Portugueses vs Estrangeiros | Relvado

Portugueses vs Estrangeiros

 

O desafio que eu proponho aos caros relvinhas, é que olhem para o actual plantel do seu clube e que digam que estrangeiros é que substituíam por portugueses, assinalando quais os portugueses.Isto falando num plano minimamente realista, ou seja, jogadores que fossem acessíveis aos bolsos de cada clube.Cumprimentos
Vingador_Azul

I Liga:

Comentários [72]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Há quatro problemas "centrais"

O primeiro e mais óbvio é a falta de qualidade. Quando o melhor ponta de lança português só garante 6 golos por época (e com sorte) é suposto os clubes não investirem no estrangeiro. E depois o que abunda mais é mediocridade. Jogadores como Miguelito, que são um espectáculo em clubes pequenos e chegam aos grandes para não fazerem nada. Depois, há a má formação. Padrões estúpidos repetidos pelos clubes. Jogador alto? Vai para central. Rápido? Para ala. Não se vê mais nada. Não lhes passa pela cabeça experimentar aquele miúdo alto e com bom remate, que por acaso não tem muita técnica, na frente de ataque. Não, um avançado tem de ter técnica. O contrário seria ridículo. Resultado: o género de avançado nacional hoje em dia corresponde ao Nuno Gomes. Máximo de 10 golos por época, bom toque de bola, mas uma estranha tendência para ser colocado a jogar a número 10 por treinadores estrangeiros (ou gajos que percebem alguma coisa daquilo). Porque será? O terceiro é a pura estupidez dos clubes. Não só dos grandes, que desperdiçam talento todos os anos das suas formações, mas dos outros clubes que não aproveitam o desperdício. Vejam o caso do Fernando Alexandre. Quando estava no Benfica demonstrou ter talento. Mas o clube não o quis. Tudo bem. É difícil para um jovem afixar-se logo num grande. Mas de certeza que um outro clube da 1ª divisão o vai contratar. Não. O miúdo vai para a 3ª divisão, prova o seu talento e está hoje no Braga. Não se podia ter poupado muito tempo e, quem sabe, ter hoje um jogador para a selecção? O quarto e último é uma espécie de xenofobismo invertido. Os jogadores portugueses não tem espaço de manobra nenhum. Ou são bons ou rua. Vejam Di Maria e Fábio Coentrão. Chegaram ao mesmo tempo, mostraram practicamente a mesma coisa. Chegou o mercado de Inverno, Coentrão é emprestado e Di Maria é titular. Outro, Sidnei e Miguel Vítor. Um internacional sub-20 e um jovem da formação. Ambos com muito talento e com a mesma idade. O brasileiro é titular, o jovem é 4ª opção. No entanto, o jovem da formação acaba por fazer vários jogos, devido às lesões dos seus companheiros. E, descaramento, ele joga bem. Muito bem aliás. Nem um erro. Não pode ser. E o dinheiro gastado com o brasileiro? É mete-lo outra vez no campo. Nova lesão. Lá vai ter que jogar o puto outra vez. E joga bem outra vez. O que é isto? São as bancadas a aplaudir. Mas... queres ver que o miúdo sabe jogar à bola? Não pode ser. Mas é. Titular da selecção sub-21. Chamado ao estágio da selecção principal. Mas é claro, vamos conter a euforia. Pode até ser bom, mas é português. Não vai dar nada. To be continued... P.S.: Pessoalmente, vejo o Miguel Vítor a capitão da selecção e do Benfica em alguns anos. Mas isso sou só eu...

O jogador português...

...além de ser caro, é na generalidade fraco, com tendência para piorar devido à decrescente qualidade da formação em Portugal. Prefiro ter um Benfica vencedor e estrangeiro, do que um contentor de eternas promessas que se preocupam mais com a cabeleira do que correr durante os 90 minutos de um jogo de futebol.

Re: O jogador português...

Completamente de acordo.Mais o jogador além de ser caro é vaidoso(não corre,faz birra,não respeita quem lhe paga,gosta de copos e de putedo). Cumps

Penso que existe, sim

Existe de facto esse excesso de estrangeiros no nosso campeonato, nomeadamente de brasileiros, não estamos perante um mito. Determinadas decisões são difíceis de entender, por exemplo, a Naval vai buscar franceses às distritais, a clubes amadores, porque não fazer o mesmo mas com jogadores lusos? Todas as épocas somos invadidos por hordas de brasileiros. Raramente se vê um clube a recrutar portugueses da Liga Vitalis, ou lançar jogadores da formação… É preocupante esta desconfiança em relação ao jogador português. Basta dar uma vista de olhos na Selecção. As opções escasseiam, tardam em surgir novas esperanças. Estrangeiros no nosso futebol? Claro que sim, somente de qualidade inquestionável. Quanto à minha equipa: João Pereira - Sapunaru (o romeno não é mau jogador) Carriço/ Miguel Vítor - Maicon (alvos irrealistas… dupla de centrais do Guimarães?) Moutinho/ Rúben Micael - Gaurín (outro) Alguém, formação? Alguém - Benítez Pedro Mendes? De resto, aproveitava alguns jovens, o Ukra parece ser bonzinho e ter algum potencial, o Castro ou o Rabiola. As apostas feitas em Mariano ou Farías poderiam recair sobre outros jogadores.

Portugueses e estrangeiros

Eu estou-me a cagar para isso, quero é que o Benfica ganhe.

Re: Portugueses e estrangeiros

gostava de ver se a FPF obrigava os clubes a ter metade dos jogadores Portugueses no 11 inicial....de certeza que não ias falar assim

Re: Portugueses e estrangeiros

Como é óbvio o que interessa é ganhar.Agora tb acho que os nossos clubes moralmente ,têm que ser responsáveis pelo crescimento do jogador tuga e da selecção.

Re: Portugueses e estrangeiros

Pois têm, mas no caso do Benfica há uns anos destruiram a formação e agora está a pagar por isso, para surgirem bons jogadores formados pelo Benfica tem que se esperar mais uns aninhos. Os clubes pequenos aceitam emprestimos dos putos mas são os grandes que pagam o seu ordenado, pois preferem pagar o mini-ordenado ás carragadas de brasileiros que chegam todos os anos.

Re: Portugueses e estrangeiros

Sabes bem como funciona a formação nos clubes médios e pequenos,aparece um puto a dar uns toques,as trutas vão logo lá buscar.Os clubes médios não têm grandes saidas,talvez a politica de empréstimos pudesse resolver alguma coisa.Obrigar os clubes apostar verdadeiramente nas camadas jovens.

Re: Portugueses e estrangeiros

Mesmo os grandes estão com algumas dificuldades, pois os empresários aparecem cedo, e o Chelsea's andam sempre á porta... Depois mais tarde vêm com uma mão á frente e outra atrás.

O jogador Tuga é Caro

Por isso é perfeitamente natural que o mercado brasileiro seja o preferido.O jogador tuga quer ganhar20/25 mil euros,é completamente impensável para uma direcção de um clube médio. Agora o desafio que lanças: Trocava Benitez por Miguelito Trocava Guarin por Ruben Micael

Re: O jogador Tuga é Caro

Que moderação estúpida, só la vi verdades.

Re: O jogador Tuga é Caro

O Miguelito lolol cada vez que tocava na bola na luz mijava-se todo pelas pernas abaixo.

Re: O jogador Tuga é Caro

Até acho Miguelito um jogador razoável.Quando foi prá luz estava muito bem,depois aconteceu aquilo que acontece a quase todos,desapareceu.

Re: O jogador Tuga é Caro

Compreendo o que queres dizer, até concordo em parte, mas no caso do Miguelito tal como o Luis Filipe são jogadores sem estrutura mental para jogar num grande, mijam-se todos.

Re: O jogador Tuga é Caro

Existem gajos sem perfil de clube grande,esses atletas são bons exemplos.Agora o Miguelito sempre tem mais jeito que o L.Filipe,o gajo é muito mau ;). ps-Caga na moderação,deve ser um amigo lagarto.

Re: O jogador Tuga é Caro

Serão assim tão caros? Acho que por vezes os clubes nem tentam saber quanto custa o jogador português por mês, no outro dia o Fernando Correia contou uma situação: "Estava á conversa com um treinador e um Presidente de um clube, e disse-lhes que o Bruno Basto estava livre, a resposta deles foi MAS ELE É MUITO CARO, eu virei-me para eles e perguntei, MAS JA FALARAM COM O JOGADOR PARA SABER QUANTO ELE PEDE? a resposta deles foi, NÃO" Ridiculo no minimo. Cumps

Re: O jogador Tuga é Caro

Ridiculo mesmo!! Mas estou perfeitamente convencido que o ordenado ,tem total influência na escolha dos atletas. Cumps

Re: O jogador Tuga é Caro

Até pode correr bem, mas isso são tudo gajos que querem o clube para um contrato de um ano, relançam a carreira e vão-se embora. Olha o Jorge Ribeiro e o Nuno no Aves. O clube depois ficou a ver navios. É questão de ver se o barato não fica caro, com 10 jogadores a ser contratados todas as épocas.

eu não sou juiz nem legislador

mas também descrimino os jogadores portugueses. Apesar de terem culpa na fraca mentalidade, não acho que devam ir presos por isso. Será que a edição não sabe discriminar estas gralhas? Quanto ao meu clube, está tudo bem, não trocava nenhum estrangeiro. Afinal o plantel apenas tem 1/3 de estrangeiros, DEZ jogadores vêm das camadas jovens, bem bom. Quem me assusta mais é o Polga, mas não vejo um bom português para o substituir. Se calhar daqui a uns anos essa substituição é natural por um elemento das camadas jovens

Peço desculpa á Edite Estrela do relvado.com

estás perdoado

já é mais difícil perdoar quem acha que um jogador que nunca jogou o ano passado (Antunes) se impôs na sua equipa E o meu reparo era para a edição, editar não significa apenas ctrl+c--»ctrl+v E obrigado pela moderação.

Re: estás perdoado

é feio acusar assim do nada não achas? repara que quem te moderou também moderou a mim ;) Ou terás sido tu como retaliação a algo que eu não fiz? :) Cumps

Re: eu não sou juiz nem legislador

O puto Pedro Mendes tem tudo para fazer um a excelente dupla com o Carriço.

Guarín, Tomás Costa e Benítez

Na minha opinião estes são os piores estrangeiros que representam o FC Porto neste momento. Pelo que mostram até agora não têm qualidade nenhuma para jogar no Dragão. Dou o benefício da dúvida a Falcão, Valeri (pouco deu para ver) e Prediger (ainda não jogou). Sobre os substitutos portugueses para Guarín, Tomás Costa e Benítez, João Moutinho (Sporting), Ruben Amorim (Benfica) e Paulo Ferreira (Chelsea) eram as minhas escolhas. Com o encaixe financeiro que o FC Porto conseguiu obter com as vendas de Lucho, Lisandro e Cissokho dava par contratar estes três jogadores. PS: Tive dificuldade em encontrar um defesa-esquerdo português para substituir Benítez pois como todos sabemos esta é uma das posições com falta de soluções para a selecção portuguesa mas acho que Paulo Ferreira poderia regressar ao FC Porto e é um jogador que pode fazer os dois lados da defesa.

AHHH???

Ias buscar o Moutinho não ias? (Deixa lá estar o Ruben em paz, mau por mau...). Pois eu também ia mas os sportinguistas é que não iam goatar muito. E já agora, no campo das fantasias, porque não falar do Deco, do Carvalho, do Bosingwa?

Re: AHHH???

E já agora, no campo das fantasias, porque não falar do Deco, do Carvalho, do Bosingwa? Lê o último parágrafo do artigo!

Re: Guarín, Tomás Costa e Benítez

Ruben Amorim e João Moutinho? Então não dava? Até estou a ver o presidente do Benfica e o do Sporting a partilhar uma carrinha (sim, porque o combustível está carro) e a irem todos contentes até ao Porto, com o Amorim e o Moutinho amarrados na parte de trás. Agora a sério, mesmo que o presidente e os adeptos aceitassem o negócio, vais logo escolher dois dos poucos jogadores que tem amor verdadeiro pelo clube onde estão?

Re: Guarín, Tomás Costa e Benítez

O João Moutinho tem verdadeiro amor pelo clube onde está? Se tivesse realmente amor ao Sporting não teria existido tanta polémica sobre uma possível transferência para o Everton na época passada! Em relação ao Ruben Amorim desconheço se tem ou não amor à camisola, mas já ouvi dizer que é benfiquista desde pequenino, mas acredito que não seria difícil contrata-lo. PS: Não acredito que nenhum deles venha para o FC Porto mas seriam sem dúvida excelentes reforços.

Re: Guarín, Tomás Costa e Benítez

O Moutinhocas não teve nenhum "problema" com o Everton a época passada, isso foi o menino veloso (filho de peixe sabe nadar..). A polémica que houve foi porque depois de vir o veloso e o yannick dizerem os seus clubes de sonho (parece que é moda no meu Sporting), o Moutinho disse que um dia gostava de sair para um grande europeu, e os adeptos não lhe perdoaram isso na altura (mas yah perdoaram de olhos fechados as babaridades do Veloso e do Yannick, enfim!).