V. Guimarães: Nilson renunciou à seleção do Burkina Faso | Relvado

V. Guimarães: Nilson renunciou à seleção do Burkina Faso

Críticas no clube levaram guarda-redes a voltar atrás na decisão. N'Djeng é esperado em breve.
 

O guarda-redes Nilson, do Vitória de Guimarães, anunciou esta quinta-feira que vai abdicar de representar a seleção de futebol do Burkina Faso porque percebeu que essa decisão não foi bem aceite no clube minhoto.

“Depois de conversar com a minha família, entendi que a decisão de representar o Burkina Faso provocou algum desconforto na direção, equipa técnica e adeptos do Vitória. Por essa razão, decidi renunciar a competir” por essa seleção, revelou, numa nota colocada no sítio dos vimaranenses.

O guardião brasileiro, de 35 anos, disse ter percebido que o assunto “não caiu bem entre os responsáveis do clube e os próprios adeptos” e, por isso, renunciou “imediatamente à anterior decisão”.

“Este é o clube que amo, nunca trouxe problemas e não seria agora, aos 35 anos e a caminho da sétima temporada, que isso iria suceder. Abdico de tudo porque nunca quis tomar uma decisão que fosse prejudicial ao Vitória”, explicou.

No final, deixou os “sinceros agradecimentos” ao treinador daquela seleção africana, o português Paulo Duarte, pelo convite, pela forma como foi recebido e por ter sido sensível a “este volte-face”.

Recorde-se que Nilson naturalizou-se cidadão do Burkina Faso e, em princípio, iria disputar em janeiro o CAN'2012, situação muito criticada pelos responsáveis do Vitória de Guimarães que, inclusive, não incluíram o guarda-redes na lista de capitães da equipa vitoriana.

N'Djeng chega em breve

Entretanto, o avançado camaronês N'Djeng é esperado nos próximos dias em Guimarães, depois de resolvido o problema com o seu visto.

Segundo A Bola, o avançado de 21 anos, do Jeunesse Bejaia, viajará na companhia de altos responsáveis do emblema argelino para ultimar os detalhes finais do negócio.

Acompanhe os artigos do Relvado no Facebook e no Twitter.

I Liga:

Comentários