Especial época 2011/12: Quais os reforços que vão desiludir? | Relvado

Especial época 2011/12: Quais os reforços que vão desiludir?

O Relvado lança o desafio: na sua opinião quais as contratações que irão ter rendimento aquém do esp
 
Público espera muito dos reforços

O defeso no futebol português foi marcado por enorme agitação, com muitas mexidas nos plantéis. Só nos grandes, o Benfica tem 13 jogadores novos. E o Sporting acolheu 14 reforços. Mais comedido, ou não fosse o campeão em título, foi o FC Porto, que ainda assim contratou sete futebolistas.

Com tantos novos jogadores, é natural que muitos não venham a ter o rendimento esperado.... E alguns já começaram a ser alvo de algumas críticas. Por exemplo Onyewu, central americano do Sporting. O defesa até começou bem, com uma exibição segura frente à Juventus. Mas depois desiludiu com o Valência e com o Málaga, mostrando alguma lentidão. Será questão de tempo até Onyewu ganhar forma?

Ainda no Sporting, Bojinov não teve oportunidade de se mostrar aos adeptos de forma consistente, pois jogou poucos minutos, divididos por três jogos de preparação. O búlgaro tem seguido um trabalho de recuperação à parte do grupo, de modo a corrigir um desequilíbrio muscular que lhe tem provocado uma lombalgia.

O passado de Bojinov, marcado por várias lesões, provoca alguma desconfiança nos adeptos. Mas qualidade parece existir de sobra. De resto, bastaram-lhe 20 minutos em jogo-treino com o Mafra para desatar o 0-0, fazendo... um "hat-trick".

Algumas dúvidas na Luz

No Benfica, Bruno César prometeu muito nos primeiros treinos da temporada, mas tem desiludido nas últimas semanas. A concorrência é enorme, quer no centro do terreno (Aimar, Witsel) quer na ala-esquerda (Gaitán, Nolito). Ao brasileiro aponta-se até algum excesso de peso e um ritmo um pouco abaixo do exigível para o futebol europeu. Será verdade?

Capdevila ainda agora chegou ao Benfica e por isso é natural que não esteja nas melhores condições. No entanto, não deixou de causar estranheza a sua exclusão na lista de jogadores enviados pelo Benfica à UEFA, tendo em vista o "play-off" da Liga dos Campeões com o Twente.

O brasileiro Emerson, concorrente do espanhol no lado esquerdo da defesa, tem cumprido e para já o lugar é dele. E Jorge Jesus já reagiu às críticas do empresário de Capdevila, sublinhando que não olha a nomes na hora de escolher a equipa...

Ainda na Luz, os primeiros tempos do guarda-redes Eduardo não têm sido fáceis. Artur Moraes agarrou o lugar de titular e ao internacional português resta esperar por uma oportunidade. O que é certo é que a sua não titularidade na Luz já está a ter reflexos na seleção nacional, com Rui Patrício a assumir a defesa das redes no último jogo com o Luxemburgo.

No FC Porto, Djalma tem mostrado dificuldades para se impor.

Estas primeiras impressões poderão não dizer absolutamente nada. Alguns jogadores necessitam de mais tempo para ganhar forma e o facto de alguém não começar como titular não quer dizer que não acabe por se tornar numa peça importante...

Quem não se lembra por exemplo de Beto Acosta, que chegou ao Sporting em Janeiro de 1999 e só em Outubro desse ano se assumiu como titular, a tempo de ser a principal figura no fim do jejum de 18 anos dos leões? Este poderá ser o exemplo mais claro, mas muitos mais não faltariam...

Ainda assim, o Relvado deixa o desafio: na sua opinião, quais serão as grandes desilusões entre os reforços que chegaram ao futebol português esta época? E até poderá acontecer o contrário: futebolistas que começaram em bom plano (por estarem mais avançados na preparação, por exemplo) e que depois não confirmam as boas indicações iniciais...

I Liga:

Comentários [12]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Positivismo

Na minha opinião a pergunta devia de ser ao contrário i.e quem tem condições para mais depressa se afirmar no nosso futebol. Não compreendo esta obecessão pelo negativismo no nosso País, gosto de ver as coisas pela positiva...

Escolho três de cada

Porto: Iturbe e a garotada que vem do Santos. Basicamente porque se espera já bastante deste trio. E, por isso, podem muito bem desiludir de alto a baixo: o primeiro porque já vem com um peso descomunal sobre os seus ombros e os outros dois porque custaram um batelão de dinheiro.

Benfica: Bruno César, Enzo Perez e Capdevilla. O César e o Perez porque vinham muito referenciados, mas a pré-época não deixou antever nada do outro mundo. Capdevilla porque, sendo campeão da Europa, campeão do mundo e substituto do Coentrão, tem uma herança pesadíssima, o que é meio caminho andado para desiludir.

Sporting: Luís Aguiar, Marcelo Boeck e Onyewu. Os dois primeiros porque já os conheço e não me parece que acrescentem grande coisa ao plantel. O Boeck é bem pior do que o Patrício - mesmo que, na época passada, tenha feito 1300 defesas no Marítimo (também levou muito frango e convenhamos que aquele Marítimo permitiria a qualquer guarda-redes brilhar) - e o Aguiar é mais um jogador pesado, cuja única grande virtude é o facto de ser ambidextro. O Onyewu pode vir a desiludir sobretudo porque tenho dúvidas se o seu jogo mais físico será aceite pelos apitadores e as suas manhas.

Bruno César (a possivel revelação)

Bruno César: é um jogador que dá um excelente uso ao seu pé esquerdo o seu "pé canhão"(tanto para o passe, como para rematar) mas ao contrário do que no Brasil acontecia o futebol português um futebol onde existe mais pressão, os espaços estão mais fechados, há menos linhas de passe. Bruno César é um jogador que está habituado ao futebol livre, espaçoso e com uma marcação mais passiva da parte dos adversários, sendo que essas características não têm lugar no futebol europeu. Por exemplo: no Brasil Bruno César ganhava a bola pensava, olhava voltava a pensar (sempre sem uma marcação leal da parte do adversário) e só depois executava o passe, em Portugal é muito menor o tempo que ele terá para efectuar o passe, devido à pressão. No Brasil, Bruno César surgia sempre nos arredores da área contrária para efectuar o remate, em Portugal o espaço é muito menor e ele tem que estar em constante movimento para puder receber a bola, o que devido ao seu peso será preciso um treino muito específico. É de salientar que com este novo esquema táctico do Benfica em que há rápidas movimentações do meio campo, o que faz com que a equipa arranje mais espaços ,ou seja, faz com que caso Bruno César se adapte ás rápidas movimentações da equipa pode ser muito perigoso tanto a meter bolas em profundidade para nolito, gaitan, saviola ou aimar, ou mesmo a rematar á entrada da área adversária. Obrigado e boa noite

No Porto nao sei como mas os

No Porto nao sei como mas os jogadores novos pegam sempre de estaca e isso nunca acontece nos rivais, mas se provavelmente o Capel, Bojinov no scp e talvez o Enzo no slb, por todos serem jogadores relativamente bem cotados e criarem alguma espectativa nos adeptos, e por isso ser mais facil cair na desilusao do que um jogador menos ''famoso'' como por exemplo Emerson, Rinaudo etc

de acordo

Tambem acho que quem vai decepcionar é o enzo perez, lhe foi depositada muita esperança quando chego ,não se têm se visto ainda nada de especial.O mesmo com capel."A ver vamos"

.....

Metade das aquisições do Benfica serão certamente desilusões pois não terão espaço na equipa, e se não o têm não jogam e se não jogam são desilusões pois se um reforço não joga e não reforça nada é considerado só pode ser considerado desilusão

Não quero ser pessimista mas

Não quero ser pessimista mas cheira-me que Bojinov é outro Caicedo/Pongolle... No Benfica talvez Enzo Perez que vem rotulado de craque mas deverá ser tapado por Nolito e Gaitan, no Porto Kelvin vai para Vila do Conde, é já uma decepção mas compreendesse dada a idade do jogador, talvez Djalma não tenha qualidade suficiente para fazer parte desta equipa.

Contudo parece-me um artigo um pouco prematuro visto que ainda faltam 20 dia até ao fecho do mercado e novas contratações podem surgir ainda.

DESILUSÕES DE PRÉ-ÉPOCA

Existem de facto desilusões de pré-época, Bojinov e Luís Aguiar não se apresentaram em condições físicas que lhes permitam mostrar as suas qualidades, ou a falta delas, Onyewu 'e lento, fraco na participação dos processos defensivos da equipa, Wolfsvinkle face ao seu preço, 5,4Milhões, ainda não mostrou qualidades, no Benfica a lista começa em Daniel Wass, jogador medíocre que nem no clube onde foi colocado convence, Capedevilla vai ser uma desilusão, jogador com 33 anos sem ritmo competitivo que só foi internacional pela Espanha pois a selecção tem na sua posição o seu calcanhar de Aquiles, Bruno César foi um jogador que custou 5,5 Milhões, lento, pesado e com uma qualidade de jogo que deixa muito a desejar, no FCP visto ainda não ter sido possível a observação de muitas das novas caras, Djalma será, neste momento, o reforço que menos tem mostrado ainda assim com alguns pontos positivos como a velocidade e verticalidade do seu jogo que poderão ajudar o FCP em alguns jogos
Ao nível dos destaques, que penso ser o mais importante, temos, para já:
Sporting - Rinaudo e Rubio
Benfica - Witsel e Nolito
FCP - Kléber

Onyewu, Capdevilla, Mora,

Onyewu, Capdevilla, Mora, Djalma, Wass, Bojinov, Van Wolfswinkel

Onyewu

Esse dou o beneficio da duvida, é duro de rins, mas é forte nos cruzamentos, no ataque e na defesa.

Se lhe derem tranquilidade com outro Central mais rápido e um bom trinco à frente, parece-me encaixar e bem no SCP.

Sporting

Bojinov e onyewu.

Inquérito idiota

É lançado um inquérito mas só são referidas as contratações do Benfica e Sporting. Portanto, o resultado do inquérito já é conhecido: as contratações do Benfica e Sporting vão desiludir, as do Porto irão brilhar pela certa.