Anti-jogo em voga | Relvado

Anti-jogo em voga

 

AlvaroCampos diz: "estamos todos
cada vez mais fartos das fitas e teatros que grande parte dos jogadores fazem
quando querem manter um resultado ou simplesmente irritar o adversário. Qualquer
toque ou contacto serve de desculpa para se atirarem ao chão e ficarem a
contorcer-se com dores que misteriosamente desaparecem após a saída do
terreno de jogo. É verdade que há casos reais de quem necessita de assistência,
mas a maioria é seguramente para perder tempo. Haverá alguma medida que
pudesse ser implementada para evistar esta praga do futebol? Avanço uma:
o jogador que fosse transportado para fora do relvado devia permanecer lá
durante 5 minutos até poder entrar novamente. E vocês? Que sugerem?"

I Liga:

Comentários [14]

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Para melhor

Espétaculo,no tempo de conpensação,não devia haver subtituiçoes...

abraços

Re: Para melhor

Para melhor era simples! Jogo com 80 MINUTOS ! Sendo que a partir dos 70 minutos o jogo seria cronometrado!

Em vez de 5 minutos...

Que tal 3 minutos, sendo que o jogador poderia reentrar logo se saísse do campo por si próprio quando se magoasse e não houvesse qualquer assistência no terreno de jogo?

Lesionado

Quando o jogador encontra-se lesionado, o arbrito so tem que mandar os medicos retirar-lhe do relvado e procedir o jogo. Não tem que assistir o jogador dentro do Relvado.

5 minutos

porque não 10!
Alevantavam-se logo do chão só de pensar que a sua equipa ficaria a jogar com 10 unidades!

Sugiro que seja o CD a julgar.

E se não fôr o CD, que seja criado um novo organismo anti-jogo. Assim, criaria-se novos postos de trabalho ao serviço da Liga, ou por outras palavras, novos jobs for the boys. Ai ai!

Penso que é difícil avaliar se um jogador está mesmo lesionado ou não, isso só se vê na rapidez com que o jogador quer entrar novamente em campo, por isso, a haver sanções, seriam sempre posteriores ao jogo, nunca com suspensões, mas com multas avultadas.

Outra das soluções passa por "esquecer" o jogador que está lesionado ou a fazer anti-jogo, mandando continuar o jogo, nem que colegas e adversários "pisem" ou passem por cima do jogador em questão.

Má ideia dos 5 minutos

Um gajo que leva uma cacetada por trás no tornozelo fica mesmo com dores. E após ser assistido com o spray a dor passa. Não há nada de miraculoso nisto.

Ainda vamos castigar o tipo obrigando-o a estar 5 miutos de fora do jogo? Não me parece.

Claro que vão dizer que há casos e casos e poder-se-ia fazer uma separação, mas quem é que objectivamente poderá distinguir quando são fitas e quando há mesmo necessidade de receber assistência? Já se discutiu isto anteriormente e já se percebeu que não poderá ser o árbitro nem ninguém a fazê-lo.

* PLO *

É a finta portuguesa


Eu julgo que não seria producente deixar um jogador 5 minutos fora do campo, mas concordo com a ideia de que o futebol português é simulado. O jogo não é fluido. Os jogadores sabem que se marcam faltas que noutros países não se marcam. Sabem que quando caiem, o público vai exigir falta, e por isso ainda rebolam um pouco, etç. É feio. E faz mal ao nosso futebol. Mas bastava que o árbitro nos lances de dúvida forte, e ele é que devia mandar, mostrasse um amarelo, ou um vermelho até. Porque não?

Re:É a finta portuguesa

Mas bastava que o árbitro nos lances de dúvida forte, e ele é que devia mandar, mostrasse um amarelo, ou um vermelho até. Porque não

Está previsto na lei que a conduta ANTI-DESPORTIVA seja ela qual for deve ser sancionada disciplinarmente. Os árbitros muitas vezes é que não aplicam a lei nestas situações.

Não.

Isso é pagar tudo pela mesma moeda! Então um jogador que se aleija mesmo é obrigado a ficar fora de campo 5 minutos só porque os outros são trafulhas? Então... E a equipa dele que foi a agredida, ficará com 1 jogador menos 5 minutos, injustamente?
Devia era haver uma maior sensibilidade por parte dos árbitros mas para isso teriam que ser criados outros mecanismos de arbitragem. Como a profissionalização dos mesmos e porque não, 2 árbitros de campo (um para cada metade) e 2 auxiliares? E porque não o 4º árbitro com uma televisão?
A nossa federação nem tem dinheiro nem nada para investir no futebol... lol :x

Portugal!

Nao venham falar de Portugal ! Vejam as atitudes do BAYERN!

Moliere

Quando todos os adeptos , quer da equipa visitante bem como da equipa visitada, assobiarem em uníssono o anti-jogo, não é preciso mais regras nem árbitros para erradicar este mal.

Lembro que no FCP quando a própria equipa joga pra trás , são os adeptos a recriminarem pois querem mais golos, mais jogo. Objectivamente os jogadores entendem isso e vão para a baliza contrária. Quando isto se passar em todos os campos, seguramente vai encurtar o espaço para teatros

Boa ideia dos 5 minutos

O problema é que podia fragilizar o sector mais recuado caso seja um elemento da defesa ou da baliza.

Da desfesa,caso sofram um golo acusam que foi uma atitude de má fé e não só.

Se for da baliza, devia haver é rigor no tempo que os guarda-redes perdem tempo mas salvo erro tem 6 segundos para repôr a bola no jogo. Agora se seguem esta regra, duvido muito. Devia haver algum castigo para isto ou mudar.

Quando um guarda-redes lesiona, jogo é interrompido. Quando é outro elemento, o tempo não é parado e as equipas ganham tempo nisso ou faz enervar os adversários.

Se calhar 5 minutos resolvia mas pensa antes nisto que disse atrás.

Vejam isto

http://www.nikefootball.nike.com/nikefootball/siteshell/index.jsp#,pt,0;jogatv,,0

Joga Bonito...Joga futebol!