Os treinadores da moda | Relvado

Os treinadores da moda

 

saucerP13 diz: "pouco querido em
Portugal, Artur Jorge continua a ter sempre pretendentes além-fronteiras e não é
caso único... Porque se verão alguns históricos treinadores portugueses obrigados
a emigrar, não havendo quem lhes dê um lugar em Portugal? Fará isto parte de
uma rotatividade natural do futebol, onde surgem sempre novas pessoas, tanto
jogadores como treinadores? O que fará com que treinadores como Artur Jorge num
dia tenham o sucesso a seus pés e passados alguns anos deixem de conhecer o
êxito? Irá acontecer o mesmo a Mourinho?"

I Liga:

Comentários [5]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Evolução!!!

Não podemos ser ingénuos, Mourinho vai ter o mesmo destino que tiveram estes grandes senhores dos bancos. Ou Mourinho gere a sua carreira inteligentemente, e sai de cena quando os resultados tiverem a desaparecer ou terá de viver dos sucessos passados para garantir um emprego! O futebol evolui e mais facilmente tem sucesso alguem recente no meio, que tem a audácia de inovar do que os treinadores já implementados que apenas se limitam a adaptar e a renovar!

Aconteceu assim com Artur Jorge, aconteceu também por exemplo com Eriksson e acontecerá certamente com Mourinho!

Off-topic

Scloari fez um pedido à minutos no Jamor:

«Todas as localidades onde nasceram os nossos jogadores deviam pintar os nomes deles pelas ruas.»

Re:Off-topic

E putas boas ? Como estamos ó relax?
Confessa lá que és um granda putanheiro também com esse nick hehe

Isso que o Scolari diz é só pra disfarçar , agora que fez merda da grossa.

Re:Off-topic

E putas boas ? Como estamos ó relax?

Isso que o Scolari diz é só pra disfarçar , agora que fez merda da grossa.

Artur Jorge

Artur Jorge é um treinador com um passado do qual se deve orgulhar.
Como tudo na vida, teve na sorte uma boa companheira no arranque da sua carreira. No entanto, para vingar e continuar na senda do sucesso teve que mostrar qualidade e credibilidade, e isso ele mostrou.
Teve a sorte de herdar de Pedroto uma equipa fabulosa, teve a sorte de ter em Pinto da Costa um presidente emergente mas forte. Com isto teve sucesso. Trabalhou e ganhou tudo a nível nacional e, também, a Taça dos Clubes Campeões Europeus. Este foi o seu grande triunfo e que deu inicio à "bola de neve" que é a sua carreira.
O sucesso voltaria a aparecer em França, no Paris-Saint-Germain. Mais uma vez o sucesso fez-se de bons jogadores: Raí, Valdo, Ricardo Gomes, Weah (dispensado do Mónaco), Ginola, Lama, entre outros.
O "boquet" tava completo. Aliado à excelente imagem que tinha em Portugal, vinha agora o reconhecimento (em títulos) no estrangeiro.
Daqui para frente a história é feita sem sorte, sem jogadores de qualidade (excepção feita com os Camarões, mas aqui entrou a meio e não tem culpa de falhar um penalty no último minuto), e sem títulos.
Ainda teve uma oportunidade de voltar a brilhar, quando seguia brilhantemente no Vitesse, mas decidiu voltar a França e fracassar.
Na última decada Artur Jorge tem vivido dos sucessos do Passado. Foi isso que o levou ao Benfica (o inicio do fim), à Selecção Nacional (das piores campanhas de sempre onde a culpa ficou num árbitro que expulsou Rui Costa; mas quem se esquece do empate na Arménia e derrota na Ucrânia?).
Foi esse currículum que o levou a orientar a Suíça no Euro-96, onde não tinha feito a qualificação, levou-o às Arábias, Russia e que o levará (e ao Raul Águas) até onde e quando ele quiser.

Artur Jorge foi, mas já não é, um grande treinador. Perdeu-se a sua qualidade e a sorte que o acompanhou também se cansou. Como todos os grandes treinadores, foi grande enquanto teve grandes jogadores. Se vai ser assim com Mourinho? Tenho dúvidas, pois creio que Mourinho conseguirá se adaptar e renovar com o andar dos tempos. Artur Jorge ficou pelo Porto e pelo PSG dos finais dos anos 80 e principios dos 90, do século passado...

Pode ser desejo

Pode ser desejo do Treinador, experimentar outros campeonatos e culturas.

Quanto a comparações, ter-se-ia que ver, quais os campeonatos onde se inserem, e os feitos alcançados.O balanço destes factores, dirá melhor sobre a longevidade e sucesso , da carreira. É sabido , que o curriculum a um treinador, tem um enorme peso .Muito mais do que a um atleta, em meu entender .

Objectivamente, Mourinho não é um treinador da moda, é um lançador de modas e um modelo de treinador: quer na roupa veste, ao estilo de jogo e treino.