Rescaldo ao campeonato | Relvado

Rescaldo ao campeonato

Dado que o nosso campeonato acabou, gostaria que fizessem uma avaliação final. Gostaria que referiss
 

Dado que o nosso campeonato acabou gostaria que fizessem uma avaliação final. Gostaria que referissem qual foi a equipa que mais vos surpreendeu e qual a que mais vos desiludiu.

Como consideram o rendimento das equipas portuguesas na UEFA? Em jeito de antevisão, como perspetivam o vosso clube no próximo ano?

Como se portará o mercado de transferência no vosso clube e quem gostariam que chegasse, mas claro de acordo com as possibilidades do vosso clube.

Um bem haja

Acompanhe os artigos do Relvado no Facebook e no Twitter.

I Liga:

Comentários [10]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Competitividade do Campeonato Nacional Português

A meu ver este campeonato tem 3 facetas:

Em primeiro lugar temos as duas equipas com a maior qualidade a todo o nível, que se colocaram nas duas primeiras posições: Porto muito mais forte que o Benfica, não só tendo em conta os jogadores e o plantel, mas também todo o sistema e organização envolvente deste clube. O Benfica teve um péssimo arranque de época, o que veio influenciar, e de que maneira, o desenrolar do campeonato. Apesar de ter tido uma grande série de vitórias que podiam ter impulsionado uma recuperação de pontos, isto nunca foi possível, devido à grande regularidade do FC Porto. A grande diferença entre estes dois emblemas assenta na capacidade de organização e de implementação de regras/normas, que todas as pessoas envolvidas respeitam e seguem de forma exemplar. Muito mais do que a qualidade a nível futebolístico, esta patente é, na minha opinião, a que mais distingue este dois clubes;
Em segundo lugar temos as equipas que lutam por um lugar na europa, que são o Sporting, o Braga, o Vitória e o Nacional. Embora os dois primeiros com mais capacidade para disputar um lugar na champions, mesmo que o Sporting tenha estado muito mal, conseguindo, no entanto, a 3ª posição, que para todos os efeitos foi uma lufada de ar fresco para todos os leoninos, ainda mais conseguida com uma vitória frente ao SC Braga, no último jogo do campeonato. A meu ver, o SC Braga, apresentou muitos poucos argumentos comparado com a época trasacta. Foi uma equipa muito mais inconstante e o seu futebol demonstrou essa mesma incapacidade de explosão. Penso que este facto deveu-se a toda uma carreira fantástica a nível europeu, que culminou com a final de Dublin. Quanto ao Vitória, penso que fez uma época bastante razoável e que apresentou um futebol guerreiro, jogando olhos nos olhos com todos os adversários. Também com a ajuda da sua massa associativa, foi um osso duro de roer nos jogos caseiros. A final da taça demonstrou a sua forma de jogar, só que do outro lado estava o... Porto. Deste lote resta-me falar do Nacional. Para todos os efeitos não fez uma má época, conseguindo assim a qualificação para a Liga Europa. Mesmo assim, penso que já fez épocas muito mais regulares e onde dificultou muito mais a vida dos, por assim dizer, grandes de Portugal.
Em terceiro e último lugar ficaram as equipas que lutam pela manutenção, com alguns destaques: O Beira-Mar foi das equipas mais regulares e que apresentou um futebol mais atrativo, possuindo vários jogadores de qualidade e algumas soluções. O U. Leiria e o Olhanense, foram realmente fortes na primeira volta do campeonato, o que não bastou para um lugar europeu. A Naval e o Portimonense, foram as equipas que praticaram menos futebol e em que a regularidade foi muito baixa, daí a sua despromoção. Ainda de destacar o Marítimo. Penso que já teve dias melhores e a posição que ocupou foi fruto de uma época atribulada, principalmente no início.

um SUPER-PORTO!!

Ninguém podia exigir a Benfica e Sporting que dessem luta na conquista deste campeonato, quando tiveram pela frente uma das melhores e mais poderosas equipas de sempre do futebol português!

Este FC Porto versão de 2010/11 será recordado para sempre não só pelos portistas, mas por qq amante do futebol. Foi um FC Porto que espalhou magia pelos relvados portugueses e que mostrou uma qualidade futebolística muito acim do que estamos habituados a ver em Portugal.

O benfica até fez um campeonato interessante. É verdade que perderam muitos pontos no inicio, fruto das pessimas exibições da defesa e em particular de d.luiz e roberto que enterraram como gente grande, mas dai para a frente até estiveram razoavelmente. A anos luz do FC Porto é certo, mas dificilmente alguma outra equipa se poderia equivaler a estes dragoes insaciáveis de golos e vitorias.

Já o sporting e o seu técnico foram uma autentica desilusão. Com o plantel que tinham, poderiam perfeitamente morder os calcanhares a este benfica, mas faltou um treinador capaz e ambicioso, que transformasse as individualidades num colectivo forte. Falhou completamente.

Dai para baixo foi tudo mais ou menos normal. O braga garantiu o 4º lugar, seguido pelo Vitória sc.

As descidas de divisão tb não surpreendem.

Somos os maiores

E mais nada

Para um campeonato que já

Para um campeonato que já estava ganho pelo Benfica o Porto até portou-se bem!

parabéns ao Porto

Ainda não o tinha referido este ano, ganharam tudo, com grande superioridade sobre os adversários, não há nada mais a dizer.

E, pelo que fez, é a equipa que mais surpreendeu, ninguém esperava que um técnico em início de carreira conseguisse ganhar tudo o que lhe apareceu à frente. Mais uma vez o Sporting consegue fugir ao sucesso.
No pódio dos parabéns colocava o Paços e o Rio Ave, duas equipas que tiveram, em dada altura, os treinadores muito contestados, e cujos presidentes tiveram a calma para perceber o valor das equipas, o Rio Ave suportado por alguns trintões, o Paços por crianças. Foram casos em que a estabilidade deu frutos.

A grande desilusão foi o Benfica, claro, embora uma segunda época mais fraca seja habitual nos clubes de Jesus. Para o ano estarão melhor, mas terão de começar a época muito bem para não se repetir o episódio Peseiro/Sporting do Outono de 2005.

O Sporting não pôde desiludir quase ninguém, desde o início se percebeu que aquilo era só fogo de vista. Até foi uma surpresa positiva ter acabado em terceiro lugar, só mostra como o campeonato é fraco.
Campeonato medíocre, UEFA suficiente, taça medíocre
Agora é tempo da vassoura, e terá de se ver o tamanho do cheque. A novela de sábado/ontem (um remake de cenas antigas) apenas começou, estou curioso para ver os próximos episódios.
O Braga foi a grande surpresa na UEFA, mas mostrou este ano a dificuldade de conciliar duas competições exigentes com a classificação na Liga. UM ano com muitas mudanças, poucos jogadores restarão do plantel que o ano passado ficou em segundo, um treinador novo, curioso de saber como se vão arrumar.

Resumo, campeonato muito fraco, com pouca competitividade, quer atrás, quer à frente. Fazem faltas algumas normas, que potenciem a competitividade e evitem que poucos clubes tenham na mão os restantes. Mas como nisso ninguém está interessado, é uma batalha perdida, cada um só olha para o seu umbigo.

Fazem falta normas

"Resumo, campeonato muito fraco, com pouca competitividade, quer atrás, quer à frente. Fazem faltas algumas normas, que potenciem a competitividade e evitem que poucos clubes tenham na mão os restantes. Mas como nisso ninguém está interessado, é uma batalha perdida, cada um só olha para o seu umbigo"

Eu gostava muito de saber que normas imaginas capazes de cumprir esta gigantesca tarefa! Mais me impressiona a questão de "poucos clubes terem na mão os restantes" e que normas se conseguiriam para o evitar.
Cumprimentos

Digo-te algumas: - a questão

Digo-te algumas:
- a questão dos empréstimos é obrigatória. Tens os 3 grandes mais o Braga a emprestar jogadores a uma série de outros clubes.
O Beira-Mar, por exemplo, tinha jogadores emprestados de Porto, Benfica, Sporting, Marítimo e Guimarães

Por muito que se diga o contrário, é uma política que afecta a credibilidade do campeonato.
E remeto para o que escrevi num artigo há algum tempo (com o qual não concordaste, diga-se). O campeonato mais credível do Mundo (para mim, e o mais bem organizado), tem regras muito claras sobre isso.
http://relvado.aeiou.pt/1-liga/emprestados-concorrencia-desleal-ou-mais-...

- deviam descer e subir três equipas, é ridículo que só desçam duas equipas, que potencia um facto que tem sido comum nos últimos anos: muitas vezes salvam-se equipas com média inferior a um ponto por jogo. Dando um exemplo, em França este ano as equipas vão precisar de pelo menos 45 pontos (em 38 jogos) para se safar. Vê o histórico dos principais campeonatos europeus

- normas que efectivamente punam os clubes que inventam orçamentos e receitas, que fazem mil e uma coisas para terem a famosa declaração de aceitação às competições profissionais. Uma muito boa é o cheque-elástico.

- metendo a mão num ninho de vespas, também gostava que se proibisse em Portugal a possibilidade de um jogador pertencer a um fundo (olha, como na bárbara Inglaterra, mais uma vez um exemplo de medidas que fazem e definem a credibilidade de uma competição).

+1 bem escrito

cumprimentos

Um Campeonato sem grandes surpresas

Terminou o Campeonato e o FC Porto foi o vencedor. Um vencedor definido muito cedo já que os dragões rapidamente, por demérito dos adversários mais directos mas também por mérito próprio, conqusitaram uma vantagem pontual tranquilizadora! Vencer o campeonato sem derrotas e com 21 pontos de margem para o segundo é obra!
O Benfica, campeão em titulo, foi uma desilusão pois, fruto de uma entrada péssima nunca deu a noção de ser capaz de lutar com o Porto. Apesar do plantel mais caro de sempre, perdeu os dois jogos com os nóveis campeões e ficou a 21 pontos deste!
O Sporting ficou em terceiro mas fdez uma época péssima e foi outra grande desilusão. Um treinador mal escolhido e uma pobre prestação colectiva deixaram-no longe de lutar fosse pelo que fosse. Acabou em 3º e foi um mal menor!
O Braga ficou em 4º e teve um campeonato abaixo do esperado. Muitas lesões ajudam a explicar o que se passou mas o melhor mesmo foi ter chegado à final de Liga Europa. Perdeu o terceiro lugar em cima da meta num jogo em que tinha a cabeça noutro lado!
O Vitória de Guimarães foi 5º e chegou à final da Taça. Razoável prestação dos min hotos que, todavia, não são capazes de dar o salto qualitativo.
O CD Nacional ficou em 6º e assegurou um lugar europeu. Um campeonato dentro das suas possibilidades e a conseguir os resultados pretendidos.
Rio Ave, Paços de Ferreira e Marítimo estiveram aceitáveis, lutando pelos lugares europeus e com o Paços a chegar a uma final. A União de Leiria, que fez uma excelente 'primeira volta caiu a pique na segunda, depois de ter vendido dois dos seus jogadores principais, um pouco à imagem da Académica mas esta por ter ficado sem o treinador Jorge Costa.
Beira Mar, Olhanense e Vitória de Setúbal, ainda que com o coração nas mãos, conseguiram manter-se e ficaram felizes com isso pois esses eram os objectivos.
Portimonense e Naval ficaram nos últimos lugares e descem à Liga de Honra, algo que não queriam e não conseguem chegar aos objectivos. A Naval sobretudo, é uma grande desilusão.
Faltou mais competitividade a este campeonato e espera-se que o próximo possa ser melhor. Mas é importante, para isso, que as equipas principais olhem para dentro e tentem imitar a organização portista!

Dizer o quê

O Porto foi melhor em tudo!