro?

VP - Se considerarem normal, não é necessário reportar.

R: Não o surpreendeu o valor das ofertas do Benfica, por exemplo?

VP - Não surpreendeu. É uma matéria que deixo para as entidades competentes, porque extrapola a competência do Conselho de Arbitragem. Não acredito que algum árbitro se sinta incomodado, coagido, ou que numa próxima arbitragem possa beneficiar ou prejudicar por ter recebido ou não. Se me perguntar se os árbitros gostaram de receber a camisola do Eusébio, acredito que sim. Eu não tenho essa camisola mas arbitrei a festa de homenagem ao Eusébio. Ter arbitrado essa festa foi um momento importante da minha carreira. É uma coisa normal e agora devem ser as instâncias devidas a decidir se tais ofertas saem dos padrões normais. O objetivo é que não se repitam estes ruídos e que as pessoas possam sentir-se tranquilas a dar e a receber.

R: Acha que foi feita uma tempestade num copo de água?

VP - Acho que são ações que inserem em estratégias para ganhar o campeonato. São colocadas em prática. Se são mais ou menos corretas, não me compete qualificar.

R: Quando árbitro, qual foi a melhor prenda que recebeu?

VP - Foram muitas. Lembro-me por exemplo que a 21 de abril de 1999 dirigi a meia-final da Champions, entre o Bayern e o Dínamo Kiev. No final, o presidente do Bayern, Franz Beckenbauer, ofereceu-me um relógio do clube com a data do meu aniversário. Foi no final do jogo, na presença do delegado da UEFA e do observador dos árbitros. Já teria sido uma prenda arbitrar uma meia-final da Liga dos Campeões, mas não deixou de ser um gesto simpático, que gostei. Não é um relógio de ouro, que vale isto ou aquilo. Foi mais simbólico, por ser num dia especial.

R: Fala muito com os árbitros ?

VP - Nem muito nem pouco. Falo quando tenho de falar. Esta semana reunimo-nos no Luso e tive a oportunidade de falar com este e aquele.

R: Fala antes ou depois dos jogos?

VP - Antes e depois. Falamos por telefone, por e-mail, por Skype. Naturalmente.

R: Conversas do género daquela que Marco Ferreira diz que teve com ele?

VP - As nossas conversas servem para motivar o árbitro, como os treinadores fazem com os seus jogadores. Para arbitrar bem, para ser o melhor em campo, para defender a competição, ser imparcial. Damos-lhes conselhos que resultam da nossa experiência de 30 anos. Até lhe digo, os árbitros querem que o seu presidente fale com eles sempre que for entendido. Sempre que há um contacto telefónico, há um agradecimento. Sinto-me totalmente tranquilo, sem problema em relação a isso.

R: Até quando o Carlos Xistra vai estar castigado?

VP - Não está castigado! Falamos de gestão de pessoas, física, técnica e emocional. É notório que o Carlos Xistra, que é um árbitro internacional, que é um dos árbitros que temos para jogos de grau de dificuldade elevada, estava a passar por um momento menos bom de forma. Entendemos que ele devia recuperar o estado anímico, a autoconfiança e a sua condição técnica.

R: Ficou desiludido com aquele episódio no final do jogo de Guimarães em que Xistra terá chamado burro a Sérgio Conceição?

VP - Todos temos na vida momentos bons e menos bons. Não há gente imperturbável do ponto de vista emocional. Somos seres humanos, temos os nossos medos. A pressão é grande sobre todos, tal como o medo de errar e de perder. E isto leva por vezes as pessoas, no calor da luta e do jogo, a extravasar um pouco aquilo que é a sua normalidade.

R: Ele confessou-lhe o erro?

VP - Não lhe vou dizer as conversas que tenho com os árbitros. Mas é evidente que falámos, que trocámos impressões. E vamos continuar a falar com eles e a fazer a gestão que melhor se comprometa com a atividade, respeite as competições e melhor garanta a credibilidade da competição. Estamos a falar de homens, que entram em campo com uma grande responsabilidade e por isso temos de criar condições para que estejam na plenitude das suas faculdades. Se virmos que alguma destas faculdades está afetada, procuramos resolver a questão e com os mecanismos que temos.

R: Vítor Pereira já tem acesso às notas dos árbitros?

VP - Não. Nem eu nem os quatro membros da Secção Profissional temos conhecimento das notas dos árbitros. Recebemos indicações, em alguns casos, sobre se o árbitro esteve acima ou abaixo do que é considerada nota mínima. Mas do grau de dificuldade, da nota ou da classificação, continuamos a não ter conhecimento.

R: Não era importante ter essa informação, até para efeitos de gestão do grupo?

VP - É conhecida a nossa posição. Quando alguém tem de decidir, aqui, nos tribunais ou nas empresas, gosta de o fazer com o máximo de informação possível, pois só assim a decisão será tomada com o maior rigor. Quando se limita essa oportunidade, está a retirar-se informação que poderia ser utilizada no processo de nomeações. E por isso trata-se de um constrangimento.

R: Pela experiência que tem, os jogos que vê também podem dar algumas informações…

VP - Eu vejo os jogos todos que dão na televisão e os meus quatro colegas veem ‘in loco’ um a dois jogos por semana. E no final do jogo vamos à cabina e falamos com os árbitros. Nas reuniões semanais discutimos tudo isso. A questão das notas positivas ou negativas: para nós, uma nota inferior a 3 é negativa, mas tanto pode ser 2.9 como 2.0. E a diferença é grande, do ponto de vista aritmético e do impacto no árbitro. Estamos à espera que a Procuradoria-Geral da República responda ao pedido que foi feito no sentido de clarificar se podem os membros que nomeiam os árbitros ter acesso às notas e aos relatórios. Enquanto isso não acontecer, sentimos alguns constrangimentos, porque devíamos ter mais informações. O que diz o observador em relação a uma ou outra decisão? Para nós era importante saber, até do ponto de vista formativo. Se o observador disser uma coisa, vamos pegar naquilo e vamos analisar com o árbitro. Assim, o que fazemos é a nossa própria observação e depois um comentário.

R: A entrada em funcionamento da Comissão de Análise e Recurso tem feito baixar as notas dos árbitros, e isso tem gerado neles algum desconforto. Têm-lhe feito sentir essa preocupação?

VP - Sim. Mas isso era mais ou menos evidente. Resulta do aumento dos meios colocados à disposição da organização. Se temos agora todos os jogos profissionais gravados, e antes não tínhamos, naturalmente vai levar a que haja mais informação. Vendo um jogo todo, são encontrados mais erros.

R: Também há a questão dos testes escritos. Os primeiros foram entregues em branco, por os árbitros não concordarem com o seu peso na avaliação final; os desta semana nem se realizaram. Esse é um problema resolvido?

VP -Já foi decidido que os regulamentos de arbitragem são aprovados e entram em vigor a 1 de julho de cada época e mantêm-se inalterados ao longo da época. Agora, há o compromisso do Conselho de Arbitragem e da Secção de Classificações para se encontrar um grupo de trabalho, com os árbitros e a APAF, de forma a desenhar um modelo que seja classificativo e formativo onde todos se sintam confortáveis e que todos considerem justo. Para a próxima época essa disposição está garantida. Para esta época a questão está resolvida.

R: O modelo aprovado para esta época não era bem aquele que os árbitros esperavam?

VP - A quem compete definir as linhas técnicas e políticas é ao Conselho de Arbitragem. Temos 13 pessoas e é muito heterogéneo. Tem internacionais, árbitros de 1ª e 2ª categoria, dirigentes que pertenceram à Liga, Federação, associações distritais chamadas grandes e de menores recursos. Há massa crítica. É um Conselho que discute e que encontra soluções. E é esse Conselho que decide. Mas o modelo é o utilizado ao longo dos anos por nós e pelas associações distritais. Entende-se que os testes escritos, físicos, em alguns casos o de inglês e os psicotécnicos, contem para a classificação dos árbitros. Não estamos a inventar a roda ou algo estranho.

R: Mas para este ano ter gerado descontentamento…

VP - A questão que se coloca é de outra dimensão. Do meu ponto de vista a razão não é essa, mas deixaria isso para outras análises.

R: Face ao novo sistema de avaliação, há o risco por exemplo do Jorge Sousa ser despromovido?

VP - Do ponto de vista regulamentar, qualquer árbitro pode ficar em primeiro ou ser despromovido. Quanto aos internacionais, não é uma categoria ela mesma. Os 9 que temos estão no quadro de 24. Se é internacional, é melhor, mais competente. Logo, deve refletir-se em campo e na avaliação. Se, ao longo da época, um internacional tem erros sucessivos, verá isso repercutido numa classificação menos favorável. Se for de tal maneira negativa, leva à despromoção.

R: Já existe algum mecanismo para prevenir o que aconteceu com Marco Ferreira? Estava no projeto do profissionalismo e de repente ficou desempregado?

VP - Do ano passado para este, a questão não está salvaguardada. O que pensamos é que tudo pode ser diferente com as quatro propostas que fizemos à Liga: passam por uma arbitragem a seis; pelas novas tecnologias, como seja a experiência do vídeo-árbitro; pela tecnologia da linha de golo; e, finalmente, pela profissionalização, de que estávamos a falar e que está à espera do passo seguinte. Há que responder a uma questão: que árbitros querem os clubes das competições profissionais? Se querem, para que competições? Da nossa parte e da Federação, queremos dar continuidade ao projeto de profissionalização. Não podem é ser só 9. Temos de garantir que os árbitros, nessa classificação, tenham todos as mesmas condições de trabalho. É preciso aumentar o número de árbitros, redimensionar a estrutura, a moldura contratual e do processo classificativo. É o passo seguinte. Somos favoráveis à continuidade do projeto, com um redimensionamento destas questões. E aí a Liga terá uma palavra importante a dizer, porque estamos a falar de árbitros profissionais, que operam nas competições profissionais e, por isso, a disponibilização de recursos financeiros é determinante. Com este modelo, teremos condições de encontrar normas para resolver a questão que se colocava.

R: Dessas propostas, alguma pode vigorar na próxima época?

VP - Da nossa parte, podem todas. Estamos disponíveis para dotar o quadro de árbitros para as exigências do quadro competitivo, com 6. Quanto ao profissionalismo, terá de haver uma estrutura técnica e um staff de apoio que garantam a eficiência do trabalho; sobre as novas tecnologias, da formação que garanta que eles, quando vão para o campo, com mais meios de diagnóstico, possam decidir aumentando o sucesso e a credibilidade da competição.

R: Pela primeira vez em muitos anos não temos um árbitro no Europeu.

VP – O Pedro Proença abandonou precocemente a carreira. Se ele tivesse continuado até ao limite de idade seria ele a ir ao Euro’16. Agora estamos a trabalhar para essa sucessão e para que haja um árbitro no Mundial’18.

R: Soares Dias vai subir à elite?

VP – Quem promove é a UEFA. Tínhamos dois árbitros no grupo de elite, deixámos de ter, e tínhamos três no grupo C1 e ficámos reduzidos a dois. Vamos trabalhar para que o Jorge Sousa e o Soares Dias consigam subir. O mérito será sempre deles.

R: Mas esta ausência no Europeu não é uma derrota do CA?

VP – Não. Se me perguntar se era bom, era. Por tudo. Impacto internacional, recrutamento de jovens, progresso da arbitragem nacional.

Arbitros:

Comentários [3]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

dongdong8

coach outlet


pandora charms


michael kors


jordan outlet


true religion outlet


canada goose outlet


hollister clothing


ed hardy


basketball shoes


nike outlet store


michael kors outlet


replica watches


michael kors canada


nike roshe


oakley sunglasses


abercrombie


michael kors


pandora jewelry


replica watches


calvin klein


louis vuitton


louis vuitton uk


longchamp outlet


ray ban wayfarer


adidas originals


louis vuitton paris


nike roshe


ugg australia


denver broncos jerseys


celine handbags


seattle seahawks jerseys


louis vuitton belt


cheap uggs


gucci outlet online


nike roshe run


coach factory outlet online


polo ralph lauren


true religion jeans


coach outlet


adidas yeezy shoes


coach handbags


michael kors outlet


louis vuitton outlet online


minnesota vikings jerseys


coach outlet


toms shoes


michael kors outlet online


louis vuitton outlet stores


cheap nhl jerseys


hollister kids


pandora charms


seattle seahawks jerseys


san antonio spurs jerseys


true religion outlet


cincinnati bengals jerseys


cleveland cavaliers jerseys


michael kors bags


replica watches


adidas trainers


polo ralph lauren uk


michael kors outlet


roshe run


gucci outlet


michael kors outlet


snapbacks wholesale


christian louboutin shoes


oakley sunglasses


moncler


beats by dr dre


michael kors handbags


mont blanc pens


ugg outlet


adidas shoes


true religion uk


christian louboutin outlet


nike sb


polo ralph lauren


rolex watches


oklahoma city thunder jerseys


coach canada


oakley sunglasses


moncler


nike air max 2016


polo ralph lauren outlet


mcm bags


nhl jerseys


ralph lauren outlet online


michael kors handbags


timberland outlet


coach outlet online


replica rolex watches


timberland boots


ugg italia


prada handbags


north face outlet


ugg australia


toms wedges


air jordan pas cher


ray ban sunglasses


adidas yeezy


fitflop shoes


oakley sunglasses wholesale


adidas trainers uk


nike air max


coach outlet


christian louboutin pas cher


oakley sunglasses


coach outlet store online


canada goose uk


ugg boots


michael kors


tory burch


christian louboutin paris


kate spade


mont blanc ballpoint pen


michael kors outlet


kate spade outlet


adidas ultra boost


chaussures louboutin


ralph lauren outlet


ray ban sunglasses


michael kors handbags


louis vuitton


miami heat jerseys


coach outlet online


beats by dre


louis vuitton outlet


adidas zx flux


true religion outlet


oakley sunglasses


omega watches


louis vuitton outlet


canada goose


coach outlet store online


michael kors outlet clearance


nike huarache


coach factory outlet


louis vuitton handbags


ugg boots


ralph lauren outlet


cheap jordans


ralph lauren outlet


hollister clothing


nike air max


pittsburgh steelers jerseys


air jordan shoes


nike air max pas cher


true religion


louis vuitton


oakley sunglasses


ralph lauren


nike outlet


uggs australia


christian louboutin shoes


ray ban sunglasses wholesale


michael kors handbags


coach outlet


moncler paris


pandora jewelry


new york knicks jerseys


nba jerseys


ugg boots paris


ice jerseys


adidas yeezy


canada goose outlet


canada goose


gucci handbags


ray ban sunglasses


dallas mavericks jerseys


moncler jackets


ugg boots


nike huarache


ugg outlet


ugg boots


goose outlet


coach handbags


michael kors outlet online


rolex watches


coach factory outlet


gucci shoes


nike air max uk


coach outlet online


louboutin shoes


tory burch handbags


cheap jordan shoes


celine outlet


jordan femme


ray ban glasses


oakley sunglasses wholesale


cheap oakley sunglasses


ugg outlet


nike roshe run


louis vuitton pas cher


ugg outlet


louis vuitton purses


cheap mlb jerseys


ray ban sunglasses


michael kors uk


cheap jordan shoes


golden state warriors jerseys


retro jordans


cheap ray ban sunglasses


ralph lauren polo shirts


chanel bags


true religion jeans


moncler jackets uk


ralph lauren outlet


moncler pas cher


chanel handbags


ray ban sunglasses


louis vuitton handbags


toms shoes


instyler


adidas outlet


uggs pas cher


christian louboutin uk


pandora bracelet


ray ban sunglasses


louis vuitton


timberland boots


mlb jerseys


christian louboutin uk


ugg outlet


abercrombie & fitch


tory burch handbags


oakley sunglasses


mont blanc pens


coach outlet


ray ban sunglasses


supra sneakers


nike trainers


tory burch outlet


kate spade


coach outlet


oakley sunglasses


uggs outlet


nike air max 2016


cheap nba jerseys


cheap nfl jerseys


mlb jerseys


rolex watches


louboutin shoes


burberry outlet


nike nfl jerseys


louis vuitton outlet


coach factory outlet


louis vuitton outlet


gucci outlet online


oakley sunglasses cheap


los angeles clippers jerseys


coach factory outlet


ray ban sunglasses uk


ugg outlet


hollister clothing


ralph lauren uk


louis vuitton outlet stores


washington wizards jerseys


adidas nmd


nike air force 1


ed hardy clothing


louis vuitton handbags


fitflops


adidas nmd


timberland boots


chicago bulls jerseys


ray ban wayfarer


coach factory outlet


adidas outlet


air max sale


prada outlet


ray ban outlet


louis vuitton outlet


ray ban sunglasses


retro jordan shoes


timberland outlet


polo outlet


cheap jordan shoes


sac longchamp


michael kors outlet


ray ban canada


polo ralph lauren


ugg boots


louis vuitton


michael kors outlet clearance


canada goose outlet


louis vuitton outlet


ray-ban sunglasses


michael kors


ralph lauren polo


pandora jewelry


adidas originals


toms uk


jordans


louboutin shoes


mont blanc pens


nike free run


hermes scarf


adidas yeezy 350


ugg outlet


louis vuitton outlet


mcm bags


coach factory outlet


new england patriots jerseys


canada goose outlet


ray ban sunglasses


michael kors outlet


christian louboutin outlet


rolex watches


the north face jackets


christian louboutin


cheap oakley sunglasses


longchamp handbags outlet


red bottom


oakley sunglasses


michael kors outlet


toms shoes


michael kors outlet


nike outlet


true religion sale


fitflop shoes


michael kors handbags


oakley store


adidas outlet


rolex watches


michael kors outlet


tods shoes


pandora uk


ugg outlet


nike air max uk


oakley sunglasses


prada outlet


ray ban sunglasses


ugg boots outlet


gucci outlet


moncler uk


cheap ray ban sunglasses


fitflops


coach outlet online


ugg boots


louis vuitton outlet


tommy hilfiger


louis vuitton


oakley


louis vuitton outlet


red bottom shoes


mlb jerseys


ralph lauren


true religion jeans


cheap jordans


coach outlet online


coach outlet


fitflops


coach outlet


louis vuitton handbags


nike roshe run


louis vuitton handbags


canada goose jackets


michael kors


boston celtics jerseys


the north face


ugg sale


nike blazer


toms shoes


cheap ugg boots


tiffany and co


kate spade


louis vuitton outlet


christian louboutin shoes


giuseppe zanotti


michael kors handbags


coach factory outlet


nike cortez


ray-ban wayfarer


abercrombie and fitch


louboutin outlet


louis vuitton


louis vuitton


polo ralph lauren


hilfiger outlet


louis vuitton


adidas nmd r1


burberry outlet


mbt outlet


michael kors handbags


fitflops sale


ugg boots


nike tn pas cher


cheap ray ban sunglasses


hollister


jordan retro


toms wedges


true religion jeans


nike air max


coach outlet online


hermes bags


ray ban pas cher


canada goose


coach outlet


coach outlet


coach factory outlet


adidas trainers


ralph lauren outlet


polo ralph lauren


ralph lauren polo


scarpe hogan


gucci uk


michael kors outlet


ugg boots outlet


mbt shoes


toms outlet


montblanc pen


ugg outlet


canada goose


ugg boots


20172.13wengdongdong

dongdong8

coach outlet


pandora charms


michael kors


jordan outlet


true religion outlet


canada goose outlet


hollister clothing


ed hardy


basketball shoes


nike outlet store


michael kors outlet


replica watches


michael kors canada


nike roshe


oakley sunglasses


abercrombie


michael kors


pandora jewelry


replica watches


calvin klein


louis vuitton


louis vuitton uk


longchamp outlet


ray ban wayfarer


adidas originals


louis vuitton paris


nike roshe


ugg australia


denver broncos jerseys


celine handbags


seattle seahawks jerseys


louis vuitton belt


cheap uggs


gucci outlet online


nike roshe run


coach factory outlet online


polo ralph lauren


true religion jeans


coach outlet


adidas yeezy shoes


coach handbags


michael kors outlet


louis vuitton outlet online


minnesota vikings jerseys


coach outlet


toms shoes


michael kors outlet online


louis vuitton outlet stores


cheap nhl jerseys


hollister kids


pandora charms


seattle seahawks jerseys


san antonio spurs jerseys


true religion outlet


cincinnati bengals jerseys


cleveland cavaliers jerseys


michael kors bags


replica watches


adidas trainers


polo ralph lauren uk


michael kors outlet


roshe run


gucci outlet


michael kors outlet


snapbacks wholesale


christian louboutin shoes


oakley sunglasses


moncler


beats by dr dre


michael kors handbags


mont blanc pens


ugg outlet


adidas shoes


true religion uk


christian louboutin outlet


nike sb


polo ralph lauren


rolex watches


oklahoma city thunder jerseys


coach canada


oakley sunglasses


moncler


nike air max 2016


polo ralph lauren outlet


mcm bags


nhl jerseys


ralph lauren outlet online


michael kors handbags


timberland outlet


coach outlet online


replica rolex watches


timberland boots


ugg italia


prada handbags


north face outlet


ugg australia


toms wedges


air jordan pas cher


ray ban sunglasses


adidas yeezy


fitflop shoes


oakley sunglasses wholesale


adidas trainers uk


nike air max


coach outlet


christian louboutin pas cher


oakley sunglasses


coach outlet store online


canada goose uk


ugg boots


michael kors


tory burch


christian louboutin paris


kate spade


mont blanc ballpoint pen


michael kors outlet


kate spade outlet


adidas ultra boost


chaussures louboutin


ralph lauren outlet


ray ban sunglasses


michael kors handbags


louis vuitton


miami heat jerseys


coach outlet online


beats by dre


louis vuitton outlet


adidas zx flux


true religion outlet


oakley sunglasses


omega watches


louis vuitton outlet


canada goose


coach outlet store online


michael kors outlet clearance


nike huarache


coach factory outlet


louis vuitton handbags


ugg boots


ralph lauren outlet


cheap jordans


ralph lauren outlet


hollister clothing


nike air max


pittsburgh steelers jerseys


air jordan shoes


nike air max pas cher


true religion


louis vuitton


oakley sunglasses


ralph lauren


nike outlet


uggs australia


christian louboutin shoes


ray ban sunglasses wholesale


michael kors handbags


coach outlet


moncler paris


pandora jewelry


new york knicks jerseys


nba jerseys


ugg boots paris


ice jerseys


adidas yeezy


canada goose outlet


canada goose


gucci handbags


ray ban sunglasses


dallas mavericks jerseys


moncler jackets


ugg boots


nike huarache


ugg outlet


ugg boots


goose outlet


coach handbags


michael kors outlet online


rolex watches


coach factory outlet


gucci shoes


nike air max uk


coach outlet online


louboutin shoes


tory burch handbags


cheap jordan shoes


celine outlet


jordan femme


ray ban glasses


oakley sunglasses wholesale


cheap oakley sunglasses


ugg outlet


nike roshe run


louis vuitton pas cher


ugg outlet


louis vuitton purses


cheap mlb jerseys


ray ban sunglasses


michael kors uk


cheap jordan shoes


golden state warriors jerseys


retro jordans


cheap ray ban sunglasses


ralph lauren polo shirts


chanel bags


true religion jeans


moncler jackets uk


ralph lauren outlet


moncler pas cher


chanel handbags


ray ban sunglasses


louis vuitton handbags


toms shoes


instyler


adidas outlet


uggs pas cher


christian louboutin uk


pandora bracelet


ray ban sunglasses


louis vuitton


timberland boots


mlb jerseys


christian louboutin uk


ugg outlet


abercrombie & fitch


tory burch handbags


oakley sunglasses


mont blanc pens


coach outlet


ray ban sunglasses


supra sneakers


nike trainers


tory burch outlet


kate spade


coach outlet


oakley sunglasses


uggs outlet


nike air max 2016


cheap nba jerseys


cheap nfl jerseys


mlb jerseys


rolex watches


louboutin shoes


burberry outlet


nike nfl jerseys


louis vuitton outlet


coach factory outlet


louis vuitton outlet


gucci outlet online


oakley sunglasses cheap


los angeles clippers jerseys


coach factory outlet


ray ban sunglasses uk


ugg outlet


hollister clothing


ralph lauren uk


louis vuitton outlet stores


washington wizards jerseys


adidas nmd


nike air force 1


ed hardy clothing


louis vuitton handbags


fitflops


adidas nmd


timberland boots


chicago bulls jerseys


ray ban wayfarer


coach factory outlet


adidas outlet


air max sale


prada outlet


ray ban outlet


louis vuitton outlet


ray ban sunglasses


retro jordan shoes


timberland outlet


polo outlet


cheap jordan shoes


sac longchamp


michael kors outlet


ray ban canada


polo ralph lauren


ugg boots


louis vuitton


michael kors outlet clearance


canada goose outlet


louis vuitton outlet


ray-ban sunglasses


michael kors


ralph lauren polo


pandora jewelry


adidas originals


toms uk


jordans


louboutin shoes


mont blanc pens


nike free run


hermes scarf


adidas yeezy 350


ugg outlet


louis vuitton outlet


mcm bags


coach factory outlet


new england patriots jerseys


canada goose outlet


ray ban sunglasses


michael kors outlet


christian louboutin outlet


rolex watches


the north face jackets


christian louboutin


cheap oakley sunglasses


longchamp handbags outlet


red bottom


oakley sunglasses


michael kors outlet


toms shoes


michael kors outlet


nike outlet


true religion sale


fitflop shoes


michael kors handbags


oakley store


adidas outlet


rolex watches


michael kors outlet


tods shoes


pandora uk


ugg outlet


nike air max uk


oakley sunglasses


prada outlet


ray ban sunglasses


ugg boots outlet


gucci outlet


moncler uk


cheap ray ban sunglasses


fitflops


coach outlet online


ugg boots


louis vuitton outlet


tommy hilfiger


louis vuitton


oakley


louis vuitton outlet


red bottom shoes


mlb jerseys


ralph lauren


true religion jeans


cheap jordans


coach outlet online


coach outlet


fitflops


coach outlet


louis vuitton handbags


nike roshe run


louis vuitton handbags


canada goose jackets


michael kors


boston celtics jerseys


the north face


ugg sale


nike blazer


toms shoes


cheap ugg boots


tiffany and co


kate spade


louis vuitton outlet


christian louboutin shoes


giuseppe zanotti


michael kors handbags


coach factory outlet


nike cortez


ray-ban wayfarer


abercrombie and fitch


louboutin outlet


louis vuitton


louis vuitton


polo ralph lauren


hilfiger outlet


louis vuitton


adidas nmd r1


burberry outlet


mbt outlet


michael kors handbags


fitflops sale


ugg boots


nike tn pas cher


cheap ray ban sunglasses


hollister


jordan retro


toms wedges


true religion jeans


nike air max


coach outlet online


hermes bags


ray ban pas cher


canada goose


coach outlet


coach outlet


coach factory outlet


adidas trainers


ralph lauren outlet


polo ralph lauren


ralph lauren polo


scarpe hogan


gucci uk


michael kors outlet


ugg boots outlet


mbt shoes


toms outlet


montblanc pen


ugg outlet


canada goose


ugg boots


20172.13wengdongdong

Já deverias era estar preso, seu lacaio encarnado...

Alô, FC Porto? Está aí alguém?

Foi há quase um ano que O Tribunal do Dragão escreveu que o jornal Record era uma espécie de pronto-socorro para Vítor Pereira. Sem surpresa, continua a sê-lo. Bastou saber que Bruno de Carvalho ia falar n'A Bola para chapar logo Vítor Pereira em grande destaque no Record. A fazer o quê? As únicas três coisas que sabe: mentir, sacudir culpas e proteger quem o protege (o Benfica).

Vítor Pereira, o presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, começa com esta pérola: «Nem eu nem os quatro membros da secção profissional temos conhecimento das notas dos árbitros».

O pobre presidente do CA diz que não sabe as notas dos árbitros. Se usar o telemóvel para outra coisa que não seja telefonemas a elementos do Benfica, de certeza que encontra por lá as notas todas dos árbitros:

Assim que um jogo acaba, o observador tem 90 minutos para enviar a nota que atribui ao árbitro ao Conselho de Arbitragem. Os árbitros, para quem já se esqueceu, estão profissionalizados. Então, cabe à secção profissional avaliar/acompanhar o desempenho dos seus árbitros.

Sem vergonha na cara
Os elementos são: Vítor Pereira, Antonino da Silva, Domingos Gomes, Luís Guilherme e Lucílio Baptista (não, não é uma piada). O ponto 6 do I Capítulo - as Normas Genéricas - das diretivas para observadores é bastante claro: as notas são enviadas por SMS para o Conselho de Arbitragem. E diz o responsável pela arbitragem em Portugal que não sabe as notas dos árbitros!?

Além disso, Vítor Pereira, em março de 2015, explicava que as nomeações têm em consideração a «graduação de Normal, Médio e Difícil» quanto à dificuldade de cada jogo, tendo sempre em conta «a classificação, a rivalidade e factores recentemente ocorridos». E dizia que para os jogos de «dificuldade acrescida» devem ser nomeados «árbitros internacionais ou classificados até ao 12º lugar da época anterior».

E agora sai-se com isto: «Do grau de dificuldade, da nota ou da classificação, continuamos a não ter conhecimento». Se Vítor Pereira é responsável por todas as nomeações de árbitros, como é que ele diz que não tem conhecimento do grau de dificuldade de cada jogo, se ele supostamente tem que nomear os árbitros considerando o grau de dificuldade de cada jogo!?

Calma, isto piora. Vítor Pereira sai-se ainda com esta: «Vouchers? É ou não normal os árbitros receberem determinadas ofertas? Se é normal, isso não é reportado. E nunca foi reportado».

Para começar, é normal receberem «determinadas ofertas». Só não é normal receberem jantares pagos e ofertas com valor comercial. O máximo responsável pela arbitragem em Portugal continua a defender o indefensável, continua a defender o ilícito. Nem na UEFA, nem na FPF: a prática do Benfica é ilegal e não tem defesa. Quem continua a defender isto, mesmo perante os factos e os regulamentos, defende a mentira e o ilícito só para proteger o Benfica.

But wait, there's more! Vítor Pereira diz que as ofertas aos árbitros «nunca são reportadas». Ora vamos lá recordar o que deliberou a FPF. E vamos fazê-lo com recurso ao jornal favorito de Vítor Pereira, o Record.

Só que voltou a acontecer o mesmo fenómeno que na Robertada: apagou-se a notícia que mostrava o próprio Record a afirmar que os árbitros são obrigados a declarar todas as lembranças. O link original era este, mas cá vai o texto que foi publicado e apagado pelo Record (neste caso, admitindo-se que a notícia pode ter sido eliminada quando criaram o novo site):

«Tem duas leituras o comunicado que a direcção da FPF divulgou e que tem como destinatários os árbitros. Ali se lê que estes podem aceitar recordações dos clubes mas apenas "sem valor comercial", não se especificando este valor, ao contrário do que aconteceu com a UEFA, quando, há uns anos, estipulou como máximo para este tipo de situações 120 euros. Diz ainda a direção da FPF que estas lembranças só deverão ser aceites no final dos jogos e dá alguns exemplos de prendas admissíveis: emblemas, galhardetes, miniaturas de camisolas, medalhas comemorativas ou lembranças regionais. Frisando que estas lembranças devem ser sempre declaradas (...) Com o Conselho de Disciplina da FPF prestes a pronunciar-se sobre as mais de 50 notas de culpas que envolvem árbitros "apanhados" neste tipo de situações e o Gondomar SC (que corre o risco de despromoção), este comunicado tem duas leituras: ou é a FPF a antecipar decisões favoráveis aos arguidos e deixando já um aviso para o futuro; ou é a FPF a pré-anunciar condenações, devido ao facto de o CD ter considerado que os árbitros em causa terem aceite prendas não as declarando no relatório do jogo. Em breve, o Conselho de Disciplina da FPF irá desfazer esta dúvida.»

Só para recordar: Rui Silva foi suspenso por 20 meses por ter aceitado uma oferta que, à imagem dos kits que o Benfica distribui, não estava entre as possibilidades admitidas nos regulamentos. E desde então, a FPF deixou o aviso: todas as ofertas têm sempre que ser declaradas. Que diz Vítor Pereira? Que as ofertas nunca são reportadas.

É o amor sobre o qual Shakespeare nunca escreveu, uma palhaçada provocada pela diarreia e que não há imodium que consiga parar. E perante estes factos e evidências, em mais um dia em que Vítor Pereira volta a ir contra os próprios regulamentos para defender o Benfica, que faz o FC Porto? Nada. Quem não defende os seus interesses não pode lamentar o incumprimento de objetivos. Mas a vítima e os que sofrem são sempre os mesmos: o FC Porto e os seus adeptos. http://otribunaldodragao.blogspot.pt/

Cambada de corruptos...