Imaginem que se provava corrupção num grande... | Relvado

Imaginem que se provava corrupção num grande...

 

Imaginem os seguintes cenários:* O caso Apito Dourado chega à barra dos tribunais, a resolução do supremo é clara e tem efeitos imediatos.
Pinto da Costa acusado de corrupção e o Futebol Clube do Porto desce à segunda divisão.* Após grande investigação policial, Filipe Soares Franco confessa o envolvimento no aliciamento a árbitros e observadores. A justiça foi célere, face à validade das provas apresentadas. O Sporting está desde já despromovido à Liga de Honra.* Está confirmado o envolvimento de Luís Filipe Vieira na aliciação a árbitros da primeira categoria e consequentemente na adulteração de vários resultados. O Benfica tem como pena imediata a despromoção à Segunda Liga.Qual seria a vossa reacção a estas notícias?E quais seriam então as pessoas ideais para reabilitar o vosso clube?
Juilo

I Liga:

Comentários [46]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Estás a misturar alhos com bugalhos!

ou a confundir o toucinho com a velocidade e as batatas fritas com o olho do cú! Então tu metes ficção no meio da realidade? Nesta podridão que raio está ali a fazer o Sporting?

Das 3 hipóteses que referiste,

a mais provável de acontecer era claramente a da eventual despromoção do Sporting! E eu explico porquê. Em caso de suspeição, o Sporting é sempre o primeiro a pagar a factura, e veja-se o exemplo do caso Paulo Sousa e compare-se com o semelhante processo entre o Paulo Madeira/Belenenses/Benfica. A FPF não teve dúvidas em culpar o Sporting e a obrigar o clube a pagar uma percentagem leonina sobre a sua venda à Juventus. Sendo coincidência das coincidências a decisão ter sido dada na presidência do senhor João Rodrigues, que foi o mesmo que branqueou o caso Paulo Madeira e que evitou que a Liga de Clubes tivesse voz activa em toda essa situação. E se existisse todo este tipo de suspeição à volta do processo apito dourado e suas ramificações sobre o Sporting, de certeza absoluta que o centenário clube leonino já estaria nalguma divisão inferior e com os respectivos dirigentes a tomar conta da biblioteca da Gomes Freire. Por isso, o Sporting tem que estar sempre atento e basear a sua conduta nos moldes desportivos e competitivos consagrados nos seus estatutos, porque há primeira oportunidade, FPF, LPF e tribunais desportivos e civis não terão contemplações connosco como estão a ter com outros. Saudações leoninas

Penso que, depois dos campeonatos

serem homologados, nada há a fazer em termos desportivos. Mas, se puder ser, recuem até aos tempos do Calabote, do Adelino Antunes (?) e dum "qualquer coisa" Inácio... Era giro!

Resposta simples:

O campeonato teria uma luta titânica pelo klugar de campeão e teriamos o Braga, o Boavista, o Belenenses e talvez o Guimarães como grandes candidatos ao título e aos lugares da LC! Os lugares Uefeiros ficavam para o Paços o Leiria e ou Académica. Um dos grandes acabava por limpar a taça de Portugal na mesma, porque nessa continuavam inscritos. E por uma vez, o campeonato em Portugal da Segunda Divisão e Segunda Liga teriam montes de gente nas bancadas.

Re: Resposta simples:

"Um dos grandes acabava por limpar a taça de Portugal na mesma, porque nessa continuavam inscritos." Isso já dependia um pouco do Varzim, do Atlético ou da Naval... :) Cumps

Re: Re: Resposta simples:

Pelo que eu saiba um grande ganhou esta epoca, e com Co Adrianse tb, so o trapa e que teve azar pro setubal

o melhor...

era que logo os 3 grandes fossem despromovidos ao mesmo tempo para haver os classicos. O resto é conversa!

<B>SE PROVADO QUEREM FAZER O QUÊ BRANQUEÁ-LOS???

Mas que dúvidas, podem subsistir, se por acaso fôr provada qualquer tipo de fraude/corrupção desportiva. Doa a quem doer, as regras/leis, são/devem ser conhecidas de todos, o alegado desconhecimento, não implica que não se façam cumprir, talvez o juíz possa ter um atenuante, mas não creio. Se as ditas leis não são boas, alterem-se, mas dentro de uma inequívoca transparência, e que sejam chamados todos os clubes a votar, isto no que ao Futebol concerne e nada de manigâncias das Associações de Futebol, que pelo voto deste clube, dá em troca... Atenta, no que te digo, neste país à beira-mar plantado, tem existido de tudo, conluíos Políticos com Dirigentes Desportivos, e Empresários (então os do sector da construção). Todos os dias são notícia nos "Media" de árbitros despromovidos e outros que têm pontuações sem ninguém entender como, é o Dirigente Desportivo que por acumulação também é empresário e que para..., compensa outro com "monney", mas a conversa desde o 25 de Abril de 1974, tirando os Verões quentes de 75/76, é sempre mais do mesmo. Nomes aventados são sempre os mesmos, mas que raio ninguém consegue pôr termo a isto!!!

A Juventus foi despromovida

Passado um ano regressou à Série A, daqui a um dois anos ninguém se lembrará desse facto a não ser por questões de estatística e de história. Só uma coisa não tem solução; é a morte, o resto tudo se resolve.

Re: A Juventus foi despromovida

A solução para a morte costuma ser o tempo :))

Re: Re: A Juventus foi despromovida

Eu acredito que a solução para a morte é a ressureição, jejejeje...

Essa foi tão...

...estupidamente profunda como o teu comentário que levou um patético "interessante".

Re: Essa foi tão...

Típico puto de 6 anos que é espancado todos os dias e vem descarregar aqui. Tipo...lol Vou-te dizer 3 coisas que mereces ouvir: 1:--------------------------- 2:--------------------------- 3:--------------------------- É o que se pode dizer a babuinos da tua especie.

Boa estratégia,

mas sem efeito. A tua profundidade continua a comover todos...

Essa é a melhor...

Agora não posso escrever o que me apetece porque vossa excelência pensa que ando à cata de pontos...brutal. Devias é explicar como é que já tens 68 pontos de prestígio com 1 ou 2 meses de Relvado,e isto só dizendo palha. Vai trabalhar...

Confesso...

... que a tua atitude não me surpreende. Tens uma irascibilidade previsível.

o ac milan tambem ja desceu divisao por corrupcao

e é o actual campeao europeu. cumps

Boavista por duas vezes desceu injustamente...

Em 1933, para além de termos sido suspensos por três jornadas no Campeonato, ainda o clube foi multado, numa fortuna para a época, em 12 mil escudos. Tudo porque o BFC tinha oito atletas em "situação duvidosa", profissionalismo encapotado. Esta decisão condenada de Norte a Sul do País ( curiosamente as excepções aos protestos vieram das Associações de Futebol de Lisboa e...Porto ), levou o BFC a exigir legalização da sua equipa de profissionais. Pagaria cara a sua ousadia. Reunido de emergência, o Congresso da Federação Nacional ( Federação Portuguesa de Fotball Association ) tomou a ( ainda mais ) polémica de suspender por um ano o clube do Bessa de todas as provas oficiais. Em 1937 fomos Campeões Nacionais da 2ª Liga, ao ganharmos em Coimbra por 5-1 ao união de Lisboa. Foi uma vitória saborosa que veio compensar uma época muito difícil. Atingido por uma injusta decisão federativa ( como se veio a comprovar e reconhecer posteriormente ) os axadrezados haviam sido despromovidos para a 2^Divisão, que fizeram questão de disputar ( e vencer ) com grande dignidade. Curiosamente o Boavista foi despromovido por ter sido punido com uma derrota na secretaria, no jogo, com a Académica. Um jogador mal inscrito... que afinal não estava. No final da época mandaram repetir o jogo, ou seja resolver aquilo que já estava resolvido - o Boavista, como vimos, recuperara o seu lugar na divisão maior dentro do campo. Esse jogo realizado em Aveiro acabou com uma vitória do Boavista por 2-0. O nosso lema deveria ser "andamos a ser comidos e jodidos desde sempre"...

O CM disse:

Os negócios dos dirigentes desportivos extravasam as fronteiras do futebol. Um mundo onde os favores se pagam, onde se fazem empréstimos de milhares em troca da palavra e onde se escolhem árbitros e pressionam dirigentes. João Bartolomeu e João Loureiro conversavam ao telefone a 23 de Fevereiro de 2004. O presidente do Boavista já tinha tudo acertado com a Somague para o negócio do novo Estádio do Bessa, mas tinha acabado de avançar com todo o dinheiro que dispunha para o início do projecto. Precisava urgentemente de 750 mil euros (150 mil contos) para tapar outros buracos abertos na contabilidade do clube. E foi pedi-los a Bartolomeu, presidente do Leiria, lembrando-lhe que acelerara o negócio para que ele pudesse abrir as lojas junto ao Holmes Place. “Acelerei tudo por sua causa, para fazerem o Holmes Place. Agora preciso de um favor, que a sociedade que comprou as lojas [Montargila] me adiantasse dinheiro. Preciso de 150 mil contos”, dizia João Loureiro, enquanto João Bartolomeu se mostrava renitente. “Eu vou falar com eles. Vou ver”, respondeu, tendo João Loureiro adiantado logo uma solução: “Fazemos assim, nós temos de receber 240 mil e você ou a sociedade adianta, não custa nada. Você anda a nadar em dinheiro.” Meses antes, o pedido de um favor tinha sido contrário. Em meados de Outubro de 2003, depois de o Leiria ter feito um humilhante início de época, João Bartolomeu pedira ajuda a Valentim Loureiro. “Tem de me meter aqui o Martins dos Santos a ver se me safo. Se não estou fodido. O Martins ou o Paulo Baptista. Mas o Martins é que era bom”, dizia Bartolomeu, que de tanto pressionar já começava mesmo a tornar-se inconveniente: “Ele que tenha calma, estamos a ver o que se consegue”, queixava-se Júlio Mouco, vogal do Conselho de Arbitragem da Liga, confirmando-lhe que Bartolomeu já lhe pedira o mesmo favor. “O Martins dos Santos está no Amadora-Paços de Ferreira. Mas vamos tentar fazer a troca”. ESCUTAS COMPROMETEDORAS Estas e outras trocas de favores podem ser lidas nas centenas de escutas do ‘Apito Dourado’. Onde os conhecimentos são levados ao extremo e as teias do negócio, da política e do futebol se confundem. Aprígio Santos, presidente do Naval, e Pinto de Sousa, presidente da Arbitragem da Federação, foram frequentemente interceptados em conversas com militantes comuns do CDS-PP. Enquanto isso, Valentim falava com Isabel Damasceno, presidente da Câmara de Leiria, para aquela “controlar” um árbitro da terra que iria apitar um jogo do adversário do Gon- domar. Atendia também políticos e ministros, tal como José Luís Arnault, que dizia mesmo que “estamos aqui uns para os outros”. "DIZ-ME O QUE PREFERES" “Diz-me o que é que preferes, não é preferível transferir o estádio e ficar mais terreno?”, perguntava Manuel Teixeira, chefe de gabinete de Rui Rio, a João Loureiro. “É mais fácil de embrulhar politicamente, no fundo vamos dizer que o Boavista faz um estádio”, explicava ainda o político, garantindo que com essa “troca” o Boavista ganharia terreno que depois poderia comercializar. “Se me garantires 40 mil metros quadrados o negócio está feito”, respondeu o presidente dos axadrezados durante uma conversa ainda em investigação pela PJ, pedindo depois ao pai uma ajuda suplementar: “Quando estiver com o Rui Rio eles têm de esticar aquilo para cima.” O QUE ELES DISSERAM "Precisava de falar contigo, estou preocupa-díssimo com o Paulo Paraty, a continuar assim ele desce de internacional. [...] Precisava de trocar impressões para saber como é que a gente há-de resolver [...] Tenho as notas dele, dão para descer quanto mais para continuar como internacional." Pinto de Sousa fala com Valentim sobre a classificação de Paulo Paraty "Tem de me meter aqui o Martins dos Santos, a ver se me safo, caralho, se não estou fodido. O Martins ou o Paulo Batista. Mas o Martins é que era bom.. [...] Tive o Martins na primeira jornada, perdi em Guimarães. Se não ganho o jogo vou direitinho." João Bartolomeu pede a Valentim que consiga a nomeação de Martins dos Santos para um jogo "Levamos um trabalhão do diabo para chegar onde o Bartolomeu queria. [...] Fizemos as alterações. Assisti à conversa do major com o Luís. Se o Bartolomeu soubesse o trabalho que tivemos para pôr o Martins dos Santos..." Júlio Mouco, da Comissão Disciplinar da Liga, diz a Valentim que Martins dos Santos vai arbitrar jogo do Leiria "Tive reunião com a Somague [...] acelerei tudo por sua causa, para fazerem o Holmes Place. Agora preciso de um favor, que a sociedade que comprou as lojas Montargila, me adianta-se dinheiro, eu preciso de 150 mil contos. [...] Não custa nada, você anda a nadar em dinheiro, vá-se foder." João Loureiro precisa de dinheiro e pede-o a Bartolomeu PAULO PARATY MUITO ALÉM DO RELVADO Pauto Paraty, árbitro internacional da Associação de Futebol do Porto, é uma das mais polémicas figuras do futebol português. O seu telefone foi colocado sob escuta pela Polícia Judiciária e muitas das suas conversas foram transcritas. Paraty falava com Valentim, Pinto da Costa e Pinto de Sousa e os negócios mantidos com os homens-fortes do futebol ultrapassavam em muito os limites do relvado. Tratavam de negócios, designadamente a venda de material da empresa do sogro de Paraty, onde aquele é engenheiro. Arguido no processo das classificações desportivas, o árbitro chegou a estar indiciado por corrupção passiva no jogo Gil Vicente-Sporting, a contar para a época 2003/2004. A conversa foi interceptada dias antes da partida e revela contactos entre o empresário António Araújo, que mantinha negócios com o FC Porto, e um dos auxiliares que fazia equipa com o árbitro do Porto Devesa Neto. “Eu depois de amanhã ligo-lhe, que eu precisava de falar com o Paulo [....] dar-lhe uma palavrinha”, disse Araújo a Devesa Neto. Neste mesmo dia Paraty e Devesa Neto conversam e as escutas indiciam que o segundo árbitro auxiliar iria beneficiar o Gil Vicente. “O Serafim vai vacinado, vai benzido [...] vai benzido pelo lado norte. Bruxo. Vai benzido por dois lados até [...] pelo Minho e pelo norte.” À saída da PJ, quando foi interrogado como arguido, Paraty mostrou-se tenso. “Estive aqui na qualidade de árbitro”, disse. OS ÁRBITROS QUE TODOS QUERIAM Paulo Paraty, Paulo Baptista e Martins dos Santos eram os árbitros mais ‘solicitados’ pelos dirigentes desportivos. Do outro lado da balança está Duarte Gomes, que parecia ter o condão de fazer irritar todos os presidentes de clubes. João Ferreira e Proença só agradavam ao Sul e Bruno e Jacinto Paixão eram ‘escolhidos’ pelos clubes do Porto. Paraty e o seu assistente Devessa Neto parecem fazer o pleno. Tanto agradavam ao FC Porto como ao Benfica e a frequência com que os seus nomes eram falados era grande. Por exemplo, João Rodrigues, que mediava os contactos entre a Federação e o Benfica, chega mesmo a dizer a Pinto de Sousa que para acalmar Luís Filipe Vieira “bastava nomear o Devessa Neto”. Disse-lhe ainda noutra conversa que Vieira queria o Paraty a arbitrar a meia-final da Taça com o Belenenses. “Ele não quer outro”, afirmou. Pinto da Costa também falava com frequência do mesmo árbitro internacional. Mostrava-se satisfeito quando ele era nomeado e nessa época são muitas as críticas feitas quando o mesmo apitou os encontros do Sporting. Outra conversa que indicia o tratamento privilegiado de Paraty refere-se à sua classificação. No ano em que terminou em 3.º lugar no ranking dos árbitros (2003/2004), Pinto de Sousa garantiu a Valentim que Paraty corria o risco de descer de categoria. “Está nos 5 ou 6 dos últimos”, assegurou, enquanto o então presidente da Liga lhe lembrava: “Já no ano passado esteve mal, pensei que estava a correr melhor.” NOTAS CASA ESTAVA LIMPA No dia em que a PJ fez a busca a casa de Pinto da Costa, aquela estava limpa e não havia qualquer documento relevante. A porta foi aberta pelo motorista, que já estava arranjado e barbeado. SEGREDO FOI REVELADO O MP, no despacho que arquivou o processo por fuga de informação contra incertos, defende que Pinto da Costa terá sido avisado por alguém da Polícia Judiciária do Porto. SITUAÇÃO ANÓMALA A procuradora que assinou o despacho de arquivamento à fuga de informação diz que é no mínimo anómalo que a então direcção da PJ do Porto não tenha tentado investigar o ocorrido. SUBDIRECTOR AUSENTE Reis Martins, subdirector da PJ do Porto e responsável pelo ‘Apito Dourado’ quando Pinto da Costa foi preso, disse que não sabia que aquele não estava em casa. De férias, soube quatro dias depois pela rádio. NÃO QUERIAM PRENDER Atayde das Neves, director da PJ do Porto em 2004, não queria prender Pinto da Costa. A revelação é feita no despacho de arquivamento à fuga de informação. Inspectores opuseram-se. Tânia Laranjo

Uma dúvida legal

Parece-me estranho que se falem em punições para os clubes nesta situação toda do apito dourado, quando nenhuma das situações em causa aponta para erros graves do árbitro a favor do clube que supostamente seria benificiado. Ou seja, a minha pergunta é: (e pelo que tenho visto especialistas em direito desportivo é o que não falta nesta casa) se se provar que Pinto da Costa tentou comprar o árbitro do Porto-Estrela, ou do Nacional-Benfica, ou seja do que for, mas se for claro, como todos já vimos, que nenhum dos casos aponta para que essa corrupção tenha sido efectiva (já que não existem, como sabemos, erros da arbitragem com influência no resultado), a punição assenta sobre a figura (Pinto da Costa) ou sobre a instituição (FC Porto)? Tem-se apontado o exemplo do Marselha, mas pelo que percebo a despromoção do Marselha aconteceu por irregularidades financeiras e não por corrupção - o Marselha viu ser-lhe retirado o título de campeão devido à tentativa de suborno de jogadores do Valenciennes, mas a despromoção não teve relação com isso. Não tenho segundas intenções, é só mesmo uma dúvida - até porque, pessoalmente, não acredito que vá acontecer nada a ninguém neste processo, a não ser a uns dois ou três intermediários infelizes que ninguém sabe quem são e uns árbitros que já estejam fora de actividade...

Re: Marselha

No caso do Marselha, desceu (um ano depois) por irregularidades financeiras, devido Às loucruas de monsieur Tapie, mas ficou interdito de jogar a Supertaça e a Intercontinental e a seguinte ligados campeões por causa do suborno ao Valenciennes.

Causa/efeito

Concordo contigo. Tem de existir uma causa/efeito para que seja justificado a corrupção. "Ahh e tal mas ele pagou e o resto não interessa !" Isso é o que afirmarão alguns, mas esses esquecem-se que essas afirmações têm como supostas provas o depoimento mais do que duvidoso de uma Sra. que se move por vingança pessoal. Em relação às conversas telefónicas, ainda estou para ouvir uma do Sr. Pinto da Costa ou alguém ligado ao FCP que dê entender inequivocamente que existe corrupção. Tanto é que as escutas por si só nada provam nada, por alguma coisa é ... Já em relação aos outros dirigentes, penso que as palavras de alguns são bem mais graves do que as pessoas ligadas ao FCP, mas isso nem sequer infelizmente investigado. Já o problema do "dono" do Estoril ( José Veiga ) que depois de assumir cargos directivos no Benfica afirmou que nada tinha haver com o clube do Estoril, afinal veio-se a saber que afinal ele ainda era dono do clube através de uma sua off-shore... alguém se preocupou com essa irregularidade ??? Ninguém. Fez declarações falsas e não sofreu consequências. É por isso que eu pergunto, o que aocnteceria com o PC se dissesse que afinal não era dono do Leiria ( muitos afirmaram que era o FCP-B mas que acabou por perder pontos contra esta equipa , curioso não ?), e depois se provasse o contrário ?? É por isso que o mínimo que peço é coerência a analisar casos semelhantes.

Re: Uma dúvida legal

como todos já vimos, que nenhum dos casos aponta para que essa corrupção tenha sido efectiva (já que não existem, como sabemos, erros da arbitragem com influência no resultado)

a alegada irregularidade não se limita a o FCP ter ganho um jogo em que a arbitragem tenha sido viciada, a irregularidade é viciar a arbitragem. Imaginemos que o arbitro esta comprado, é encontrada uma nota de encomenda, cheque passado e recibo descriminado e tudo :), mas logo nos primeiros minutos o FCP marca 5 golos perfeitamente legais e acaba por ganhar com facilidade. Isto não invalida que houve irregularidade e corrupção, só porque não houve oportunidade de ela ter tido efeito no resultado.

Re: Re: Uma dúvida legal

mas isso é presumir que o árbitro aceitou o suborno/ia mesmo beneficiar o clube, e que é tão culpado como quem suborna. Não percebo é quando é que se passa de uma pessoa numa tentativa de subornar um árbitro para uma instituição responsável por corrupção...

Re: Uma dúvida legal

Então tu não sabes que o presidente de um clube fala e age sempre em nome do clube? Então se um presidente tentar comprar o árbitro dum jogo, fá-lo para seu benefício pessoal, ou para benefício do clube? Assassínio ou tentativa de assassínio, é crime. Roubo ou tentativa de roubo é crime. Agressão ou tentativa de agressão, é cartão vermelho... ... Julgo que os tribunais comuns apenas podem condenar civilmente, isto é, mandando para a prisão o criminoso e obrigando o clube a pagar multas e/ou indemnizações. O que acontece é que depois vem a "justiça" desportiva, através da Liga e da Federação, que pode atirar o clube para fora das competições profissionais. Acho que a coisa funciona mais ou menos assim.

Re: Imaginem que se provava corrupção num grande...

Tas a dizer k se um dos 3 grandes fosse despromovido.. nao tinha piada... Entao pergunto eu.. Qual é a piada se um clube compra arbitros, com bombons ou put@s, ou com viagens ao brazil... ou com outras coisas de valor... Sem isso nao consegue fazer frente aos outros 2 grandes, se fossem tao superiores entao o porquê destes mimos todos... Se Pinto da Costa é inocente ou culpado na realidade, isso nao é os tribunais que vão dizer, os tribunais o vao julgar, se houver provas concretas, legalmente é culpado. Mas ele lá saberá se é inocente ou nao.. Na minha opiniao, seja kem for, deve ser punido severamente, se a corrupção for verdadeira e for comprovada, devem ser punidos os dirigentes e arbitros em causa... Porque qualquer um pode comprar ou tentar comprar... agora ser comprado... esses deviam ser radiados do futebol, nem podem entrar num recinte desportivo, nem que seja amador. O FCP é um dos clubes da Europa que conquistou mais titulos nos ultimos 25 anos, isso ninguem pode negar, mas será k o FCP teria tantos titulos, se não houvesse estes docinhos todos.... Outra coisa... sempre ouvi dizer pelos portistas que, o SLB era sempre levado ao colo... será mesmo isso... é pelas noticias k correm quem era levado ao colo é o FCP... Mas para terminar... na minha opiniao, isto nao vai dar nada, existem muitos 'tubarões' ao barulho, se enquanto tiverem todos caladinhos, ninguem é preso, mas... se algum deles tiver a corda na garganta... ohoh meus amigos, isto ia dar um filme de hollywood...

O titulo do artigo não está correcto

Deveria ser o atoleiro chamado futebol português. O presidente do Porto é o que sabe pelas escutas que vieram a publico! O major então está atolado até à raiz dos cabelos! Vieira disconfia-se! No Sporting, Dias Ferreira admitiu publicamente que era pratica corrente escolher arbitros para os jogos do clube! Pimenta Machado também tinha muita influencia no meio da arbitragem! Pinto de Sousa era um grande "cozinheiro", "menus especiais" classificação de arbitros alteradas a pedido! Portanto quem não tiver telhados de vidro que atire a primeira pedra.

Caso se prove,

deverá ser aplicado os regulamentos existentes, sejam eles a descida de divisão ou perda de pontos consoante a gravidade da situação. Lamento que não se fale de um caso que se passou ainda não à muito tempo atrás, um clube da 2ª circular inscreveu-se irregularmente na Liga apresentando um documento das finanças FALSO e que foi passado por um funcionário que ninguém sabe muito bem quem foi. Lamento que o caso não tenha sido devidamente investigado e nem o funcionário público das finanças nem esse clube da 2ª circular tenham sido devidamente castigados, o caso foi abafado... Resumindo, tratou-se de uma inscrição ilegal numa competição profissional com declarações falsas, pouco tempo depois, o "pagamento" foi efectuado com accções "virtuais". Agora pergunto, alguém sabe o valor dessas acções e se o estado já fez boa cobrança ?? Isso não convém falar ...

Sempre o mesmo

Mas afinal, porque é que continuam a meter o Sporting no meio do lodo? Acaso existe alguma escuta telefónica que incrimine o clube ou algum dos seus dirigentes? NÃO! Existe algum documento semelhante ao que mostrou ontem o Pinto da Costa que incrimine o Sporting ou algum dos seus dirigentes? NÃO! Então quando analisam ou comentam os casos de corrupção, porque é que não deixam o Sporting de fora? Neste momento, dúvidas ou processos sobre corrupção, que se saiba, existem apenas em relação ao Porto ao Benfica, ao Nacional e ao Boavista. Deixem o Sporting fora dessa lama!

duvido

Eu acho impossivel que algum grande seja despromovido. Ja imaginaram o impacto negativo que isso teria sobre o futebol portugues? Nós nao somos uma Italia...