Profissionalização dos árbitros | Relvado

Profissionalização dos árbitros

 

Na minha opinião, os árbitros vão continuar a apitar apenas um jogo por semana e, embora já tenha sido mencionada numa colaboração entre Portugal e Espanha para «a possibilidade de encontrar formas de competições diferentes, onde possam participar as equipas portuguesas e espanholas», a mentalidade continuará a ser a mesma.E nesta profissionalização, quem ensinará os nossos árbitros? Será uma licenciatura em arbitragem? O que acontecerá aos árbitros que descem de escalão? Começarão a ganhar menos e logo estarão mais susceptíveis a subornos para manterem o nível de vida que tinham? Quem votará para a sua subida ou descida de escalão? Quais os critérios para poderem ser árbitros profissionais?Eu não consigo perceber nem imaginar uma maneira desta profissionalização correr bem...TazMan

I Liga:

Comentários [14]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Profssionalização não resolve nada!

Como já aqui disse muitas vezes acredito que a maioria dos árbitros são sérios e se esforçam por errar o menos possível! Mas não é, de c erteza, por serem profissionais que passarão a errar menos! O mal, e deixemo-nos de brincadeiras que não é só nosso, é que os árbitros só têm dois olhos que apontam na mesma direcção enquanto as televisões têm 12 ou até 16 câmaras a registar tudo o que se passa ao redor do relvado! E mesmo com todas essas câmaras é frequente não se conseguir chegar a um consenso em relação a este ou aquele lance! Enquanto o jogo progrediu imenso em termos de rapidês e marcações rígidas nos últimos 40 anos, a arbitragem continua a estar a cargo de um árbitro e dois juízes de linha, próprios para ver os foras de jogo e pouco mais! O que poderia ajudar realmente os árbitros seria, para além das ajudas electrónicas nomeadamente nas bolas entradas ou não, a presença de mais juízes em campo! Três acho eu mas poderia ser um árbitro central e dois nas grandes áreas! Não tem é interesse nenhum ter um quarto árbitro a fazer a inutilidade que faz!

Para ter arbitros serenos...

a solução é educar os jogadores a calar a gaiola!

Nem sei que diga

Realmente começa a ser costumeiro em todas as jornadas haver erros grosseiros por parte dos arbitros. Desta feita foi no Porto-Belenenses com um fora de jogo de quase 2 metros a resultar no 1º golo do Porto e na falta que deu o 2º golo do Benfica. Embora sejam erros diferentes, uma vez que o Benfica beneficiou de n faltas a entrada da area, uma haveria de entrar... Foram jogos que não vi assim como não vi o Olhanense-Rio Ave onde parece ter havido um roubo de igreja. Os jogos dos 3 grandes são sempre os mais visados e mesmo que haja casos muito mais polémicos nos outros jogos raramente se fala, ou escreve-se uma tenue linha... Também na liga dos campeões há erros grosseiros, como por exemplo no Roma-Sporting aquele penalty... Também nos Mundiais e nos Europeus... Talvez antes de se recorrer a profissionalização dos arbitros se deva recorrer mais à tecnologia. O Rugby por exemplo, recorre a tecnologia se um ensaio é duvidoso. Ainda não percebi pq é q no futebol que é uma industria multimilionária, não se recorre aos mesmos meios. Não entra na minha cabeça. É tão facil verificar se um penalty é penalty; se um golo é fora de jogo ou não; se uma agressão existe ou não. Estamos quase em 2010 e o futebol continua com estes casos grosseiros ano pós ano e com a tecnologia que temos... Porque será?

E que tal profissionalizar...

Todo o nosso futebol? quem bem precisa... Tenho um artigo a falar disso á espera para ser editado, veremos se vai ser, se calhar é mais interessante repetir artigos e dá menos trabalho ;) cumps

ainda não percebi uma coisa,se os jogadores

erram,todo o mundo erra,então porque que os arbitros não podem errar? se preocupassem mais a jogar a bola em vez de criticarem os arbitros o co adrianse quando estava no fcp mesmo quando o fcp era roubado ele nao falava dos arbitros,porque ele so falava dos jogadores,os holandeses nao falam de arbitros

lol..lol..lol

lol..lol..lol...pois.....eu queria responder-te, apetecia-me responder a tua ....."simplicidade"!!!!...mas olha acho que so me posso rir!!!!!.... se te respondesse ias ficar sem perceber na mesma....

Re: Profissionalização dos árbitros

Há exactamente um mês saiu um artigo sobre o mesmo assunto: a profissionalização dos árbitros.

Re: Re: Profissionalização dos árbitros

ja começo a ficar farto destes artigos sempre repetetivos

Eu só não sei...

Como é que o facto de os árbitros se tornarem profissionais lhes vai melhorar a visão.

Re: Eu só não sei...

Quando olhassem para o recibo de ordenado e vissem que receberam menos em função das miseráveis arbitragens que fizeram abriam logo os olhos...

Realmente é uma falsa questão...

estar a profissionalizar gajos como o Paixão e companhia é premiar a incompetência! A única solução é tirar a arbitragem do seio da Liga e criar um organismo autónomo sem interferência dos actuais órgãos! A curto prazo era a única solução. E a FPF deveria começar a creditar cursos de arbitragem interligados a Universidades especificas para que a longo prazo, e aí já com uma profissionalização adequada, chegássemos aos nível dos árbitros Ingleses, que de certa maneira deverão ser a referência para um futuro quadro de árbitros. Saudações Leoninas

Re: Realmente é uma falsa questão...

de facto tem razao. so se pode ser profissoinal desta actividade...com bagagem tecnica acima da media, com valor humano acima do reles, com valor etico acima do pouco mais ou menos... para isso ha que criar um curso com uma nova "universidade" independente dos interesses das ligas de clubes.alem de que...teriam de ser concedidos os meios tecnicos como a analise atraves de video a comunicaçao verbal ente os elementos da equipe..etc...a fim de que deixe de haver o que ha hoje!!!!

Re: Realmente é uma falsa questão...

E que achas que isso resolvia? Não me parece que fosse mudar nada!

Re: Re: Realmente é uma falsa questão...

Pelo menos deixava de estar à mão de Guilherme Aguiar e Cunha Leal!