Quem admiram mais nos clubes rivais? | Relvado

Quem admiram mais nos clubes rivais?

 

Tenho e muito que agradecer este espírito, esta forma de ver o futebol e a vida, ao meu avô, foi ele (portista ferrenho) que, apesar de sempre elogiar (e também criticar, diga-se), os jogadores do nosso clube me falava com grande respeito de jogadores de outros clubes (principalmente dos 2 rivais de Lisboa), desde Peyroteo, Jesus Correia, Albano, Vasques, Travassos, Yazalde, Eusébio, Simões, Néné, Coluna, o "bom gigante" Torres, Costa Pereira, Damas, Bento, entre outros, que admirava e a forma apaixonada com que falava sobre isso também passou para mim.Não tive o privilégio de ver grande parte desses jogadores, mas há jogadores dos rivais (e não só) que aprendi a admirar e a respeitar, vou dar só 3 exemplos (podia dar mais, mas deixo espaço para os relvinhas) e um exemplo de um homem que me merece o maior respeito, mas que não está ligado ao futebol.+ Michel Preud'Homme - Um dos melhores Guarda-redes que vi jogar, o homem parecia feito de elástico, teve o azar de ter estado no Benfica numa fase má, mas mesmo assim brilhou, o que diz muito da sua qualidade.+ Paulo Sousa - Muitos podem questionar o seu carácter por ter trocado SLB por SCP da forma que trocou, eu prefiro lembrá-lo como um grande jogador, um dos melhores números 6 de todos os tempos, na minha opinião, eram raros os 6 que sabiam sair a jogar como Paulo Sousa, um jogador com uma cultura táctica incrível!+ João Vieira Pinto - Também passou pelos 2 rivais de Lisboa, confesso que apesar da sua ligação ao Benfica quase umbilical na década de 90 e das suas guerras com Paulinho Santos, nunca consegui sequer ter um odiozinho de estimação pelo JVP, fica a ideia de que podia ter tido uma carreira ainda melhor (dar o salto para um grande campeonato). Andou com o Benfica às costas durante anos e foi um "Pai" para Jardel com as suas assistências, pelo meio ainda nos fez sonhar contra a Inglaterra com um mergulho e uma cabeçada de génio (aliás, para a sua estatura marcou imensos golos de cabeça).+ Prof. Moniz Pereira - É a minha menção especial neste artigo, apesar de não ver muito atletismo não consigo ficar indiferente a este SENHOR, o Senhor Atletismo, como é conhecido, talvez o homem que mais fez pelo Atletismo Nacional, desde a sua postura, o respeito que mostra pelos outros, a sua paixão pelo clube que é imensa, ele que é o sócio número 2 do Sporting, é pena não termos mais pessoas assim no desporto nacional.Cumprimentos.Vingador_Azul

I Liga:

Comentários [45]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Sendo sincero ...

E sem nenhuma clubite, nunca me preocupei o suficiente com os rivais do Sporting para odiâ-los ou admirâ-los. Talvez haja uma pessoa ou outra desses clubes que acabe por respeitar mais, mas nunca será admiração, seja jogador, dirigente, ou pessoa ligada ao clube de uma forma ou outra. Como não quero ser rotulado de anti-(qualquer coisa) tenho de salvaguardar-me dessas possíveis acusações com o que disse acima, admiração não, talvez respeito seja a palavra indicada, e esses, também os contava pelas mãos.

Re: Sendo sincero ...

ò Fábio, desculpa lá mas isso é a postura "ati qualquer coisa". O que me dizes de um JVP por exemplo que quando estava no Benfica não te dizia nada(provavelmente até dirias que era uma merda), e o que passaste a dizer depois de ir para o Sporting? O mesmo digo do Jardel. No desporto não nos faz mal admirarmos o adversário, é sinal de desportivismo, fair-play, coisa que falta muito na nossa sociedade desportiva, va-se lá saber porque razões. cumps

Re: Sendo sincero ...

Eu acho que é a melhor forma de respeitarmos o adversário.

Macacos (lagartos) de imitação

Intróitozeco: O blog tem estado muito sossegado e tem estado tudo muito orientadinho e as pessoas todas muito sérias e tudo um bocado panhonha. Isto está claramente a precisar de parvoíce. E, como sabem - é uma das leis do Universo - parvoíce = lagartagem. Ora vamos lá: Parece-me evidente, após as célebres declarações do Cabeça de Cotonete (alguém escreva um livro, sff) em que este preconizava uma ‘gestão à Porto’ e olhando para a espécie de equipa da Velha Guarda do FC Porco que o Costeletinha anda a tentar montar, que por esta altura na lagartagem se está a tentar construir uma espécie de imitação barata (porque não há, de facto, dinheiro) do clube do Mestre Pinto. A emulação é, no entanto, perigosa (para a lagartagem - e, vendo bem, no fundo, boa) e parece-me que condenada ao fracasso. Porquê? Porque ter como enquadramento para a gestão desportiva de uma agremiação (por mais apatetada que seja) a construção de uma cópia ranhosa da equipa dos andrades do tempo do Mourinho é um bocado parvo: aquilo já foi há uns 6 ou 7 anos e, por exemplo, o Maniche cada vez está mais parecido com uma mulher de meia idade obesa. Feia. Muito, muito feia. Mas, principalmente, porque é preciso ser-se orientado da cabeça para brincar aos gangsters. Para se emular o clube do Guarda Abel é preciso ser um canalha, sim, mas um canalha orientado e um canalha profissional na trafulhice que faz. Eficiente na aldrabice. Uma gestão à Sopranos não se compadece com pacóvios que nem conseguem tomar conta de uma camisola. Ou seja, e no fundo, a lagartagem até teria hipóteses de ter algum sucesso com esta estratégia de emulação do clube da fruta se o Cabeça de Cotonete não fosse um asno de proporções pantagruélicas. Cheira-me que, se nem o raio de uma camisola consegue entregar, era gajo para, por exemplo, dar aconselhamento familiar ao árbitro errado (ou ao tipo da Telepizza, se lhe tocar à campainha) ou para dar, ao telefone, as direcções erradas no caminho para a casa de tal modo que o árbitro nunca mais apareceria em lado nenhum ou, sei lá, de achar que a ‘fruta’ seria mesmo fruta e mandar cestos com ananases, peras e bananas para os hotéis das equipa de arbitragem, ou até comprar (penhorando o passe do Pongolle) uma máquina de café para tirar ‘galões’ em condições. Ou então comprar viagens ao Brasil para oferecer ao Xistra e depois perder os bilhetes e ter de oferecer fins-de-semana na Quarteira. Ainda por cima tem claramente a pinta de ser indivíduo para, numa festa de um núcleo qualquer da lagartagem, entusiasmado por umas valentes imperiais, tinto carrascão e Vat 69 (que as festas da lagartagem não dão para mais) e por uma sessão de abano de maracas ao som de Dias Ferreira em registo Zé Cabra (mas para pior), conseguir virar-se para a matrafona desbocada do lado ou para um jornalista presente e dizer coisas como ‘não diga nada a ninguém, mas arranjámos um gajo na CML que nos arranja pedras da calçada para as claques poderem brincar, que a polícia limpou os baldes que lá tínhamos. Aquilo é que vai ser arrear nos lampiões’. Convenhamos, estamos a falar de um pachola que veio com a teoria do ‘trabalho de sapa’ nas famílias e com aquela história das sportinguistas terem a infelicidade de casar com benfiquistas e outras pérolas de qualidade inquestionável. Estou muito bem a vê-lo a passear pela rua e a deixar cair post its dos bolsos com notas como ‘Comprar uma camisola para o Renato’, ‘Ligar ao Vítor Pereira e pedir o Xistra’, ‘Pedir ao Bernardo uma capa do Record com o Sá Pinto em miúdo e os 10 putos da Academia que fizeram o crisma ’ ou ‘Falar com o Jorge Nuno para dizer o que queremos este ano para estar calados: pode ser caixas de Cutty Sark, que o Oliveira e Costa não me larga.’ De qualquer maneira, agora mais a frio, e depois do choque da saída do Salema (e agora quem, naquela casa, é que vai escolher os cortinados dos quartos do Abrigo de Alcochete ou pegar no projecto muito pessoal da adaptação para musical da Casa na Pradaria, que implicava vestir todos os jogadores como filhas adolescentes do Michael Landon?), parece-me que há espaço para algum conforto: um clube que tem nos seus estábulos gente como o João Braga, Rui Oliveira e Costa, Dias Ferreira, aquela égua dos Delfins, o trambolho do Eduardo Barroso e inimputáveis como o Cabeça de Cotonete e aquele obtuso do Ernesto não sei das quantas que também tem um espaço, por caridade, n' A Bola, tem, com toda a certeza, massa crítica para nos continuar a deslumbrar. http://tertuliabenfiquista.blogs.sapo.pt/

Re: Macacos (lagartos) de imitação

Gosto deste blog. Bela folha tripla!

Re: Macacos (lagartos) de imitação

OS QUE SE PROCRIAM POR OVOS , com cerebro tão pequeno mas mesmo pequeno, querem dizer que só ganham titulos com poderes ocultos deve ser isso com o artigo que escreves

Re: Macacos (lagartos) de imitação

Como se os repteis não nascessem de ovos... lol!

Re: Macacos (lagartos) de imitação

E EU PERGUNTO QUEM É QUE É LAGARTO, o mais parecido dessa familia são os dragões esses sim podem ser chamados de lagartos porque é o seu simbolo, ou chamar galinholas ao benfica , porque tambem possuem o mesmo ADN da águia, agora chamar lagartos ao sporting, só mesmo de ignorantes que não têem qualquer conhecimento do mundo animal , mas isso é normal nesse clube

É preciso puxar atrás

porque existem muitos que admiro em rivais. Para começar no Porto e até começo por uma modalidade que durante muitos anos foi um dos desportos que marcou imenso. Nuno Marçal jogador de basquetebol do Porto durante muitos anos. Um atleta de eleição, figura da selecção, um jogador fantástico que nunca percebi bem o porquê de nunca ter vingado no estrangeiro. Foi o ganha pão da selecção durante muitos anos juntamente com Sérgio Ramos (outro que admiro imenso mas do Benfica). No futebol, Aloísio, um central fantástico, de bom trato, durinho qb mas honesto e sem maldade. Mário Jardel obviamente, um goleador ainda que muitas vezes me tivesse feito mandá-lo à merda era um jogador fantástico e dos que realmente na altura gostava de ter tido no Benfica. Infelizmente escolheu caminhos errados na vida e transformou-a num desastre a nível pessoal. Drulovic, extremo à moda antiga, jogador de toque curto, um bom homem e um bom profissional. Reinaldo Ventura. Um dos melhores portugueses do Hoquei em patins, um grande atleta quer no Porto quer na selecção. Um grande jogador dos bons tempos do hoquei na Rtp2 ao Domingo, boas tardes de desporto em Portugal. Depois no Sporting confesso que sem desprimor é um clube que sempre me disse pouco, não por qualquer falta de respeito ou seja o que for. É um grande clube, um grande rival, tenho alguma simpatia pelo clube mas tenho dificuldade em encontrar verdadeiros atletas que me tenham marcado a infância. Recordo alguns obviamente, o enorme Obikwelu que é um dos maiores atletas portugueses dos últimos anos ainda que pareça ter tido uma carreira relativamente curta, Naide Gomes por ser uma figura do atletismo português, Carlos Galambas no andebol, João Benedito no futsal são os das modalidades que merecem o meu respeito. No futebol claro também os há e alguns deles gostaria de ter visto no meu clube. Liedson o levezinho, um avançado excelente, deu-me muitas dores de cabeça, muito murro na mesa e foi durante muito tempo a figura maior do Sporting. Luís Figo, pelo empenho, pelo profissionalismo, pela atitude, pela marca que deixa no futebol português e porque me habituei a ver a selecção do Figo e os maiores anos que recordo na selecção foi com Figo como o capitão. Provavelmente esqueço-me de imensos mas estes são realmente aqueles que cada um na sua especialidade, gostaria de um dia ter visto no meu clube e que mal ou bem me deixou marca ou admiração. Uma nota obviamente para a minha Académica porque também tem as suas figuras mas uma em particular marcou sempre a minha juventude. Pedro Roma de seu nome. Um exemplo de atleta, estudante, pessoa que na minha opinião nunca teve o reconhecimento devido na sua carreira. Um exemplo. Espero honestamente que a lista continue a crescer seja de que clube for porque é bom recordarmos sem clubismos figuras que acabam por nos marcar. Cumprimentos

Re: É preciso puxar atrás

Isto para não falarmos do enorme Joaquim Agostinho.

Re: É preciso puxar atrás

Ó meu irmão. Tens dificuldades de encontrar algum nome de um Sportinguista que se tenha evedenciado desde a tua juventude. Não sabendo a tua idade e desta forma não querendo ir buscar um Ramalhete,Rendeiro,Sobrinho,Chana e Livramento, não ir buscar um Carlos Lisboa que tem um recorde de 70 pontos num jogo e sabes contra quem?advinhas-te, o teu Benfica.isto na altura que representava o Sporting. Mas, de certeza absoluta, que atletas como Fernando Mamede, Carlos Lopes, Domingos Castro,Dionisio Castro,Rui Silva,Carla Sacramento, Armando Marques(Tiro)entre muitos outros que aqui podia estar a enumerar, foram atletas deste enorme clube que se chama Sporting Clube de Portugal e deram muitas mas mesmo muitas alegrias ao povo português e acima de tudo, ajudaram o clube a ficar com um palmarés impar em Portugal. É certo e aceito que não gostes de todos, agora tentares ignorar estas estrelas todas, nem parece teu ou então estás a ter um ataque de clubite.Só pode ser dos ares Belgas.eheheheh. Cumps.

Re: É preciso puxar atrás

Pedro Roma e o Dário são simbolos vivos da Académica...

off-topic -Boa disposição

O maior pesadelo de um o homem !!! No tal pesadelo... acordo, olho-me ao espelho e descubro que sou vesgo. Procuro freneticamente nos bolsos, para ver a minha fotografia no Bilhete de Identidade, para ver se sou realmente aquilo... Encontro um passaporte e descubro.... sou espanhol... Não pode ser, meu Deus!!! Sinto-me inconsolável numa cadeira. Mas... não é possível!! É uma cadeira de rodas, o que significa que... além de ser vesgo e espanhol... sou também deficiente físico! É impossível, digo-o para mim mesmo... que eu seja vesgo, espanhol e deficiente físico... De repente... - "Amoooooor!", grita uma voz atrás de mim. É o meu namorado... Fodasse...! Sou também maricas...?! - "Foste tu que pegaste na minha seringa?" Ó Deus! Vesgo, espanhol, deficiente físico, maricas, viciado e talvez seropositivo...! Desesperado, começo a gritar, a chorar, a arrancar os cabelos E... Nãooo!!!!! Sou careca!!!! Toca o telefone. É meu irmão, que diz: - "Desde que a mãe e o pai morreram, tu só te enches de drogas, vadias o dia inteiro! Procura um emprego, arranja algum trabalho!" Que merda, descubro que também sou desempregado!!! Tento explicar ao meu irmão que é difícil encontrar trabalho quando se é vesgo, espanhol, deficiente físico, maricas, viciado, talvez seropositivo, careca e órfão, mas não consigo, porque...Porque sou gago!!!! Transtornado, desligo o telefone, com a única mão que tenho, e com lágrimas nos olhos, vou até à janela para olhar a paisagem. Milhões de barracas ao meu redor... Sinto uma punhalada no marca-passo: além de vesgo, espanhol, deficiente físico, maricas, viciado, talvez seropositivo, careca, órfão, gago, desempregado, maneta e cardíaco, sou também moro numa barraca... Começo a passar mal e sentir um calafrio e dirijo-me ao guarda-fatos para pegar num agasalho, e, para minha surpresa, quando abro a gaveta encontro uma camisola do PARTIDO SOCIALISTA. Aí já é demais... Entro em curto-circuito, pois além de vesgo, espanhol, deficiente físico, maricas, viciado, talvez seropositivo, careca, órfão, gago, desempregado, maneta, cardíaco, moro numa barraca... e sou do PS. Nesse momento, o meu namorado volta-se e diz: - Amooooooor, vamos embora, senão chegamos atrasados ao Estádio da Luz para vermos o nosso Benfica! Desmaiei!! MORRI... ---------------------------------------------- ABENÇOADO ALENTEJO NO ALENTEJO, um autocarro que transportava o Governo, chocou com uma árvore. Pouco depois chegou um jornalista e perguntou a um alentejano que estava ali com uma pá na mão: - O senhor viu o que se passou? - Vi, sim senhor. O autocarro com o Governo espetou-se no chaparro. - E onde estão os políticos? - Enterrê-os todos... -Mas...não estava nenhum vivo??? - O Primeiro Ministro dizia que sim, mas vossemecê sabe como ele é mentiroso... -------------------------------------- Remedio para a memoria O Joãozinho frequentava a escola e sempre que a professora explicava alguma matéria, o Joãozinho cuspia na mão e passava-a pela testa. Isto sucessivas vezes até que, um dia, a professora perguntou: - Joãozinho, sempre que dou nova matéria, tu cospes na mão e passas pela testa; podes explicar-me porquê? O Joãozinho responde: - Sra. Professora, é que a minha irmã, quando está namorando, eu ouço-a dizer para o namorado "Cospe na cabecinha que entra melhor!!!" -----------------------------------------

off-topic -Francisco Stromp nasceu há 118 anos

Francisco Stromp nasceu há 118 anos Nasceu a 21 de Maio de 1892 esta figura ímpar do Sporting Clube de Portugal. Ele foi o companheiro exemplar, o dirigente que resolveu um sem-número de problemas, realizando-se numa entrega total ao próximo. O alto conceito em que tinha as virtudes do desporto e o respeito pela ética desportiva, faziam dele o amigo sem limites, mesmo com os seus adversários das pugnas desportivas. Ficaram famosas as usas alocuções no balneário, antes do inicio dos jogos, quando, muitas vezes com os olhos marejados de lágrimas, incitava os colegas a dignificarem o clube. Em 1916 sofreu um grande revés, ano em que seu irmão António, com apenas 22 anos de idade contraiu a doença típica dos homens nessa época: a sífilis, para a qual não eram conhecidos tratamentos eficazes. António viria a falecer cinco anos depois, em 1921. Três anos depois, Francisco e a sua família descobrem que tinha sido atacado pela mesma doença. Francisco Stromp, foi um dos fundadores do Sporting Clube de Portugal. Alinhou pela equipa principal de futebol desde a época de 1908/09, aos dezasseis anos, até 1923/24. Participou em 107 jogos na categoria principal do clube, a médio-direito ou avançado-centro e foi seu capitão durante uma dezena de anos. Seleccionado para a equipa representativa de Lisboa nos jogos contra a do Porto em 1914, 1915, 1916, 1917, 1920, 1921 e 1922. Em 1923 conduziu o seu clube à conquista do Campeonato de Portugal. Desde a fundação do Clube até ao dia da sua morte, nunca deixou de se confundir com o próprio Sporting, que mais não constituiu que o prolongamento afectivo da sua própria família. O seu amor pelo Clube era tal, que chegava a usar a camisola verde e branca por baixo da roupa do dia a dia. Daí o reconhecimento do Sporting Clube de Portugal com a atribuição das distinções de sócio de mérito, sócio benemérito e, a título póstumo, a de sócio honorário, ocupando, ainda, por decisão da Assembleia Geral, eternamente o n.º 3 de associado. Francisco Stromp foi condecorado pelo Governo Português com a Medalha de Mérito Desportivo, em Outubro de 1990, a título póstumo.

Re: off-topic -Francisco Stromp nasceu há 118 anos

Maravilhosa a historia do nosso clube. Acho-a verdadeiramente rica ! Abraço

De Azul e Verde

Caro Vingador, a tua proposta obriga-me a um esforço de memória pelo que te deixo aqui algumas referências mais recentes. Aloísio - Um senhor, um jogador à moda antiga. Digno e elevado e, claro, extraordinário defesa central. Zé Beto - Esta é muitíssimo pessoal e já sendo benfiquista ferrenho na altura não te consigo explicar o impacto da final da Taça das Taças e da indignação do Zé Beto no final. Ficou-me marcado. Um homem com o coração nas mãos. Onde pára agora? Rui Barros - Extraordinário jogador que tantas vezes me fez lembrar Chalana. Correcto e humilde. Um exemplo. Jardel - Como benfiquista e apesar da admiração... chamo-lhe sacana em pensamentos. ;) Valckx e Marco Aurélio - Exemplos. Jordão - Se há jogador de futebol que considero ser a união perfeita de dedicação, talento e cavalheirismo, só pode ser este homem. Damas - Ele o "meu" Bento tiveram das rivalidades mais saudáveis da história do futebol português. Gigante. Moniz Pereira - Deixa saudades a qualquer adepto do desporto. Lucho - Um comandante que não precisa de levantar a voz. João Moutinho - Na tradição dos trabalhadores humildes que pelo seu trabalho, talento e exemplo deveriam ser referência para os mais novos. Excelente artigo que possibilita que, por momentos, façamos merecidos elogios aos nossos adversários. Cumprimentos

Re: De Azul e Verde

Como já disseram o Zé Beto faleceu num acidente de viação, infelizmente o meu clube tem alguns casos deste tipo, Rui Filipe também era um simbolo do nosso clube que viu a vida ser-lhe ceifada nas nossas estradas... Cumps

Re: De Azul e Verde

O Zé Beto morreu num acidente em 1990.

Bom artigo

Mas nomes como Ricardo Carvalho, Mário Jardel,Vuckevic(O dos primeiros tempos),Douala,Bruno Alves,Maniche,Lucho Gonzalez, Lizandro Lopez, Deco, Andre Cruz sao aqueles nomes que todo o bom rival admite que são jogadores incriveis. Treinadores, Mourinho, Co Adrianse e José Peseiro, admirei-os, assim como actualmente simpatizei com a coragem de Carvalhal.

Re: Bom artigo

Co Adrieense foi um incompreendido mas tirando na champions que enterrou fortemente fez um bom trabalho principalmente foi preciso tomates para jogar em 3-4-3 e muitas vezes num falso 3-3-4.

Incontornáveis

Em todos os clubes há personagens que não se conseguem ignorar por mais que isso possa doer à "alma" que defende as nossas cores. No fc porto, a pessoa que mais admiro é precisamente a que mais me irrita a nível desportivo. É evidente que estou a falar do presidente Jorge Nuno Pinto da Costa. Óptimo presidente para os azuis e brancos, péssimo para o futebol português em geral. No sporting, a menção do autor do artigo ao professor Moniz Pereira não poderia ser mais apropriada. Mas como isto é um site de futebol e está previsto falar de futebol e jogadores, devo referir um jogador que passou por fcp e scp e que tantos anti-ácidos me deu a comer . Mário Jardel era meia garantia de campeonato ganho e como nunca jogou pelo Sport Lisboa e Benfica, só me lembro de dissabores e não foram assim tão poucos, logo a minha admiração por ele. Em termos de figuras emblemáticas. No fc porto, o grande J. Costa. Que me desculpem os adeptos de outros jogadores, mas além de ter sido o melhor central azul e branco das últimas décadas, o carisma e a garra que punha em campo, fazem dele isso mesmo, um incontornável. Acreditem que fico pasmado quando vejo gente a comparar ou a tentar comparar J. Costa com F. Couto. No sporting teria que ser alguém da formação. O problema é que seria injusto destacar apenas um nome. Talvez Cristiano Ronaldo seja o mais mediático mas Luís Figo estabeleceu uma bitola muito alta que o jogador madeirense ainda não atingiu. Deixar aqui uma palavra de apreço por este artigo. Bem conseguido e numa altura em que é preciso concentrar atenções numa selecção que precisa desesperadamente do apoio incondicional de todos os Lusitanos. E como é lógico, ao reconhecer mérito aos adversários, mais as clubites são postas de parte. Ao autor os meus parabéns. JPS

Re: Incontornáveis

Jardel era um fora de série, muito incompreendido no Brasil por não ser o tipo de avançado que eles estão habituados a ver jogar, é daqueles jogadores que fiquei admirado de nunca ter dado o salto para um tubarão europeu e depois a cabeça não ajudou muito. Abraço

Tantos

no passado recente, do FCP : F.Couto (por razões extra futebol), Jorge Costa, Drulovic. do SCP : JVP (o meu idolo) do SLB : tenho que falar dos meus, Mozer, Preud'homme, Isaias, JVP, Rui Costa, Paneira, Futre…

Re: Tantos

futre enquadra-se melhor se puseres do lado do porto... foi lá que teve a melhor fase, e como ele proprio disse " o atletico e o porto sao os clubes do meu coraçao"

Não tenho...

Talvez o orelhas que tem dado um bigode ao Jorge Nuno,no clube que o excumungou na sua juventude,o seu ex-adorado Benfas,mesmo que para isso tenham limpo as finanças do país...Mas está tudo bem,o Benfas é campeão...

Neste momento no Porto, no Sporting e no Braga são

Porto: - Álvaro Pereira - Varela - Falcao Sporting: - Rui Patrício - João Pereira - Miguel Veloso Sporting de Braga: - Evaldo - Hugo Viana - Luís Aguiar

off... os lamps continuam em grande com as faixas!

"obrigado ricardo costa!" http://www.youtube.com/watch?v=BovXr2TNVJU&feature=player_embedded

Pelo aspecto de delinquente..

.. não resta hesitações de suas proveniências, caríssimo, assim num ápice, notabiliza-se a ausência do periódico na mão de um qualquer ex-beneficiário do rendimento social de inserção. Saudações

Re: Pelo aspecto de delinquente..

Tu lá sabes do que falas caro amigo. A experiência é a melhor escola..

Quando era Badameco/Chavaleco na idade da utopia

e da esperança que ainda não perdi, (outros sóis um dia voltarão a brilhar...), graças ao «Dios Maradona» e como não poderia deixar de ser «À mãe de todos nós a Fátima»!!! Do clube dos BIMBOS, admirei Cubillas, o Olibeirinha, mais o Pacheco e o Sousa o matador Gomes e também o cabeçudo Jardel e o Amadorense Jorge Andrade e porque não Derlei, passam-me se calhar alguns mas estes vêem-me logo à (caixa dos pirolitos), porque será??? Nos do clube dos ÍNDIOS (UGH,UGH) quais LAMPIÕES, o Rei Deusébio mais o Coluna também o Humberto e o Chalan(d) o enorme Jordão e o Carlitos Manelito, o maior o malucanas do Vítor Baptista (este só visto in-loco, dos melhores pontas de lança que alguma vez vi), o Luvas Pretas que habilidade tinha este centro-campista João Alves, mais o J.V.Pinto o anão das piscinas, tinha mais futebol naqueles pés e cabeçoila que algumas equipas hoje que jogam com 11 e mais os 7 suplentes, Valdo e Rui Costa e o Sportinguista Mantorras e actualmente o Saviola, ficam também alguns por nomear... Dos do «MAIOR o SPORTING CLUBE de PORTUGAL», embora não sendo para aqui chamados, pelo que é indagado no artigo, mas não consigo os do meu CORAçÃO são mais de uma CENTENA porque não um MILHAR ou MILHARES, numa palavra são TODOS os que envergaram aquele Jersey mais lindo do Mundo, VERDE e BRANQUINHO em listas horizontais e com um LEÃO por emblema, porque será que sempre foi e será o denominado de REI, só para quem sabe e nós os Lagartos verdadeiros sabemos porque o somos!!! De Jadscl