Boavista: Direcção paga meio mês, jogadores continuam insatisfeitos | Relvado

Boavista: Direcção paga meio mês, jogadores continuam insatisfeitos

 


Boavista: Direcção paga meio mês, jogadores continuam insatisfeitos
Depois de quarta-feira terem feito greve aos treinos, os futebolistas do Boavista regressaram quinta-feira de manhã ao trabalho, depois de a Direcção "axadrezada" ter pago metade de um dos cinco meses de salários em atraso.




Mesmo assim, o plantel mantém-se descontente com a situação e já exigiu ao presidente uma solução rápida para a situação, que começa a ser insustentável.

As receitas do jogo particular com o Benfica, realizado no Estádio do Bessa, no passado fim-de-semana, foram usadas, conforme anunciou Álvaro Braga Júnior em comunicado no sítio oficial do clube na internet, para pagar a prestação do totonegócio, do autocarro, dos seguros dos jogadores, policiamento do jogo e despesas com alimentação dos atletas. Ao não mencionar o pagamento dos salários em atraso provocou uma revolta no balneário e a consequente greve ao treino de quarta-feira.

Apesar de a equipa já ter estado na quinta-feira a preparar o jogo com o Beira-Mar (no domingo, de manhã), a ameaça de greve continua a pairar, bem como a possibilidade de rescisões. Depois de Márcio Tarrafa, Michel, Renato Santos e Fuska terem deixado o Bessa em Janeiro, Bruno Monteiro garantiu que, se até segunda-feira não for pago o prometido, avança imediatamente para a rescisão com justa causa.

Lusa

II Liga:

Comentários