Empate e tensão no Bessa, dentro e fora do relvado | Relvado

Empate e tensão no Bessa, dentro e fora do relvado

Duas expulsões, penálti polémico e na bancada estava... o treinador do Arouca.
 
Árbitros da Liga
Lusa

A 13.ª jornada da I Liga abriu a Norte, no Estádio do Bessa, com um jogo com vários momentos "quentes". No final Boavista e Estoril empataram a uma bola.

Uche abriu a ementa aos 24 minutos, com um belo golo num remate forte. Pouco depois da meia hora começou a contestação caseira ao árbitro, quando Inkoom, por obstrução a Gerso sem bola, foi expulso (segundo amarelo) e deixou cedo o Boavista com 10 jogadores. Em cima do intervalo, mais protestos: Henrique corta com o pé a bola, que depois bate no peito e no braço, involuntariamente; é assinalada grande penalidade, há muitos protestos pelo meio e, depois de nova paragem do jogo, Bonatini igualou o resultado.

A tensão também foi visível durante o intervalo. Numa das bancadas do Bessa estava Lito Vidigal, treinador do Arouca, que defrontou no domingo passado precisamente o Boavista, num duelo polémico devido a um golo do Boavista que foi validado e depois anulado - e que ditou a declaração de protesto dos portuenses.

Na segunda parte as duas maiores oportunidades pertenceram ao Estoril, mas devido a falhas de adversários, primeiro do defesa Henrique (quase marcava autogolo) e do guarda-redes Gideão, numa saída da baliza. Para os minutos finais, nova confusão a envolver o árbitro, que se enganou ao mostrar o cartão vermelho a Babanco, quando quem cometeu falta foi Afonso Taira - que também já tinha visto amarelo e foi realmente expulso.

O Estoril tem 16 pontos e divide para já o oitavo lugar com Arouca e Vitória de Guimarães; o Boavista, antepenúltimo classificado, soma 10 pontos, tal como União da Madeira.

I Liga:

Comentários [1]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

E continua o farróbódó

3 jogos seguido de roubalheira concertada ao Boavista. Dois no Bessa e um em Arouca.
Há uma forma de acabar com isto. Foder a cabeça a um filho da puta de arbitro, jogar em casa emprestada alguns jogos, nas quando voltar-mos ao Bessa tenho a certeza que não vai haver mais roubo nenhum. Se se quer acabar com a peçonha á que matar o bicho.
Aquilo é penaltie onde? Foda-se.
E mesmo a expulsão, a ser falta de amarelo então ninguém acabava com 11 em qualquer jogo. Foda-.se.
Puta que os pariu.