FC Porto mais perto de ser campeão invicto | Relvado

FC Porto mais perto de ser campeão invicto

Faltam cinco jogos para a equipa de Villas-Boas igual feito inédito do Benfica, em 1972/73: terminar
 

A vitória do FC Porto no Estádio da Luz deixou os portistas a apenas cinco jogos de igualarem o Benfica de Jimmy Hagan, que há quase 40 anos terminou o campeonato nacional de futebol sem qualquer derrota.

O 23.º triunfo (13.º consecutivo) dos “azuis e brancos” na Liga portuguesa deste ano, que ajudou a selar a conquista do título nacional a cinco rondas do término da prova, foi mais um passo na corrida a uma conquista sem derrotas.

Após terem repetido o feito alcançado pelo plantel comandado pelo húngaro Mihaly Siska, que na época 1939/40 conquistou o título em casa dos “encarnados”, os homens de André Villas-Boas procuram agora atingir nova marca histórica, igualando um registo que remonta a 1972/73, quando o campeão Benfica terminou o campeonato sem qualquer derrota.

Nessa temporada, a formação da Luz, comandada pelo inglês Jimmy Hagan, somou 28 vitórias e dois empates, em 30 jogos, feito único na história do futebol português.

A cinco jornadas do final da Liga 2010/11, os novos campeões nacionais – com o título garantido após a vitória por 2-1 sobre o Benfica no Estádio da Luz, em Lisboa – ficaram mais próximos desse objetivo, que, a acontecer, corresponderá igualmente à melhor época de sempre dos portistas.

Nas 76 edições do campeonato nacional de futebol já disputadas, o FC Porto conseguiu acabar a competição com apenas uma derrota por oito vezes, com destaque para as épocas de 1939/40, 1984/85 e 1994/95, as três melhores da história azul e branca.

Em 1939/40, com Siska ao comando, os “dragões” conquistaram o terceiro título da sua história, com 17 triunfos e uma derrota, nas 18 jornadas da competição, que apenas contava com 10 equipas.

O segundo melhor registo surgiu 45 anos depois, com Artur Jorge ao leme de um conjunto portista que somou 26 vitórias, três empates e um desaire, numa altura em que o campeonato contava com 16 equipas, tal como acontece agora.

O terceiro e último percurso de maior destaque aconteceu há 16 anos, durante a época 1994/95, a primeira do histórico pentacampeonato. António Oliveira era o técnico dos “Dragões”, que, em 34 jornadas, conquistaram 29 vitórias, quatro empates e uma derrota.

Portimonense, Sporting, Vitória de Setúbal, Paços de Ferreira e Marítimo, adversários do FC Porto nas próximas jornadas, são agora os alvos a abater, na busca de mais uma marca histórica.

Melhores épocas do FC Porto:
FC Porto:

Comentários