Loureiro: Boavista não pode continuar a ser prejudicado | Relvado

Loureiro: Boavista não pode continuar a ser prejudicado

 


Loureiro: Boavista não pode continuar a ser prejudicado
No encerramento da jornada 20 da Primeira Liga Boavista e Belenenses empataram a zero golos, no Bessa, numa partida que fica amargamente marcada pela morte de um sócio axadrezado. O indivíduo de de 67 anos faleceu depois de ter sofrido uma paragem cárdio-respiratória durante o jogo. Após o apito final as panteras não revelavam grandes razões para celebrar, tanto mais porque não gostaram da arbitragem do madeirense Elmano Santos que é acusado pelos axadrezados de não ter marcado um penálti favorável ao Boavista. E com o treinador Jaime Pacheco na bancada a cumprir castigo, foi o presidente João Loureiro quem deu conta pública da revolta, frisando que «o Boavista não quer ser beneficiado, mas também não pode continuar a ser prejudicado».



«São grandes penalidades que ficam por marcar, são expulsões dos adversários que jogam contra nós e não são admoestados disciplinarmente... Começa a ser demais», lamenta João Loureiro. O presidente do Boavista constata que os jogadores «estão revoltados» com o que aconteceu frente ao Belenenses, mas também com o suceder de episódios noutros jogos.
Pacheco não assistiu ao jogo do banco técnico e por isso foi o seu adjunto, Vítor Nóvoa, quem abordou o encontro na conferência de imprensa depois do apito final. «Se tivéssemos feito um golo era mais justo e adequava-se melhor ao que o Boavista fez ao longo dos 90 minutos», constata Nóvoa, frisando ainda que a ausência do treinador «não condicionou os jogadores».
Do lado do emblema do Restelo, o técnico Jorge Jesus considera por outro lado que «pelo que o Boavista fez, foi um ponto bem conquistado para cada equipa». A igualdade é de resto para o líder do Belenenses um «mal menor», entendendo que a sua equipa «ressentiu-se» devido a alguns problemas físicos de alguns jogadores recém-regressados à competição depois de um surto de gripe que afectou o plantel.
Nas contas da Liga o empate não permite ao Boavista deixar o 12º lugar da Liga, atingindo agora o patamar dos 24 pontos que o Estrela da Amadora também soma. Para o Belenenses o ponto conquistado no Bessa serve para subir um lugar na tabela classificativa, sendo agora os do Restelo oitavos com os mesmos 28 pontos de Nacional e Marítimo.

Foto: Agência Lusa

I Liga:

Comentários [4]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

...

No Braga - Boavista nao te queixas-tes tu!!!

O monstro ataca

Não vi o jogo, mas a explicação é muito simples: os árbitros estão a "revoltar-se" contra o monstro que o criou. E explico: das escutas do Apito Dourado ficou claro que os árbitros (e até o Pinto de Sousa) eram tratados abaixo de cão pelo Pinto da Costa e pelo Valentim Loureiro. Agora os árbitros aproveitam e revoltam-se contra o seu criador, apitando, na dúvida, sempre contra o Boavista, assim como aconteceu o mesmo contra o Porto em 2004/2005. Como se diz, isto é fazer uma arbitragem inteligente, em que sem dar muito nas vistas (o que não terá sido o caso, se de facto houve penalty a favor do Boavista), se inclina o campo a favor de uma equipa. O Boavista está agora a sofrer, mas depois dos bons frutos que colheu durante anos...

É sempre a mesma coisa!

Se existe algum clube que esteja habituado a ganhar alguns jogos em épocas anteriores e de repente começa a jogar mal, de quem é a culpa? De certeza que não é dos treinadores, nem dos jogadores...claro que não! É a equipa de aribtragem! São eles que tem a culpa de durante 90 minutos a equipa não conseguir marcar nem um golo...

Boavista???

Os Loureiros que estejam mas é calados, se alguém tem sido beneficiado durante décadas é o Boavista... Até me fazem lembrar outro clube da região...